25.5 C
Los Angeles
sexta-feira, outubro 7, 2022

Hilton Copacabana terá programação especial em outubro

Com o letreiro na cor rosa, em alusão à campanha de conscientização sobre o câncer de mama, o Hilton Rio de Janeiro Copacabana terá boas opções de gastronomia e entretenimento durante o mês de outubro. 

Michael Rodrigues e Daniella Rosas chegam as quartas de final do EDP Vissla Pro Ericeira

O brasileiro Michael Rodrigues e a peruana Daniella Rosas, já estão nas quartas de final do EDP Vissla Pro Ericeira em Portugal

Horóscopo do dia 07 de outubro de 2022

Horóscopo do dia 08 de outubro de 2022. Fique por dentro de tudo o que o seu signo lhe reserva para o amor, dinheiro e saúde.
InícioBrasilOSCAR 2016 - SPOTLIGHT – SEGREDOS REVELADOS: Uma denúncia necessária

OSCAR 2016 – SPOTLIGHT – SEGREDOS REVELADOS: Uma denúncia necessária

Com o anúncio dos indicados ao Oscar 2016, a coluna POP CINE realiza uma série de análise sobre as oito produções indicadas ao prêmio de Melhor Filme. São elas: Mad Max – Estrada da Fúria, O Regresso, O Quarto de Jack, Spotlight – Segredos Revelados, A Grande Aposta, Ponte dos Espiões, Brooklyn e Perdido em Marte.

Alguns desses filmes já foram analisados por aqui, por terem sido vistos bem antes do anúncio oficial. Já falamos de Mad Max – Estrada da Fúria, Ponte dos Espiões e Perdido em Marte. Hoje, iremos analisar Spotlight – Segredos Revelados.

spotlight_1-750x380

O filme está indicado em seis categorias: Melhor Filme, Melhor Diretor (Tom McCarthy), Melhor Ator Coadjuvante (Mark Ruffalo), Melhor Atriz Coadjuvante (Rachel McAdams) e Melhor Edição. Baseado em uma história real, o drama mostra um grupo de jornalistas em Boston que reúne milhares de documentos capazes de provar diversos casos de abuso de crianças, causados por padres católicos. Durante anos, líderes religiosos ocultaram o caso transferindo os padres de região, ao invés de puni-los pelo caso.

O filme, quase documental, é carregado de maneira gloriosa pelo elenco. Michael Keaton, Mark Ruffalo, Rachel McAdams, Liev Schreiber e Stanley Tucci fazem um trabalho consistente e sem exageros. A direção de Tom McCarthy (que, até então, não havia feito nada memorável) é bastante madura e sóbria.

spotlight_foto1

A sensação que temos, ao sair do cinema, é que conhecemos muito pouco do ser humano. Em quem confiar? Em que se apegar? A denúncia contra os casos de pedofilia dentro da igreja de Boston, a dissimulação dos advogados e da mídia envolvida são temas que podem se expandir para todo o mundo. Talvez seja o filme mais necessário dentre os indicados.

Até a próxima!

Confiram a análise de Ponte dos Espiões aqui
Confiram a análise de Perdido em Marte aqui
Confiram a análise de Mad Max – Estrada da Fúria aqui

Notícias recomendadas

Leia sobre outros assuntos:

Notícias mais lidas