24 C
Rio de Janeiro
sábado, novembro 28, 2020
- Publicidade -

Oposição se manifesta contra veto de Bolsonaro a vacina chinesa: “Ato genocida”

- Publicidade -

Líderes dos partidos de acordo na Câmara dos Deputados divulgados na quarta-feira (19) um manifesto de repúdio à negativa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em comprar vacina de fabricação chinesa CoronaVac, contra o novo coronavírus .

Os parlamentares classificaram como “ato genocida contra o povo brasileiro” conforme declarações do presidente que não vai permitir a compra de 46 milhões de doses da vacina. Para eles, Bolsonaro deve ser responsabilizado – inclusive criminalmente – pelas mortes causadas pela covid – 10.

“Negar o acesso da população a uma vacina, qualquer vacina, capaz de prevenir a doença altamente mortal, é um crime grave, pelo qual o seu autor deve responder não apenas à história, mas aos tribunais”, dizem os deputados no texto.

:: Bolsonaro age como “cão adestrado do Trump” em disputa com a China, diz Sérgio Amadeu ::

Segundo os líderes, a negligência de Bolsonaro se enquadra nos crimes de tentativa de homicídio, ameaça de genocídio e crime contra a humanidade. Deveria ser julgado pela Justiça brasileira e por cortes internacionais de direitos humanos, pedem os autores do manifesto.

“Por ignorância e preconceito, Bolsonaro faz de sua índole neofascista e de sua cega subserviência ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, uma arma que vai expor à morte a pop ulação brasileira ”, dizem os deputados no manifesto.

Ao rebater a declaração do presidente de que” o povo brasileiro não será cobaia de ninguém “, a lembrou que o mesmo mandatário fez forte campanha pelo uso da cloroquina , uma medicação sem eficácia contra a covid, e estimulou o uso de uma medicação para o vermes, igualmente inútil contra o coronavírus.

“A ideia não vai permitir que Bolsonaro cometa mais este crime contra a população brasileira. Vai denunciá-lo e pleitear no Supremo Tribunal Federal a proibição do veto à vacina e a sua punição, caso insista em cometer esta insanidade ”, pontuaram os parlamentares.

Leia o manifesto completo :

NOTA DOS PARTIDOS DE OPOSIÇÃO

Veto de Bolsonaro a vacina contra Covid – 19 é ato genocida contra o povo brasileiro

Os líderes dos partidos de nomenclatura na Câmara dos Deputados repudiam como declaração do presidente da República, Jair Bolsonaro, sobre o eventual uso de vacina chinesa contra a Covid – 10

A declaração do presidente da República de que não vai permitir a compra de 21 milhões de doses da vacina Coronavac, de fabricação chinesa, anunciada ontem pelo seu ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, evidencia o desprezo à vida dos brasileiros.

Se havia alguma dúvida de que, por negligência, Deveria do Bolsonaro ser responsabilizado por parte das mais de 46 mil mortes de brasileiros pela Covid – 10, qualquer controvérsia se dissipou hoje.

Negar o acesso da população a uma vacina, qualquer vacina , capaz de prevenir doença altamente mortal, é um crime grave, pelo qual o seu autor deve responder não apenas à história, mas aos tribunais. Por ignorância e preconceito, o Bolsonaro faz de sua índole neofascista e de sua cega subserviência ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, uma arma que vai expor à morte a população brasileira – sobretudo os trabalhadores da linha de frente do combate à doença, assim como idosos e integrantes de grupos de risco. Quantos brasileiros ainda vão morrer por conta dessa disputa eleitoral promovida por Bolsonaro?

Trata-se de tentativa de homicídio, ameaça de genocídio e crime contra a humanidade. Crimes que devem ser julgados pelo Judiciário brasileiro e em foros internacionais de defesa dos direitos humanos.

Desonesto, Bolsonaro alega que vai vetar a vacinação com a Coronavac porque “o povo brasileiro não será cobaia de ninguém”. Esse é o mesmo presidente que fez os brasileiros de cobaia da cloroquina, remédio que não cura a Covid – 10 e tem efeitos colaterais que podem matar . Bolsonaro desperdiçou dinheiro público obrigando o Exército a fabricar quantidades gigantescas de cloroquina, mesmo sabendo que ela era inócua e perigosa.

É o mesmo que promoveu um serviço de incentivo ao uso de um remédio contra vermes, igualmente inútil, estimulando seu uso por meio de um gráfico mentiroso, copiado de um banco de imagens da internet.

)

A Oposição não vai permitir que Bolsonaro cometa mais este crime contra a população brasileira. Vai denunciá-lo e pleitear no Supremo Tribunal Federal a proibição do veto à vacina e a sua punição, caso insista em cometer esta insanidade.

Basta de brincar com a vida do povo brasileiro!

Brasília, 19 de outubro de 2020

José Guimarães (PT-CE), Líder da Minoria na Câmara

André Figueiredo (PDT / CE), Líder da Oposição na Câmara

Carlos Zarattini (PT_SP), Líder da Minoria no Congresso Nacional

Alessandro Molon (RJ), Líder do PSB

Enio Verri (PR), Líder do PT

Wolney Queiroz (PE), Líder do PDT

Sâmia Bomfim ( SP), Líder do PSOL

Perpétua Almeida (AC) , Líder do PCdoB

Joênia Wapichana (RR), líder da Rede

Edição: Leandro Melito


- Publicidade -

Veja Também

Eduardo Paes e Crivella trocam acusações, ataques e ofensas em debate na Globo

Marcelo Crivella (Republicanos) repetiu diversas vezes que Eduardo Paes (DEM) será preso caso seja eleito. Paes rebateu dizendo que Crivella é mentiroso e o comparou ao governador afastado Wilson Witzel. Diversos direitos de resposta foram concedidos por conta de ataques pessoais.

Prestação de contas do governo do Rio será analisada na Alerj nesta segunda-feira

A reunião será transmitida pela TV Alerj e poderá ser acompanhada ao vivo pelo canal do youtube O relatório, elaborado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE/RJ), será apresentado por representantes do órgão
- Publicidade -

Últimas Notícias

Eduardo Paes e Crivella trocam acusações, ataques e ofensas em debate na Globo

Marcelo Crivella (Republicanos) repetiu diversas vezes que Eduardo Paes (DEM) será preso caso seja eleito. Paes rebateu dizendo que Crivella é mentiroso e o comparou ao governador afastado Wilson Witzel. Diversos direitos de resposta foram concedidos por conta de ataques pessoais.

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Polícia Civil indicia funcionários do Extra de São Gonçalo por crime de racismo

Os dois são acusados de seguir e ofender com palavras alusivas à cor da pele o cliente Bernardo Martins, de 20 anos, em agosto desse ano.

Inscrições para programa de estágio da TIM se encerram dia 30

Operadora abrirá cerca de 300 vagas no país, sendo metade para candidatos negros, com meta de ampliar diversidade racial inclusive em cargos de direção

Prestação de contas do governo do Rio será analisada na Alerj nesta segunda-feira

A reunião será transmitida pela TV Alerj e poderá ser acompanhada ao vivo pelo canal do youtube O relatório, elaborado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE/RJ), será apresentado por representantes do órgão

Quinze mil policiais estarão de prontidão para eleições neste domingo

Eleitores do Rio, São Gonçalo, São João de Meriti, Petrópolis e Campos voltarão às urnas para 2° turno

Caleidoscópio da Cultura leva ‘Brincantes’ ao Teatro Mário Lago

Além da Vila Kennedy, peça também passará por teatros em Marechal Hermes, Campo Grande e Ipanema

Nissan doa carros elétricos para a Faetec

Carros vão ser utilizados em treinamentos técnicos e qualificação de instrutores especializados

Banco do Brasil lança Pix no WhatsApp, saiba como usar

Solução inovadora no mercado permite aos clientes realizar cadastramento, pagamento e recebimento de Pix, sem sair do ambiente do aplicativo de mensagens
- Publicidade -