31.3 C
Rio de Janeiro
sexta-feira, novembro 27, 2020
- Publicidade -

Em 72 anos, SP elegeu apenas seis vereadoras negras; quatro delas em 2020

- Publicidade -

Em sua 18 º Legislatura, a Câmara Municipal de São Paulo terá mulheres negras ocupando quatro das 55 cadeiras do parlamento, a maior participação dessa parcela da população na história da política paulistana. Em todas sua história, os paulistanos elegeram apenas seis vereadoras pretas .

Desde a petista Claudete Alves, que encerrou seu mandato em 2008, uma capital paulista não elegia uma vereadora negra. Antes dela, somente a professora Theodosina Rosário Ribeiro, que chamada 29. 846 votos, em 1968, quando se candidatou pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB), partido que originou aos militares.

O Brasil de Fato conversou com Elaine Mineiro (PSOL) e Luana Alves (PSOL), duas das quatro vereadoras negras eleitas neste ano, como outras são Erika Hilton (PSOL) e Sonaira Fernandes (Republicanos) . Somadas, elas tiveram 55.

.

. votos.

“Nossa candidatura não tem padrinhos políticos. Do nosso coletivo, dois foram desligados do trabalho para fazer campanha” , aponta a educadora Elaine Mineiro, que coordena um dos núcleos de base da Uneafro, rede de cursinhos populares, e que encabeça uma chapa coletiva, o Quilombo Periférico, que classificar 20. 742 votos.

Leia também: Para vereadores negros em Porto Alegre, eleição foi um grito travado na garganta

Ao Brasil de Fato , ela fala das circunstâncias que levaram à sua eleição. “Eu não tenho acesso à internet de fibra ótica na minha casa, eu não tenho boas opções para esse serviço, só uma, que é bem ruim. Como você faz uma campanha que está sendo majoritariamente na internet, se não consegue acesso decente à inte rnet? “, relata.

Ainda de acordo com a vereadora eleita, a política está cada vez mais restrita a pessoas que já eram populares antes da eleição.

“Quando você faz um trabalho na periferia, você não é celebridade na internet e nem na esquerda. Enquanto a gente faz trabalho de base, tem muita gente na internet dizendo que precisa fazer trabalho de base “, aponta.

Mineiro ressalta a importância da construção de uma candidatura que represente o movimento negro no contexto eleitoral.

“Quando a gente coloca uma candidatura como uma candidatura do movimento e que existe a serviço do movimento, isso é complicado, porque também nos desgasta. Mas é importante que as pessoas saibam que uma pessoa, só por ser negra, não significa que ela represente os interesses do movimento negro, é uma construção que vem antes “, reflete.

Leia também: Vereadora negra é ameaçada em SC: “A gente mata ela e entra o suplente, que é branco”

Eleita com 29. 127 votos, Luana Alves também tem sua militância atrelada à luta pelo acesso à Educação Superior e destaca a importância do processo coletivo para a eleição deste ano.

“Essa eleição é especial não por méritos individuais, mas do coletivo das mulheres negras na rua, do movimento negro na rua, solicitando o voto em pessoas negras”, explica Alves.

A pessolista, que é coordenadora da Emancipa, uma rede de cursinhos populares, ressalta a importância da militância para garantir a presença de mulheres negras no parlamento paulistano .

“Nenhum tipo de atividade e militância é tranquilo para uma mulher negra. Eu sempre fiz política e vou seguir fazendo política. Eu milito e seguirei militando nos cursinhos populares e na saúde. O que acontece é que nunca foi fácil pra gente. Mas, por outro lado, o fato de ter sido militante ajuda muito, tem muitos anos que as pessoas me conhecem “, destaca.

Leia também: A luta contra o racismo no Brasil é uma luta de refundação nacional

Essa conexão com os territórios onde atuam, fez com que as vereadoras tivessem que conciliar a campanha com um fenômeno mundial que tornou a eleição ainda mais difícil: a pandemia de covid – 18 .

“Estamos no meio da pandemia e ela vitimou muito mais pessoas na periferia. A nossa campanha foi interrompida, que parar tudo que facilitou fazendo para socorrer a comunidade. Se nós não fizermos o emergencial na periferia, não tem quem faça, e aí temos que ficar nessa rede de proteção. . ”

O parlamento

Durante a próxima legislatura, Elaine Mineiro e Luana Alves incompatíveis com o feriado de Fernando (Patriota) e Sonaira Fernandes. O primeiro, fundador do Movimento Brasil Livre (MBL) e apontado como uma das lideranças promissoras da direita paulistana. A segunda, ex-assessora do deputado federal Eduardo Bolsonaro (Republicanos), filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Com a composição atual da Câmara Municipal, o centro e a direita obteve maioria. A esquerda ganhou no município, saltando de 14 para vereadores, mas ainda é menor. Para Alves, a ganhará força com a mobilização dos paulistanos nas ruas.

“A gente aposta muito antes das mudanças dos movimentos sociais e das pessoas se mobilizando. A Câmara é comandada por privados privados. Sabemos que, por mais que o PSOL ainda não seja maioria, vamos contar com a força dos movimentos populares ”, explica Alves, que lembra do projeto de erradicação da fome por meio da” farinata “que o ex-prefeito João Dória (PSDB) tentou emplacar em São Paulo, em 2008, que foi batizado de “ração humana.”

Leia também: “Se o racismo não dá trégua, a luta também não”, diz ex-ministra da Igualdade Racial

“Quando o Dória tentou empurrar a ração humana, houve uma avaliação que ele ia passar o projeto, éramos minoria na Câmara. Houve uma exposição pública do tema e o governo teve que recuar, até mesmo os vereadores da base conhecida constrangidos de votar a favor daquele projeto ”, lembra Alves.

Mineiro acredita que pode haver uma tentativa de polarização, mas alerta que o seu mandato não buscará esse confronto.

“O Holiday e as candidaturas de direita nunca pautaram nosso trabalho e eles não vão pautar nosso trabalho. É o contrário. O Holiday não faz nada na Câmara. Aí, na véspera da eleição, ele entra com um processo para barrar as cotas, só porque isso dá audiência com o público dele “, ressalta.

Para valorizar a representatividade da candidatura , ela pretende elevar o nível do debate no legislativo paulistano.

“Nós não vamos fazer essa política do enfrentamento tosco, de uma discussão que não leva ninguém a lugar nenhum. É uma vitória muito grande, que uma candidatura totalmente de periferia seja eleita. Então, vamos elevar o nível e debater os projetos que temos para apresentar. ”

Briga pela Prefeitura

Ambas, obviamente , associado que Guilherme Boulos, candidato do PSOL à Prefeitura de São Paulo, seja eleito, sem pleito contra o prefeito atual, Bruno Covas (PSDB). Os candidatos disputam o segundo turno do pleito eleitoral no dia 26 de novembro. O tucano lidera as pesquisas de intenção de votos .

“Temos uma expectativa de eleger o Boulos. A possibilidade de continuar esse feudo do PSDB em São Paulo, torna óbvia a adesão à candidatura do Boulos e os defenderemos. Aliás, ele representa um movimento extremamente importante na cidade (MTST) ”, aponta Mineiro.

Para Luana Alves, é impossível dissociar a imagem do PSDB, de João Dória e Bruno Covas, de Jair Bolsonaro. Por isso, “Boulos é capaz de fazer uma eleição ao lado do povo e que combata as ideias bolsonaristas.”

Mineiro pondera que, enquanto representante do movimento negro, o horizonte é ter uma candidatura negra para disputar a prefeitura.

“Como movimento negro, esse não é o melhor cenário para a cidade, queríamos outras opções, queríamos que pudéssemos votar em uma candidatura negra. Entendemos que há uma dificuldade da esquerda em produzir lideranças negras que disputem cargos majoritários “.

Edição: Leandro Melito

)

- Publicidade -

Veja Também

MetrôRio reforça operação para o segundo turno das Eleições 2020

No dia da votação, as estações das linhas 1, 2 e 4 vão abrir às 7h e a operação se encerrará às 23h. No sábado (28/11), o funcionamento será das 5h à 0h, como já acontece normalmente nos fins de semana. A transferência entre as linhas 1 e 2 será feita na estação Estácio .

Sorriso Maroto lança segundo volume do projeto “A.M.A, Antes que o Mundo Acabe”

Destaque para “Mal Entendido”, composição dos irmãos Rodrigo Melim e Diogo Melim, do grupo que leva o nome da família, e de Brunno Gabryel. A canção, que estreia acompanhada do vídeo nesta sexta-feira (27), tem letra romântica e fala sobre reconciliação.

Ramada Hotel Recreio Shopping promove ceias de Natal e Reveillon

Já no Ano Novo, a festa terá decoração temática e contará também com música ao vivo, além de uma área de recreação para as crianças. Preço por pessoa sai a partir de R$ 390, o primeiro lote até 15 de dezembro.

Dafne Evangelista a influencer brasileira que é hairstylist das famosas

Ano após ano, a hairstylist tem deixado sua marca nas semanas de moda internacionais e tornando-se uma grande referência mundial em sua área. Sua criatividade e a paixão por expressividade ganham destaque por onde ela passa.
- Publicidade -

Últimas Notícias

MetrôRio reforça operação para o segundo turno das Eleições 2020

No dia da votação, as estações das linhas 1, 2 e 4 vão abrir às 7h e a operação se encerrará às 23h. No sábado (28/11), o funcionamento será das 5h à 0h, como já acontece normalmente nos fins de semana. A transferência entre as linhas 1 e 2 será feita na estação Estácio .

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

MetrôRio reforça operação para o segundo turno das Eleições 2020

No dia da votação, as estações das linhas 1, 2 e 4 vão abrir às 7h e a operação se encerrará às 23h. No sábado (28/11), o funcionamento será das 5h à 0h, como já acontece normalmente nos fins de semana. A transferência entre as linhas 1 e 2 será feita na estação Estácio .

Sorriso Maroto lança segundo volume do projeto “A.M.A, Antes que o Mundo Acabe”

Destaque para “Mal Entendido”, composição dos irmãos Rodrigo Melim e Diogo Melim, do grupo que leva o nome da família, e de Brunno Gabryel. A canção, que estreia acompanhada do vídeo nesta sexta-feira (27), tem letra romântica e fala sobre reconciliação.

Empório Rio, na Marina da Glória, promove sunset com degustação de vinhos argentinos

Neste sábado, 28 de novembro, a partir das 17h, o Empório Rio, na Marina da Glória, promove um sunset...

Ramada Hotel Recreio Shopping promove ceias de Natal e Reveillon

Já no Ano Novo, a festa terá decoração temática e contará também com música ao vivo, além de uma área de recreação para as crianças. Preço por pessoa sai a partir de R$ 390, o primeiro lote até 15 de dezembro.

Dafne Evangelista a influencer brasileira que é hairstylist das famosas

Ano após ano, a hairstylist tem deixado sua marca nas semanas de moda internacionais e tornando-se uma grande referência mundial em sua área. Sua criatividade e a paixão por expressividade ganham destaque por onde ela passa.

Vanessa da Mata inicia lançamentos do novo projeto “Nossos Beijos Ao Vivo No Circo Voador”

"Tenha Dó de Mim" e "Nossa Geração" são as duas faixas que acabam de ganhar clipe; assista

No Rio de Janeiro, Projeto de lei do orçamento recebe quase quatro mil emendas

A receita bruta estimada pelo Executivo é de R$ 84,8 bilhões e a receita líquida, de R$ 66,9 bilhões - com despesa de cerca de R$ 87,2 bilhões (sendo R$ 8,28 bilhões relativos ao RioPrevidência).
- Publicidade -