Sem Verdade, Não Há Liberdade
Modo Escuro light mode Buscar Menu
Buscar

Os Mercenários 3: Um projeto muito válido

Jornal DC -DIário Carioca - ùltimas Notícias do Rio de Janeiro - Brasil e Mundo (1)
Sylvester Stallone em OS Mercenários 3
Sylvester Stallone em OS Mercenários 3

O sucesso dos dois primeiros filmes, que reuniram estrelas de filmes de ação, fez com que Os Mercenários 3 fosse um dos mais esperados para este ano.

Barney (Sylvester Stallone) e sua trupe de mercenários resgatam Doc (Wesley Snipes), um dos integrantes originais do grupo, que estava preso há oito anos. Logo em seguida, eles partem para cumprir uma missão, onde têm uma grande surpresa: o reencontro com Conrad Stonebanks (Mel Gibson), que Barney acreditava ter matado. Antigos colegas que se tornaram inimigos, Barney e Conrad agora se enfrentam em um grande duelo onde os demais mercenários são também envolvidos.

Cena de Os Mercenários 3
Cena de Os Mercenários 3

Neste novo longa, Stalone tem a companhia, não só dos antigos parceiros, mas também de novos e habilidosos amigos. Sou muito admirador desse projeto, que mostra uma resistência às tendências de Hollywood em esquecerem as estrelas de outrora. É muito bom rever Stalone, Gibson, Snipes, Banderas, Ford, Schwarzenegger, Lundgren, juntos com Crew, Statham, Li, Couture, estrelas mais recentes. De quebra, há uma oportunidade aos mais jovens (Lutz, Rousey, Powell, Ortiz) que deixa a mensagem clara de que o cinema de ação tem de sobreviver, mesmo sem os medalhões de sempre.

O filme, em si, não tem nada de mais. Há um roteiro clichê que ainda é mal utilizado pelo diretor. Falta criatividade nas montagens de cenas de ação. Nem mesmo os efeitos visuais (tudo explode!) chamam a atenção. Tudo já foi visto antes e melhor. E sofre do mal de todo filme que enche de personagens: eles vão perdendo importância a cada cena.

De qualquer maneira, como já disse, sou admirador desse projeto encabeçado por Stalone. Muitos desses atores estariam mendigando papéis por aí se não fosse o nosso Rambo. É uma pena que Hollywood não olhe com mais respeito por esses que ajudaram a fazer a história do cinema. Acho que Robin Williams agradeceria.

Total
0
Ações
Boletim Carioca
Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Rio de Janeiro, Brasil e mundo grátis em seu email