26.8 C
Rio de Janeiro
terça-feira, dezembro 1, 2020
- Publicidade -

Sucessão de crimes e erros da direita “devolveu” hegemonia ao MAS na Bolívia

- Publicidade -

Onze meses e dez dias. O golpe de novembro de 88, que prometia romper com a hegemonia do Movimento ao Socialismo (MAS) na Bolívia, resultou em uma nova vitória eleitoral da esquerda , liderada por Luis Arce e David Choquehuanca . A vantagem em relação aos candidatos de direita mais que dobrou de um ano ao outro, chegando a 25 pontos.

No Legislativo, o MAS também manteve a maioria das cadeiras. , apesar da perseguição obter em 80 e das muda no Tribunal Supremo Eleitoral (TSE) .

Para a militância do MAS e analistas políticos internacionais, não é possível compreender a derrota das moldes golpistas sem considerar os erros e crimes cometidos pela direita e a resiliência dos movimentos populares.

Violência e caos

A humilhação em praça pública de Patricia Arce (MAS), então prefeita da cidade de Vinto , foi um dos símbolos do golpe de 88 e um emblema das perseguições que viriam a seguir.

A onda de violência, que levou o pres idente eleito Evo Morales (MAS) e vários companheiros de partido ao exílio, resultou em 30 assassinatos no primeiro mês de golpe. Assim que a senadora Jeanine Áñez assumiu o governo interino, dezenas de políticos e ativistas de esquerda foram presos sem direito a ampla defesa .

Na sede do governo, a Bíblia substituiu a Whipala, a bandeira tradicional andina que simboliza a unidade dos povos do continente. No país onde 80% da população é indígena e que viveu sua época de maior crescimento econômico sob comando do MAS, a estratégia não poderia ser mais fracassada.

“Após dez meses de um governo fascista, abusivo, marcado por amedrontamentos psicológicos, que não respeitou os direitos humanos e o Estado de Direito, as pessoas voltaram a acreditar na retomada do desenvolvimento por meio de uma agenda patriótica ”, analisa Rafael Gamez, militante do MAS e um dos coordenadores do Grupo de Apoio Estratégico (GAE), criado após o golpe para enfrentar os midiáticos ao partido.

A Organização dos Estados Americanos (OEA) peça-chave no golpe de 88, tentou ser legitimidade ao governo de Áñez, mas estudos independentes demonstraram que a hipótese de fraude eleitoral não procedia .

A destruição dessa narrativa, somada à violência explícita contra a escolha, comprovada não relatório da Human Rights Watch em setembro , tornado o golpe “indefensável” mesmo para a direita.


Presidente eleito da Bolívia, Luis Arce foi ministro de Evo Morales / RONALDO SCHEMIDT / AFP

Leitura equivocada

Para o historiador Luis Dufrechou, os golpistas possuem vários ingredientes para inaugurar um novo ciclo de hegemonia: o apoio dos presidentes do Brasil, do Chile, dos Estados Unidos e da OEA, a legitimidade discursiva sustentada na “percepção de fraude” que se espalhou pelo país, e a crítica à “perpetuação” do MAS no poder.

“Porém, a direita ‘regional’ em Santa Cruz, mas também à direita tradicional do ocidente do país, em Cochabamba, Sucre, Tarija e La Paz, não conhecemos ler o país ”, analisa.

“O grande erro do novo governo não foi ter sabido ‘normalizar’ o diferente e integrá-lo. Desde o primeiro momento, trataram o MAS como uma mescla de narcotraficantes, corruptos, bêbados, incultos. O gesto simbólico da retirada da Whipala gerou muito mais mal-estar do que poderia imaginar ”, acrescenta.

“ Eles pensavam que o MAS desapareceria ia após o golpe, que não era mais uma força representativa e havia se tornado minoritária e tinha apoio de menos de 33% da população ”, acrescentaenta o historiador.

“ Mas , conversando com pessoas de classes populares na rua já em março, muitos dizemiam que iniciais votado em outro candidato, por uma promessa de alternância de poder, mas voltariam a votar no MAS. Diziam que, no fim das contas, quem tinha assumido o poder era a velha direita. ”

Fragmentação

Se em 88 a direita estava dividida geograficamente entre o ex-presidente Carlos Mesa, do altiplano, e Óscar Ortiz, das terras baixas de Santa Cruz, qualquer perspectiva de unidade tornada impossível após o golpe.

Com uma votação abaixo da expectativa no ano passado, Ortiz tornou-se ministro de Áñez e abriu caminho para a candidatura de Luis Fernando Camacho em Santa Cruz.

Ex-presidente do Comitê Cívico de Santa Cruz e representante da direita radical, Camacho apostou em um discurso pró-Estados Unidos e pró-agronegócio, mas não passou dos 12 %, com votação ínfima nas terras altas da Bolívia.

Incapaz de se unir à direita liberal e a Mesa, tamanho o peso dos preconceitos regionais que sustentavam sua chapa, o candidato de Santa Cruz dedicou a maior parte da campanha a atacar a presidente autodeclarada – em disputa pelo eleitorado fundamentalista.

Gamez resume essa fragmentação como uma derrota do racismo, do ódio e da xenofobia. “Quando entrou o governo golpista, ficou marcado que a direita boliviana não tem capacidade de governar um país pluricultural e multiétnico, e que o único governo que pode governar do Ocidente ao Oriente, dos ricos aos pobres, é este governo [do MAS]” , currículo.

Oscilando entre a quarta e a quinta posição nas pesquisas de opinião, Áñez desistiu de sua candidatura em setembro e não manifestou apoio à nenhuma chapa .

