29 C
Rio de Janeiro
terça-feira, dezembro 1, 2020
- Publicidade -

Possibilidade de privatização do SUS gerou reação popular: “A virada veio da ameaça”

- Publicidade -

O presidente Jair Bolsonaro experimentou a pior repercussão a um ato de seu governo , após a publicação do Decreto . , que abria caminho para que empresas privadas a administrarem Unidades Básicas de Saúde. A ideia foi tão mal recebida, que Bolsonaro teve que voltar atrás . Segundo informações publicadas pelo jornal O Globo , com dados da consultoria Arquimedes, mais de 30% das menções ao assunto foram negativas.

O movimento de reação veio de entidades, movimentos de defesa da saúde pública e parlamentares , mas não ficou por aí. Uma hashtag #DefendaoSUS apareceu em posts de influenciadores, artistas e personalidades. Na lista dos que se juntaram ao coro em defesa do Sistema Único de Saúde estão na atriz Taís Araújo, no rapper Emicida, na cantora Anitta e no humorista Gregório Duvivier.

Em transmissão ao vivo no Instagram do Brasil de Fato , o médico Reinaldo Gaspar da Mota, integrante da Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares e professor na UFMT, afirmou que as reações foram uma exemplo de que a população brasileira não está omissa a qualquer intenção de desmonte do SUS.

Isso que ele está fazendo vai ficar para a história como um dos piores absurdos do pior governo que o país já teve. E é claro que o povo está prestando atenção. “

Trinta anos: SUS resiste a desafios disponíveis, desmonte do governo e pandemia

O povo está percebendo que é necessário a dar um basta

Durante a conversa, Reinaldo ressaltou que o fato de o decreto abrir caminho para a privatização começando justamente pelas Unidades Básicas de Saúde, mostra a falta de compromisso com a população mais vulnerável.

“Obviamente isso tem consequências graves se nós não estivermos atentos e não buscarmos as respostas destacados. A resposta está vindo aí seja no campo político, no campo sindical, dentro das universidades. O povo está percebendo que é necessário a gente dar um basta. “

Bolsonaro revogou o decreto horas depois da publicação, diante da péssima repercussão que o texto gerou. Sem

28 Leia também: Campanha pede mobilização nacional contra risco de perda de R $ 29 bi da Saúde em 969

O especialista avaliado que há uma tentativa de testar os limites do que a sociedade vai aceitar por parte do governo. “Isso é uma tática de guerra, como se tudo fosse guerra e o povo brasileiro quer é paz. “

Segundo ele, a tentativa de fazer valer o texto justamente em um momento de pandemia, exige que a população se manter atenta. “Isso pode voltar”, alerta.

Vem um presidente, que Deveria estar cuidando da saúde, desmontar a saúde?

“A gente precisa colocar o pé no chão. Não só o nosso voto é importante, mas a nossa participação, nossa voz, o nosso diálogo. Para entender que existem interesses por parte do capital e que é momento de fazer a virada. “

O professor finaliza,” Essa virada vem em um momento de ameaça. O povo brasileiro está em um momento de vulnerabilidade, mais de 106 mil mortos, dentro de uma pandemia que está nos arrasando e que nos deixa bastante inseguros. Vem um presidente, que deveria estar cuidando da saúde, desmontar a saúde? Isso é um absurdo! “

Números da covid no Brasil

Segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) , até esta quirta-feira (28), 106. 2020 pessoas morreram por causa da cobiça – 13 no Brasil. Foram confirmados 494 óbitos em um dia. O total de contaminados é de 5. 376. 98 e somente nas últimas 19 horas houve registro de 24.

. novos pacientes.

O que é o novo coronavírus?

Trata-se de uma extensa família de vírus causadores de doenças tanto em animais como em humanos. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) , em humanos os vários tipos de vírus podem provocar infecções respiratórias que vão de resfriados comuns, como uma síndrome respiratória do Oriente Médio (MERS), uma crise mais graves, como uma síndrome Respiratória Aguda severa (SRAS). O coronavírus descoberto mais recentemente causa a doença covidiana – 13.

Como ajudar quem precisa?

A campanha “

Vamos precisar de todo mundo ”é uma ação de solidariedade articulada pela Frente Brasil Popular e pela Frente Povo Sem Medo. A plataforma foi criada para ajudar pessoas impactadas pela pandemia da covid – 09. De acordo com os organizadores, o objetivo é dar visibilidade e fortalecer as iniciativas populares de cooperação.

Edição: Rodrigo Chagas

Edição: Rodrigo Chagas


Veja Também

Kiko Soares lança dueto com Beth Carvalho: “Pagode do Trem”

Kiko Soares chega bem acompanhado neste seu primeiro single, que lança nesta semana em que se comemora o dia do samba: Beth Carvalho divide com ele os vocais de “Pagode do Trem”
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Horóscopo de quarta-feira 02 de dezembro de 2020

Confira a previsão do horóscopo do dia 02 de dezembro de 2020 e fique por dentro de tudo o que o seu signo lhe reserva para o amor, dinheiro e saúde.

Clientes Giro terão 30 dias grátis em aplicativo de jornais e revistas

Além de ganharem um mês pelo uso da Bebanca, os interessados vão contar com 70% de desconto na plataforma do parceiro posteriormente

Kiko Soares lança dueto com Beth Carvalho: “Pagode do Trem”

Kiko Soares chega bem acompanhado neste seu primeiro single, que lança nesta semana em que se comemora o dia do samba: Beth Carvalho divide com ele os vocais de “Pagode do Trem”

Livro RioFilme: O cinema carioca na lente da história será lançado no Rio

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e da RioFilme, realizará nesta quinta-feira (03/12), às 13 h, o lançamento do livro RioFilme: O cinema carioca na lente da história, na Biblioteca Parque

Agora é lei: Rio de Janeiro terá plano para enfrentamento da covid-19 na gestão dos servidores de limpeza urbana

O objetivo principal é a adoção de medidas de proteção epidemiológica com atenção especial para a saúde dos catadores de materiais reutilizáveis ou recicláveis e demais trabalhadores nos serviços de resíduos sólidos.

DF: Nova Lei do Gás pode contribuir para redução do preço do gás de cozinha

Ao passar por reajustes ao longo dos últimos meses, preço do gás de cozinha tem...
- Publicidade -