Diário Carioca Google News

A cantora baiana Alinne Rosa participa do ‘Luciana By Night’ desta terça-feira (12) e durante entrevista a Luciana Gimenez ela fala sobre a recente polêmica envolvendo a massagem tântrica, prática a qual ela se tornou adepta. “A primeira vez eu fui por curiosidade. Fizeram em mim, eu me descobri e pensei: ‘cara, que coisa mágica’. Você fica num estado alterado muito grande”, diz ela, que revela ter feito o curso, embora ainda não tenha testado a prática em ninguém.

No palco da atração, a apresentadora desafia sua convidada a demonstrar as técnicas da massagem com a ajuda de um boneco, e Alinne explica: “É algo que você faz no corpo todo de maneira leve e bem sutil. Os pontos que fazem cócegas são pontos sensíveis que devem ser trabalhados e não é um orgasmo simplesmente sexual, é um orgasmo terapêutico, que cura traumas e desbloqueia”.

Desmentindo boatos de que o povo baiano é um povo devagar, a cantora fala sobre a carreira solo após ter integrado por 10 anos a banda Cheiro de Amor e compartilha: “Já fiz 12 horas de trio elétrico e é algo sobre-humano. A gente se prepara fisicamente com médico, otorrino, fono e xixi eu faço ali mesmo, cantando também, no copo descartável”.

Solteira, Alinne aproveita para criticar o hábito das pessoas de só quererem conversar por internet e faz um desabafo. “O mercado está ruim, gente. O povo só quer saber de pedir nudes, ficar em um papo na internet e não sai daquilo ali. Me apresenta uns amigos Luciana, pelo amor de Deus”, brinca ela, que ainda nega qualquer envolvimento com o jogador de futebol Neymar após rumores: “Peguei nada, isso é só falação. Todo mundo fala o que quer”.

Ao final da atração, durante a brincadeira ‘Rapidinhas’, ela revela que possui o sonho de cantar ao lado do Rei Roberto Carlos e comenta: “Já fui confundida com a Cleo Pires”.

Apresentado por Luciana Gimenez, o Luciana By Night vai ao ar às terças-feiras, às 22h45, pela RedeTV!. A direção é de Cláudia Bexiga.

Conversas Poéticas: nova série da MultiRio destaca produção autoral de alunos e professores

Expressão de pensamentos e sonhos, mas também de angústias e desejos. A poesia vem sendo uma importante linguagem para que professores e alunos explorem suas emoções, especialmente em tempos de pandemia. Com isso, e a partir de uma ação desenvolvida pelo Núcleo Interdisciplinar de Apoio às Unidades Escolares (Niap), da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, a MultiRio lança a série audiovisual Conversas Poéticas, formada por programas curtos que compartilham essa experiência e dá visibilidade à produção autoral escolar.

Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *