23 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, dezembro 2, 2020
- Publicidade -

Pesquisa inédita desmitifica corrupção no serviço público

- Publicidade -
- Publicidade -

O senso comum tende a colocar a corrupção como algo inerente ao serviço público e consequentemente ao servidor público. No Dia do Servidor Público, 15 de outubro, o Sindicato dos Servidores de Nível Superior do Rio Grande do Sul (Sintergs) divulga uma pesquisa que desmitifica a premissa. De acordo com levantamento, as atitudes antiéticas adquiridas de fora para dentro: 52% dos servidores de nível superior do estado já sofreram tentativa de corrupção. Resultado serviço de base para criação de uma cartilha com diretrizes contra corrupção.

Realizado em convênio com a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e elaborado por pesquisadores do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da universidade, uma pesquisa foi feita com 191 associados do Sintergs, de diferentes áreas e secretarias de governo , como saúde, agricultura, obras, cultura e planejamento, entre os meses de fevereiro e maio de 2020. Com orientação do professor Ângelo Costa, os dados fazem parte da dissertação de mestrado do psicólogo Felipe Vilanova.

- Publicidade -

:: Reforma administrativa fragiliza direitos e permite perseguição, dizem especialistas ::

Dos 366 participantes, 191 declararam já terem sido assediados com propostas. Destes, 42, 2% recebeu oferta de presentes e 28% de propina. Além disso, 49, 6% acham que a oferta de corrupção no seu setor nos últimos dois anos não mudou em nada.

De acordo com o presidente do Sintergs, Antonio Augusto Medeiros, a percepção equivocada sobre a corrupção no serviço público é um dos fatores que motivaram o sindicato a participar da pesquisa acadêmica. Ainda segundo ele, ela desmitifica, com dados científicos, discursos enganosos de sucessivos governos. “A pesquisa evidenciou aquilo que há tempos já sabíamos, o engajamento dos servidores púbicos em coibir posturas antiéticas”, frisou o presidente em coletiva à imprensa realizada na manhã desta quarta-feira (28).

:: Para professora, reforma administrativa legaliza a precarização dos serviços públicos ::

O orientador da pesquisa, do professor Angelo Brandelli Costa ressaltou que ao analisar a corrupção e o serviço público é preciso separar o servidor público, dos cargos comissionados e o poder público (Executivo). “A população, em geral, tem imagem contrária, mas a verdade é que os servidores públicos parecem ter menor propensão à corrupção.”

Conforme saliente o pesquisador Felipe Vilanova, “a menor disposição à corrupção entre trabalhadores do serviço público se assemelha ao verificado na Dinamarca ”.



Para a maioria dos servidores como medidas de combate à corrupção são muito e pouco eficientes / Divulgação

Reforma Administrativa e o papel do Executivo

Na avaliação do presidente do Sintergs, a aprovação da reforma Administrativa, com o fim da estabilidade e do concurso público, pode fazer com que aumente como práticas antiéticas e corruptas. Ele também lembra que o ataque aos servidores e ao serviço público vem de longo tempo.

Em relação ao papel do Estado no combate à corrupção, 33, 2% disseram que as medidas foram ineficientes e 22, 5% indicaram que nada mudou. “Por mais que se tenha uma narrativa de combate à corrupção por parte do poder público, na prática ela não é observada, não acontece”, frisa Medeiros.

Na avaliação de Vilanova, os representantes governamentais seguem para mudar o embasamento do combate à corrupção. “O ideal seria que os governos pensassem em propostas de combate à corrupção com a academia e com associações focadas nisso, como a Transparência Internacional. Assim as soluções tenderiam a ser mais eficaz. Hoje as propostas são predominantemente pautadas em achismo e senso comum ”, finaliza

Diretrizes para combater a corrupção

A cartilha Diretrizes para combater a corrupção – Pesquisa desconstrói a narrativa da falta de ética no serviço público, os alegam sugestões a partir da pesquisa e outros estudos sobre o tema. Com base nos dados, os pesquisadores propuseram cinco diretrizes:

1 – Reduzir sensação de esgotamento nos funcionários, priorizando decisões que envolvem os recursos financeiros ou públicas no início do expediente;

2 – Promover ambientes de cooperação;

3 – Coibir práticas antiéticas;

4 – Garantir que cargos de liderança sejam ocupados por quem distingue práticas legais de ilegais;

5 – Garantir transparência, efetividade e segurança dos canais de denúncia.

