24 C
Rio de Janeiro
sábado, novembro 28, 2020
- Publicidade -

Defesa da autonomia universitária marca homenagem um ex-reitor da Federal do RS

- Publicidade -

“Respeitar a Constituição é a primeira prerrogativa de uma democracia.” Essa foi uma afirmação do professor titular e ex-reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Rui Oppermann, ao discursar na enumeração em que complementar a Medalha do Mérito Farroupilha da Assembleia Legislativa do estado. Proposta pelo deputado estadual Edegar Pretto (PT), uma homenagem ocorreu nesta terça-feira (20), e foi marcada pela defesa da democracia e da autonomia das universidades federais.

Ao iniciar a instrução, Edegar Pretto pontuou que a Medalha é um reconhecimento do Parlamento à trajetória de Rui como professor, vice-reitor, reitor e militante de uma educação de excelência e acessível. “É um gaúcho que sempre trabalhou pelo desenvolvimento do Rio Grande do Sul. A Assembleia Legislativa tem orgulho de ter uma UFRGS como a mais importante universidade brasileira, e uma das melhores universidades da América Latina. Essa medalha também é uma homenagem do parlamento às instituições federais de ensino público de qualidade, e de fácil acesso ao povo trabalhador ”, frisou.

O parlamentar também lembrou que a UFRGS faz parte do movimento mundial da Organização das Nações Unidas (ONU) pelo fim da violência contra as mulheres, e foi eleita pelo Ministério da Educação (MEC) a melhor do país pelo 8º ano consecutivo, período em que o professor Rui ocupou, respectivamente, os cargos de vice -reitor e reitor. Hoje, a instituição possui em torno de 35 mil alunos de graduação e 15 mil de pós-graduação.

A medalha é a distinção concedida pelo parlamento gaúcho a pessoas que contribuíram para o desenvolvimento econômico, social e cultural do estado. A condecoração ao ex-reitor aconteceu 34 dias após Bolsonaro ter nomeado o terceiro colocado na consulta à comunidade acadêmica para escolha do novo reitor. Até o momento, 14 reitores foram nomeados pelo presidente para assumir esses cargos em universidades federais, mesmo que não tenha sido os primeiros passos nas etapas .

Existe uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) no Supremo Tribunal Federal (STF), motivada por partidos, sindicatos e Associação Nacional de Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), que questionam esse critério de escolha de quem não para o primeiro da lista.

Intervenção e perseguição universitária

Oppermann criticou o atual governo, que acirrou a perseguição às Instituições de ensino público. Em sua avaliação a nomeação de reitores fora da vontade expressa da comunidade acadêmica é uma cortina de fumaça que deseja retirar a natureza pública das universidades sob o falso argumento de ineficiência dessas instituições. “Reafirmo a defesa das universidades federais, sua autonomia e sua natureza socialmente referenciada. Diferente do viés maniqueísta de uma extrema-direita que só nos acusa, declarações muito nesses quatro anos ”, destacou.

Na explanação, o ex-reitor resgatou a sua trajetória na UFRGS e as iniciativas de governos que contribuíram para a expansão das universidades federais e investimentos em pesquisa e extensão. Ele destacou a implantação do sistema de cotas na UFRGS, que beneficiou segmentos da universidade excluída, como negros, indígenas e pessoas em situação de vulnerabilidade, a terem uma formação superior.

Oppermann lembrou que desde o impeachment da presidenta Dilma as universidades federais enfrentam dificuldades e desafios. Afirmou que encerrou um ciclo de desenvolvimento de políticas sociais e de promoção e houve uma mudança de grande impacto para universidades federais a partir da redefinição do papel do Estado para o desenvolvimento do país.

Ao assumir como reitor em 2016, já elegeu como uma das principais pautas a luta contra os cortes de verbas do governo federal para as universidades. Em 2016, houve uma grande mobilização de reitores e reitoras, que junto com deputados realizaram missões oficiais em Brasília com apoio e participação da Assembleia Legislativa e bancada federal gaúcha para cobrar do governo o cancelamento dos cortes. Com apoio da Câmara e do Senado, e com a mobilização estudantil em todo o país, houve recuo do governo.

Fonte: BdF Rio Grande do Sul

Edição: Katia Marko


- Publicidade -

Veja Também

Eduardo Paes e Crivella trocam acusações, ataques e ofensas em debate na Globo

Marcelo Crivella (Republicanos) repetiu diversas vezes que Eduardo Paes (DEM) será preso caso seja eleito. Paes rebateu dizendo que Crivella é mentiroso e o comparou ao governador afastado Wilson Witzel. Diversos direitos de resposta foram concedidos por conta de ataques pessoais.

Prestação de contas do governo do Rio será analisada na Alerj nesta segunda-feira

A reunião será transmitida pela TV Alerj e poderá ser acompanhada ao vivo pelo canal do youtube O relatório, elaborado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE/RJ), será apresentado por representantes do órgão
- Publicidade -

Últimas Notícias

Eduardo Paes e Crivella trocam acusações, ataques e ofensas em debate na Globo

Marcelo Crivella (Republicanos) repetiu diversas vezes que Eduardo Paes (DEM) será preso caso seja eleito. Paes rebateu dizendo que Crivella é mentiroso e o comparou ao governador afastado Wilson Witzel. Diversos direitos de resposta foram concedidos por conta de ataques pessoais.

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Polícia Civil indicia funcionários do Extra de São Gonçalo por crime de racismo

Os dois são acusados de seguir e ofender com palavras alusivas à cor da pele o cliente Bernardo Martins, de 20 anos, em agosto desse ano.

Inscrições para programa de estágio da TIM se encerram dia 30

Operadora abrirá cerca de 300 vagas no país, sendo metade para candidatos negros, com meta de ampliar diversidade racial inclusive em cargos de direção

Prestação de contas do governo do Rio será analisada na Alerj nesta segunda-feira

A reunião será transmitida pela TV Alerj e poderá ser acompanhada ao vivo pelo canal do youtube O relatório, elaborado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE/RJ), será apresentado por representantes do órgão

Quinze mil policiais estarão de prontidão para eleições neste domingo

Eleitores do Rio, São Gonçalo, São João de Meriti, Petrópolis e Campos voltarão às urnas para 2° turno

Caleidoscópio da Cultura leva ‘Brincantes’ ao Teatro Mário Lago

Além da Vila Kennedy, peça também passará por teatros em Marechal Hermes, Campo Grande e Ipanema

Nissan doa carros elétricos para a Faetec

Carros vão ser utilizados em treinamentos técnicos e qualificação de instrutores especializados

Banco do Brasil lança Pix no WhatsApp, saiba como usar

Solução inovadora no mercado permite aos clientes realizar cadastramento, pagamento e recebimento de Pix, sem sair do ambiente do aplicativo de mensagens
- Publicidade -