19.3 C
Los Angeles
quarta-feira, outubro 5, 2022

PSDB desautoriza apoio de Garcia a Bolsonaro, e secretários ameaçam debandada

Ao menos quatro secretários do governo de São Paulo podem pedir demissão nesta quarta-feira, 4, em razão do apoio do governador Rodrigo Garcia (PSDB) ao presidente Jair Bolsonaro (PL).

Vasco vira nos acréscimos sobre o Operário e segue firme no G-4 da Série B

O resultado encerra uma sequência de oito derrotas seguidas do Vasco como visitante. A última vitória havia sido em 16 de julho, quando fez 3 a 1 no Sampaio Corrêa, em São Luís (MA)

Idosa de SP cai em golpe de ‘namoro’ com Johnny Depp e tenta reaver R$ 208 mil

A idosa conta no processo que começou a conversar no Instagram com um perfil falso do ator e se "envolveu amorosamente" com o golpista.
InícioBrasilRodrigo Maia diz que mudar a Previdência é a “mais importante reforma social do país”

Rodrigo Maia diz que mudar a Previdência é a “mais importante reforma social do país”

O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), usou hoje (2) as redes sociais para voltar a defender a aprovação da reforma da Previdência. Segundo Maia, a reforma é importante para solucionar o desequilíbrio fiscal do país e adiar a votação da proposta é “empurrar para o futuro a urgência de uma agenda social que mude de fato a vida do brasileiro”.

Em mensagens publicadas no seu perfil no Twitter, o presidente da Câmara disse que a mudança nas regras da aposentadoria é a “mais importante reforma social do país”.

O projeto da reforma, enviado pelo governo e alterado algumas vezes no Congresso para deixar as mudanças menos duras, está previsto para ser votado pelos deputados no dia 19 de fevereiro.

“Há uma urgência, sim, que o Brasil volte a ser um país seguro para atrair investimentos. Mas mais do que isso, aprovar a reforma é a única forma de garantirmos que o aposentado, o servidor público e o trabalhador jovem irão receber suas aposentadorias num futuro próximo”, escreveu Maia.

Como se trata de uma proposta de emenda à Constituição, a reforma da Previdência precisa ser aprovada duas vezes por 308 dos 513 deputados, antes de ser analisada no Senado, também em dois turnos.

Notícias recomendadas

Leia sobre outros assuntos:

Notícias mais lidas