Perfil dos participantes da pesquisa

366 pessoas, entre 22 e 85 anos, todos associados ao Sintergs

86% se declararam brancos

75, 7% têm alguma religião espiritual ou religião

65, 5% estão na ativa

61, 4% são mulheres

42, 7% são da classe C

48, 1% desempenham atividade de fiscalização

75, 2% não têm filiação partidária

Fonte: BdF Rio Grande do Sul

Edição: Katia Marko


Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Veja Também

Últimas Notícias

Brasil retoma produção de urânio

No país, o minério é usado dentro de usinas nucleares e para a propulsão nuclear de submarinos

Flamengo dá adeus a Libertadores após perder nos pênaltis para o Racing

Após empate em 1 a 1, time da Gávea é superado por 5 a 3

Governador do Rio de Janeiro anuncia megatestagem e descarta mais restrições

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), serão abertos três centros de testagem esta semana, com capacidade para 1,5 mil testes por dia.

Projeto retira exigência de capital social mínimo para criação de Eireli

De acordo com a proposta, para constituir uma a Eireli basta que o interessado seja o único detentor do capital social da empresas, independentemente de valor mínimo.

Detran prorroga prazo de licenciamento anual para 31 de dezembro

Outra medida do departamento foi a criação de um calendário para transferência de propriedade

Cinemão: Cinema móvel realizará 15 exibições em comunidades da Zona Oeste

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal da Cultura, através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura...

Academia de Policia Militar do Rio de Janeiro completa 100 anos

Unidade é a escola de Ensino Superior da corporação, responsável pela formação de oficiais

Quatro finalistas disputam título de melhor bartender amador do Brasil no último episódio do “Bar Aberto”

Claudio Galicia, Leandro Santos, Lucio Manosso e Nathiaga Borges chegam à reta final da competição e serão avaliados por quatro convidados de renome

UM Gastronomia: Ilha da Coroa ganha casa com cardápio original e contato com a natureza

Com o objetivo de oferecer uma experiência ímpar, os empresários Bruno Magalhães, Bruno Vaz e Conrado Rodrigues apresentam seu novo estabelecimento,...

Táxis amarelinhos vão poder cobrar bandeira II

O valor do quilômetro rodado da bandeira II é de R$ 3,12, enquanto a tarifa convencional é de R$ 2,60 por quilômetro rodado.

Luiz Solano toma posse como presidente da Abrajet/DF – A volta dos cassinos – O Rio pontifica

A convite do presidente da Abrajet Nacional (Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo), Evandro Novak (SC), o jornalista Luiz Solano (foto) tomará posse como presidente da Abrajet/DF no próximo dia 18, às 16 horas, na Associação Comercial do DF (ACDF), da qual é diretor

10ª edição do Festival Novas Frequências homenageia Jocy Oliveira

. A 10ª edição do Festival Novas Frequências é viabilizado com o patrocínio do Governo do Estado do Rio de Janeiro, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura e da empresa Oi, através da correalização do Centro Cultural Oi Futuro

Crivella indica José Ricardo Parreira de Castro para ser conselheiro do TCM

José Ricardo Parreira de Castro é formado em Direito pelo Centro Universitário da Cidade, com mestrado na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro e Pós-graduação na Fundação Getúlio Vargas e na Universidade Estadual de Campinas.

Grupo Reflexo comemora 20 anos de sucesso no Renascença Clube

Muito querido no bairro do Andaraí, o Grupo Reflexo acredita que vão muitos amigos bambas dar àquela canja. Mas os convidado especiais são os grupos “Nova Raiz do Samba” e “Batuque de Malandro”.
- Publicidade -