Diário Carioca Google News

Cléo Pires concedeu entrevista ao programa do Fantástico neste domingo (6) e falou em um longo desabafo sobre a onda de ataques que vem sofrendo nas redes sociais.

O alvo dos ataques sofridos pela cantora e atriz é seu seu corpo. De acordo com o programa da Globo, Cléo vem sendo vítima de body shaming, quando alguém é julgado por sua aparência física.

A filha de Glória Pires e Fábio Jr. contou que passou a fazer terapia após ler tantos comentários negativos e gordofóbicos.

“Dói, né? Dói. Eu não estou imune a esse tipo de coisa. Não conheço alguém que não se importa quando tem uma enxurrada de gente dando opinião sobre a sua vida sem nem saber quem você é de verdade. E tudo bem também você ficar mal. Faz parte do processo, faz parte da vida”, coontou Cléo

A cantora lembrou que muitos diziam que seu rosto estava deformado após ela ter ganhado peso, enquanto outros internautas especularam sobre possíveis cirurgias plásticas que ela teria feito às escondidas.

“Eu já falei abertamente que fiz plástica no nariz e preenchimento nas olheiras há anos atrás. Não tem por que mentir. É óbvio. Minha cara está muito mais inchada. Eu estou diferente. Ganhei peso, meu rosto está diferente. Eu achava que eram 10 kg, mas foram 20 kg a mais. Obviamente você vai mudar. E gente, qual é o problema? Não é normal você ser pressionada e julgada por causa da sua aparência”, revelou.

Atualmente Cléo Pires está engajada na divulgação da websérie “Onde está Mariana?” , que integra o projeto Cleo On Demand e foi lançada na última terça-feira, 1, no Rio de Janeiro, durante evento de comemoração dos 37 anos da atriz carioca. Para assistir o episódio de estréia basta acessar https://www.instagram.com/tv/B3IsaX3FS_i/?igshid=8veyo57x8m4q

A Webserie feita exclusivamente para o Instagram traz no elenco nomes como Caroline Fernandez, Valesca Popozuda, que interpreta uma mulher que sofre violência do companheiro; a rapper King, que viverá a irmã da protagonista; Vilma Melo,  que recebeu o Prêmio Shell de Teatro, será a mãe de Mariana. O roteiro é assinado por Beatriz Rhaddou, Cláudio Simões e colaboração Matheus Chatack. A filmmaker é Jessica Teleze.

Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *