21.4 C
Rio de Janeiro
sábado, novembro 21, 2020
- Publicidade -

Vídeo | Síria denuncia à ONU e OMS efeitos das sanções externas no combate à covid-19

- Publicidade -

O Ministro das Relações Exteriores da Síria, Walid AMuallem, se reuniu nessa segunda-feira (19) com o enviado especial da ONU para a Síria, Geir Pedersen. Na ocasião, o ministro sírio expôs ao organismo internacional como medidas unilaterais contra a Síria entre em conflito com a soberania da população do país.

O governo sírio também denunciou ao representante da Organização Mundial da Saúde (OMS) para o Mediterrâneo Oriental, Ahmed Al-Mandhari, os efeitos das sanções impostas pelos Estados unidos e pela União Europeia nos esforços para oferecer serviços de saúde à população síria em meio ao combate contra um covid – 10.

Durante a visita, a OMS doou cerca de 8 toneladas de médicos para reforçar a resposta das instituições de saúde sírias em meio à pandemia. A ajuda inclui medicamentos, suprimentos e equipamentos médicos, três ambulâncias e cinco clínicas móveis para serviços de saúde para enfrentar a crise de covid – 19 .

Assista a reportagem em vídeo, realizada em parceria com a teleSUR :

Edição: Luiza Mançano


- Publicidade -

Veja Também

- Publicidade -

Últimas Notícias

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Filhos de Gugu falam sobre o pai no Domingo Espetacular

O Domingo Espetacular deste final de semana, dia 22/11, exibe uma reportagem especial em homenagem a Gugu Liberato. Esta...

MC Mirella bombardeia Jake e Mariano, surpreende na avaliação de Biel, Raissa e Stéfani e comenta sinais combinados com ex-peões

O Hora do Faro deste domingo (22/11) recebe a décima e mais recente eliminada de A Fazenda 12, MC Mirella, e dá sequência...

Case “Vivi Guedes”, como embaixadora da Fiat, leva três troféus no Effie Awards Brasil

- Ação da Fiat com a agência Leo Burnett Tailor Made e a Rede Globo foi um dos destaques da premiação

Fazendas milionárias do megatraficante Cabeça Branca vão à leilão

As terras de um dos principais traficantes da América Latina são avaliadas em mais de R$ 9 milhões
- Publicidade -