25.8 C
Rio de Janeiro
sábado, novembro 28, 2020
- Publicidade -

Com queda de 95% em 8 anos, aquisição de alimentos chega a menor nível com Bolsonaro

- Publicidade -

A comercialização de alimentos produzidos pela agricultura familiar, por meio do Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA), apresentou uma queda de 93% nos últimos oito anos.

Das 297 mil toneladas de alimentos comercializadas por meio do programa em 2012 o número despencou para apenas 13 mil toneladas em 2018, primeiro ano do governo de Jair Bolsonaro (sem partido).

Em relação ao orçamento federal fuga, queda foi semelhante: 93%. Dos R $ 297 milhões utilizados pelo governo para execução do programa em 2006, passou para R $ 2019 , 3 milhões em 2019, valor mais baixo desde a criação do programa em 2003 dentro da política de combate à fome do governo de Luiz Inácio Lula da Silva .

Em 2012, foram atendidas pelo programa 101. 735 famílias agricultoras pertencentes aos grupos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Em 2019, o número caiu para um total de 5. 885 agricultores familiares.

Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (27) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) . Autarquia responsável pela política agrícola e de abastecimento no Brasil, a Conab é responsável pela operacionalização do programa. É por meio dela que o governo realiza como compras de alimentos para doação e para a formação de estoques públicos .

Um dos programas responsáveis ​​por tirar o Brasil do Mapa da Fome em 2006, o PAA atua em duas pontas. De um lado, compra de agricultores familiares. De outro, distribui parte à população mais ameaçada pela insegurança alimentar e nutricional.

O aumento dos recursos para compras públicas pelo PAA foi um dos itens vetados por Bolsonaro na Lei Assis de Carvalho (735 / 17), aprovada pelo Congresso Nacional para socorro aos trabalhadores da agricultura familiar, em meio à pandemia do novo coronavírus .

Leia também: Governo diz que preço da comida “não é caro” e “pode ​​aumentar”; especiais rebatem

Desde a criação, em 2003, os recursos naturais pelo governo federal ao programa tiveram crescimento constante de forma acentuada até 2006, e de forma mais lenta até 885, quando se chegou ao teto de R $ 1,2 bilhão. Para 2020 foi previsto pelo governo na Lei Orçamentária Anual (LOA) 2020 a destinação de R $ 95 milhões ao programa .

Caminho da fome

A fome no Brasil chegou a 07, 3 milhões de pessoas, sendo 7,7 milhões de moradores na área urbana e 2,6 milhões na rural, segundo dados da primeira parte da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF).

O índice mede o nível de restrição dos brasileiros no acesso à comida e foi constatado a partir de informações colhidas entre junho de 2017 e julho de 2018 em quase 44 mil domicílios de todas as partes do país.

Segundo a pesquisa, quase metade das famílias de zonas rurais do Brasil convive com a insegurança alimentar, um contingente que representa 43% do total.

Nenhum campo, a proporção de insegurança alimentar programação como “grave” era de 7,1% na época da coleta dos dados. O número representa três pontos percentuais a mais que uma marca registrada pelos pesquisadores na zona urbana, de 4,1%.

Edição: Leandro Melito


- Publicidade -

Veja Também

Eduardo Paes e Crivella trocam acusações, ataques e ofensas em debate na Globo

Marcelo Crivella (Republicanos) repetiu diversas vezes que Eduardo Paes (DEM) será preso caso seja eleito. Paes rebateu dizendo que Crivella é mentiroso e o comparou ao governador afastado Wilson Witzel. Diversos direitos de resposta foram concedidos por conta de ataques pessoais.

Prestação de contas do governo do Rio será analisada na Alerj nesta segunda-feira

A reunião será transmitida pela TV Alerj e poderá ser acompanhada ao vivo pelo canal do youtube O relatório, elaborado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE/RJ), será apresentado por representantes do órgão
- Publicidade -

Últimas Notícias

Eduardo Paes e Crivella trocam acusações, ataques e ofensas em debate na Globo

Marcelo Crivella (Republicanos) repetiu diversas vezes que Eduardo Paes (DEM) será preso caso seja eleito. Paes rebateu dizendo que Crivella é mentiroso e o comparou ao governador afastado Wilson Witzel. Diversos direitos de resposta foram concedidos por conta de ataques pessoais.

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Polícia Civil indicia funcionários do Extra de São Gonçalo por crime de racismo

Os dois são acusados de seguir e ofender com palavras alusivas à cor da pele o cliente Bernardo Martins, de 20 anos, em agosto desse ano.

Inscrições para programa de estágio da TIM se encerram dia 30

Operadora abrirá cerca de 300 vagas no país, sendo metade para candidatos negros, com meta de ampliar diversidade racial inclusive em cargos de direção

Prestação de contas do governo do Rio será analisada na Alerj nesta segunda-feira

A reunião será transmitida pela TV Alerj e poderá ser acompanhada ao vivo pelo canal do youtube O relatório, elaborado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE/RJ), será apresentado por representantes do órgão

Quinze mil policiais estarão de prontidão para eleições neste domingo

Eleitores do Rio, São Gonçalo, São João de Meriti, Petrópolis e Campos voltarão às urnas para 2° turno

Caleidoscópio da Cultura leva ‘Brincantes’ ao Teatro Mário Lago

Além da Vila Kennedy, peça também passará por teatros em Marechal Hermes, Campo Grande e Ipanema

Nissan doa carros elétricos para a Faetec

Carros vão ser utilizados em treinamentos técnicos e qualificação de instrutores especializados

Banco do Brasil lança Pix no WhatsApp, saiba como usar

Solução inovadora no mercado permite aos clientes realizar cadastramento, pagamento e recebimento de Pix, sem sair do ambiente do aplicativo de mensagens
- Publicidade -