20.2 C
Rio de Janeiro
- Publicidade -
- Publicidade -

Atletismo: de olho em Tóquio, atletas buscam índices no Troféu Brasil

- Publicidade - Diário Carioca Google News

Nesta quinta-feira (10), no estádio do Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa (COTP), em São Paulo, começa o Troféu Brasil de Atletismo. O evento é uma das últimas oportunidades para os atletas alcançarem os índices para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Um dos que querem se garantir no torneio da capital japonesa é o mineiro Rafael Henrique Pereira (Clã Delfos-MG), campeão sul-americano dos 110 m com barreiras. No torneio continental, ele faturou o ouro com a marca de 13.35 (0.7), ficando a apenas três centésimos da marca exigida (13.32). “Minha expectativa para o Troféu Brasil é a melhor possível. Espero superar o índice na final e me consagrar campeão brasileiro pela primeira vez”, disse o corredor à assessoria da Confederação Brasileira da modalidade (CBAt).

Geisa Arcanjo (Pinheiros), finalista no arremesso do peso em Londres-2012 e no Rio-2016, é outra atleta que quer usar o Troféu Brasil para carimbar o passaporte para Tóquio. No dia 24 de abril, em Bragança Paulista, ela obteve a marca de 18,39 m no arremesso do peso, ficando a apenas 11 centímetros do exigido.

Tiffani Marinho (Orcampi-SP) nos 400 m (ela tem 51.88 e a marca é de 51.35), Ketiley Batista (ASPMP-SP), nos 100 m com barreiras (correu 13.00 e o exigido é 12.84) e Felipe Bardi (SESI-SP), que tem 10.10 nos 100 m e 20.44 nos 200 m (os índices são de 10.05 e 20.24, respectivamente) são outras boas apostas para marcas expressivas no evento que seguirá até domingo (13) em São Paulo. A data limite para se obter os índices é 29 de junho.

Nesse primeiro dia de disputas, o programa prevê três finais. Lançamento do martelo masculino (às 13h50), do martelo feminino (às 15h50) e os 10.000 m masculino (às 16h40), além de semifinais e qualificações em outras provas.

O Clube Pinheiros de São Paulo tenta o sexto título consecutivo na disputa por equipe. Em 2020, a Orcampi, de Campinas, foi vice-campeã, com 211 pontos. A AABLU, de Blumenau, ficou e terceiro lugar no geral, com 194 pontos. Para esta competição, uma equipe que chega com muita força é o CT Maranhão. O time contratou vários atletas, como Thiago André (classificado para Tóquio nos 800m), Alexsandro Melo (que já tem o índice no salto triplo), Eduardo de Deus (também garantido no torneio japonês na prova dos 110m com barreiras), Bruno Lins e Rodrigo Nascimento. “Queremos fazer boa campanha no Troféu Brasil, mas não só no alto rendimento, mas também na base que o principal objetivo”, comentou José Carlos Moreira, o Codó, coordenador da equipe e medalha de bronze no 4×100 m nos Jogos de Pequim-2008,

Pelas limitações impostas pelas autoridades sanitárias, em função da pandemia da covid-19, o torneio não terá presença de torcida. Mas os fãs do esporte poderão acompanhar o desempenho dos atletas ao vivo pelo Canal Atletismo e pelo Canal Olímpico do Brasil. https://www.canalolimpicodobrasil.com.br/

MG: Iepha divulga pontuação provisória do ICMS Patrimônio Cultural

A tabela de pontuação provisória do programa ICMS Patrimônio Cultural, do exercício 2020, já está disponível...

Ministro da Saúde anuncia que 1,5 milhão de doses da Janssen chegam amanhã (22) no Brasil

Durante a audiência pública da Comissão Temporária da Covid - 19, no Senado, nesta segunda-feira (19,...

Horóscopo de terça-feira 22 de junho de 2021

Confira a previsão do horóscopo do dia 22 de junho de 2021 e fique por dentro de tudo o que o seu signo lhe reserva para o amor, dinheiro e saúde.

Meirelles e Caio Afiune trollam ex-BBBs e Viih Tube desmascara brincadeira: “É lisa demais”

Caio Afiune participa do ‘Foi Mau’ desta segunda-feira (21) e tira onda ao lado do apresentador Maurício Meirelles. O goiano conta que Juliette ainda...

The Strokes compartilham trecho da nova música 'Starting Again' no anúncio de Maya Wiley

The Strokes apresentou uma prévia de uma nova música chamada 'Starting Again' em um comercial para a candidata a prefeito de...