27.3 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, novembro 30, 2020
- Publicidade -

Procurador Eduardo El Hage diz que Rio de Janeiro vive dia triste

- Publicidade -

O procurador da República, Eduardo El Hage, coordenador da força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro, rebateu acusações feitas pelo governador afastado Wilson Witzel, que se disse vítima de perseguição política.

Durante a coletiva de imprensa em que detalhou a operação Tris in idem, desencadeada em conjunto com a Polícia Federal, El Hage afirmou que as investigações se sustentam e que não houve qualquer motivação política.

A ação, um desdobramento das Operações Favorito e Placebo, cumpriu mandados de prisão e de busca e apreensão contra agentes públicos, políticos e empresários, suspeitos de envolvimento em crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, especialmente em compras efetuadas durante a pandemia de Covid-19.

Segundo o procurador, a partir das investigações foi possível reunir provas robustas contra Witzel.

Como exemplo de provas que pesam contra o governador afastado, Eduardo El Hage narrou que as investigações encontraram e-mails encaminhados por Wilson Witzel. As mensagens envolveriam contratos entre o escritório da primeira-dama, Helena Witzel, e empresas citadas na delação premiada Edmar Santos, ex-secretário estadual de Saúde.

Diante do material coletado, El Hage garantiu que o pedido de afastamento do cargo era a única solução que poderia ser tomada.

O Ministério Público Federal chegou a pedir a prisão de Witzel, mas o ministro Benedito Gonçalves entendeu ser suficiente o afastamento do cargo.

Durante a coletiva, o superintendente Regional da PF no Rio de Janeiro, Tácio Muzzi, detalhou o andamento da operação, que também cumpriu mandado de busca e apreensão contra o vice-governador, Cláudio Castro, e o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, André Ceciliano.

Entre os presos nesta sexta-feira estão o presidente Nacional do PSC, Pastor Everaldo, e o ex-secretário de desenvolvimento do Rio de Janeiro e antigo braço direito de Witzel, Lucas Tristão.

Ouça também

Witzel diz que faltam provas sobre sua participação em irregularidades e critica MP

Em decisão do STJ, Wilson Witzel é afastado do cargo por 180 dias

- Publicidade -

Veja Também

Rota Charles Darwin será criada no Rio de Janeiro

O percurso compreende a faixa litorânea entre a Baía de Guanabara e Cabo Frio, abrangendo os municípios de Niterói, Maricá, Saquarema, Araruama, Iguaba Grande, São Pedro da Aldeia, Arraial do Cabo e Cabo Frio.

Rodrigo Manga, do Republicanos, é eleito prefeito de Sorocaba (SP)

Candidato recebeu 52,58% do total de votos válidos ...
- Publicidade -

Últimas Notícias

Rota Charles Darwin será criada no Rio de Janeiro

O percurso compreende a faixa litorânea entre a Baía de Guanabara e Cabo Frio, abrangendo os municípios de Niterói, Maricá, Saquarema, Araruama, Iguaba Grande, São Pedro da Aldeia, Arraial do Cabo e Cabo Frio.
- Publicidade -

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Escalação de Vasco x Ceará: Sem Gérman Cano, Tiago Reis e Ribamar disputam vaga

Em um confronto direto, Vasco e Ceará se enfrentam no início da noite desta segunda-feira, 30/11, em partida válida pela 23ª rodada do Brasileirão 2020.

Wladimir Garotinho foi o candidato mais votado em Campos dos Goytacazes (RJ)

Embora tenha obtido o maior número de votos, ele não foi proclamado vencedor, pois sua candidatura está sub judice ...

Rodrigo Manga, do Republicanos, é eleito prefeito de Sorocaba (SP)

Candidato recebeu 52,58% do total de votos válidos ...

‘Joaquim’, Gerente do tráfico na Mangueira, é preso na Barra da Tijuca

Policiais civis da 17ª DP (São Cristóvão) prenderam Yago Figueiredo, também conhecido como Joaquim, acusado de ser o gerente do...
- Publicidade -