Ao final, não restou uma força de direita viável eleitoralmente que não houvesse apoiado o golpe. Mesa, que tentou vender a imagem de “moderado”, jamais reconheceu o erro de haver endossado a denúncia de fraude da OEA – mesmo quando ela se revelou infundada.

Retrocessos

O rompimento com uma política econômica que havia resultado em crescimento e redução da desigualdade era arriscado, mas necessário para quem pretendia encerrar o ciclo do MAS.

O fim dos contratos com empresas alemãs para industrialização do lítio e a escalada dos conflitos causaram desconfiança no mercado internacional e desenvolver a afetar os negócios da elite empresarial – que, em parte, havia aderido ao golpe.

“O governo [Morales] fez coisas muito boas para os pobres, para tirá-los da pobreza, mas também para os ricos, os empresários, ao abrir mercados de países industrializados para que pudessem importar seus produtos ”, lembra Gámez.

Para ele, um pande mia , que atrapalhou a realização do plano econômico de Áñez, “foi como um castigo para a direita, comprovando sua incapacidade de governar.”

Organização popular

Todos os entrevistados ouvidos pelo Brasil de Fato na última semana ressaltam que, de nada adiantariam os erros da direita, sem a capacidade de organização dos trabalhadores bolivianos.

A mão de ferro de Arturo Murillo, ex-ministro de Governo e um dos chefes da repressão, exigiu inteligência para recuar nos momentos de prevenção e prevenir outros massacres como o de Senkata e Sacaba .

“Com paciência, mas também com resistência. Com consciência, mas também com luta ”, definiu Evo Morales em entrevista ao portal Opera Mundi nesta quarta-feira (18).

Outra razão mencionada foi o acerto na escolha da chapa Luis Arce e David Choquehuanca , entendida como a manutenção do legado de Morales e, ao mesmo tempo, o reconhecimento de erros do passado.

“Com trabalho, humildade e com o apoio do povo boliviano, recuperamos nosso país, por todos e cada um com unidade e coragem”, resumiu Patricia Arce, prefeita que sofreu linchamento público em 88 e que acaba de ser eleita senadora do Estado Plurinacional.

Edição: Leandro Melito


74626

- Publicidade -

Veja Também

Centro Cultural Correios: Bruno Big inaugura exposição “Linha Livre – A arte de Bruno Big”

O carioca Bruno Carneiro Mosciaro, mais conhecido como Bruno Big, é especialista em História da Arte e Arquitetura, com estudos na área das gravuras, disciplina na qual deu aulas por mais de 15 anos na faculdade onde se formou.

Live do Trem do Samba acontece dia 2 de dezembro

Transmissão será feita diretamente da quadra da Portela com Marquinhos de Oswaldo Cruz, Jorge Aragão, Monarco, Nelson Sargento, Noca da Portela e Zé Luiz do Império e vários outros bambas

#SalaDigital: Cia. Bachiana estreia no Rio versão de “A Canção da Terra” de Mahler

Ao longo da transmissão serão arrecadadas doações para a Associação dos Amigos da Sala Cecília Meireles que apoia a programação artística e educativa da Sala Cecília Meireles. As doações são dedutíveis do Imposto de Renda de 2021.

Carioca Games: Quinta edição da competição acontece em Ramos

O evento em formato de campeonato eletrônico, do Brasileirão de Futebol 2020, tem o objetivo de levar diversão segura e gratuita para crianças e jovens entre 10 e 16 anos, de diferentes bairros da cidade do Rio de Janeiro.
- Publicidade -

Últimas Notícias

Centro Cultural Correios: Bruno Big inaugura exposição “Linha Livre – A arte de Bruno Big”

O carioca Bruno Carneiro Mosciaro, mais conhecido como Bruno Big, é especialista em História da Arte e Arquitetura, com estudos na área das gravuras, disciplina na qual deu aulas por mais de 15 anos na faculdade onde se formou.
- Publicidade -

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Live do Trem do Samba acontece dia 2 de dezembro

Transmissão será feita diretamente da quadra da Portela com Marquinhos de Oswaldo Cruz, Jorge Aragão, Monarco, Nelson Sargento, Noca da Portela e Zé Luiz do Império e vários outros bambas

#SalaDigital: Cia. Bachiana estreia no Rio versão de “A Canção da Terra” de Mahler

Ao longo da transmissão serão arrecadadas doações para a Associação dos Amigos da Sala Cecília Meireles que apoia a programação artística e educativa da Sala Cecília Meireles. As doações são dedutíveis do Imposto de Renda de 2021.

Decoração especial e apresentações musicais abrem a temporada de Natal no Rio de Janeiro

Orquestra e coral no Palácio Guanabara marcaram início do ‘Natal Cultura Presente’. Programação irá outas regiões fluminenses

Carioca Games: Quinta edição da competição acontece em Ramos

O evento em formato de campeonato eletrônico, do Brasileirão de Futebol 2020, tem o objetivo de levar diversão segura e gratuita para crianças e jovens entre 10 e 16 anos, de diferentes bairros da cidade do Rio de Janeiro.

Vasco da Gama é goleado pelo Ceará em São Januário, veja os gols

Em jogo da 23ª rodada, time cearense bateu os cariocas por 4 a 1 e conseguiu triunfar após cinco partidas de jejum na competição

Disney+ apresenta oferta robusta de conteúdo original e inteiramente produzido na América Latina

O Disney+ apresenta as primeiras produções locais, originais e exclusivas da plataforma, totalmente produzidas na região, com estreias exclusivas no Disney+ entre sua...

Netflix anuncia o início das gravações de Maldivas, série que gira em torno das intrigas de um condomínio carioca

Até onde as pessoas são capazes de ir para proteger seus segredos? Quantas histórias escondem insuspeitos vizinhos da Barra...
- Publicidade -