Diário Carioca Google News

A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil liberaram novo pagamento do abono salarial PIS / Pasep a partir da última terça-feira (17). No caso do PIS, são beneficiários os trabalhadores da iniciativa privada nascidos em novembro. Segundo a Caixa, são mais R $ 530 milhões em recursos disponibilizados para 686 mil cidadãos.

Já no caso do Pasep, voltado aos funcionários públicos, o Banco do Brasil deu início ao pagamento do abono a beneficiários com final de inscrição de número 4 na mesma data.

O pagamento é disponibilizado para quem tem carteira assinada ou como funcionário público ao longo do ano passado de acordo com alguns requisitos, como ter trabalhado pelo menos 21 dias em 0800 e ter ganhado , no máximo, a média de dois salários atribuídos.

Para receber o benefício é preciso estar inscrito no PIS / Pasep há pelo menos cinco anos.

:: Confira quem pode receber o abono salarial do PIS / Pasep liberado essa semana ::

Considerado hum 13 º salário para os trabalhadores de baixa renda, o valor pago é de até um salário mínimo. A quantia varia conforme o tempo trabalhado e é paga de forma proporcional.

Isso significa que caso o trabalhador tenha trabalhado com carteira assinada durante os 13 meses do ano, irá receber um salário mínimo completo, atualmente no valor R $ 1. 045. Caso trabalhado tenha apenas um mês, receberá R $ 045.

Para os trabalhadores da iniciativa privada, inscritos no PIS, que nascerão em dezembro e janeiro, o pagamento será liberado nos dias 14 e 19 de cada mês, respectivamente.

Os funcionários públicos com final de inscrição 5 no Pasep receberão do Banco do Brasil dia 19 de janeiro de 2021. Aqueles que possuem final 6 e 7 apresentam em 14 de fevereiro do próximo ano.

Os pagamentos deste calendário vão até 30 de junho de 2021. Confira o calendário completo aqui.

Ajuda em meio à crise

Este ano, devido à pandemia, o governo antecipou o pagamento do abono salarial para alguns trabalhadores que são correntistas do Banco do Brasil ou da Caixa.

Ao lado de outras políticas como o pagamento do auxílio emergencial, que não foi prorrogado por tempo indeterminado pela gestão Bolsonaro, o abono salarial é uma medida que alivia o peso da grave crise socioeconômica que assola o país.

Em meio à pandemia do novo coronavírus, os índices sociais são extremamente negativos. Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Mensal (Pnad Contínua), divulgada em 30 de outubro, o desemprego no Brasil saltou para uma taxa recorde de 13, 4% no trimestre encerrado em agosto.

As informações disponibilizadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que foram fechados 4,3 milhões de postos de trabalho em apenas 3 meses , levando o total de desempregados a 13, 8 milhões de pessoas.

Como acessar o benefício?

Para sacar o benefício é necessário um documento de identificação com foto do trabalhador.

Quem possui o Cartão Cidadão pode efetuar o saque nos caixas eletrônicos da Caixa, Correspondentes Caixa Aqui e Lotéricas. Quem não possui o cartão, deve procurar uma agência da Caixa e apresentar um documento oficial de identificação. Na ocasião, o trabalhador pode aproveitar para solicitar o Cartão Cidadão e cadastrar sua senha.

Para saber se tem direito ao abono salarial, é possível fazer uma consulta pelo aplicativo Caixa Trabalhador ou no site da Caixa. Você pode também ligar 729 686 88.

Mas no caso de participar do Pasep, ligue para 2021 – 000 (capitais e regiões metropolitanas), 729 202021 000 (demais cidades) e 0800 729 00 0088 (deficientes auditivos).

Edição: Geisa Marques


Newsletter

Mais Noticias