28.2 C
Rio de Janeiro
- Publicidade -

Estudo indica que vacinação em São Paulo deve priorizar periferia

- Publicidade -

Pesquisa do Instituto Pólis mostrou que a vacinação contra a covid-19 na cidade de São Paulo deve priorizar bairros periféricos para otimizar a imunização coletiva, já que nessas regiões estão as populações mais afetadas pela doença. O estudo foi realizado a partir do mapeamento de hospitalizações e óbitos pela doença na capital paulista ao longo de todo o ano passado.

Isso significa que vacinar grupos etários prioritários – como os idosos – em regiões específicas das cidades seria uma estratégia mais eficiente do que uma distribuição que desconsidera a geografia da pandemia. Atualmente, a estratégia da prefeitura leva em conta idade e profissão, e também vacina grupos indígenas e quilombolas, mas não considera critérios de riscos de morte por região.

O levantamento identificou quais áreas da cidade registraram sobremortalidade, ou seja, regiões em que o número de mortes observadas é maior que o de mortes esperadas, considerando a distribuição etária local em relação ao perfil demográfico geral do município.

- Publicidade -

“O planejamento da imunização e as ações de vigilância e controle epidemiológico não podem ignorar os efeitos desiguais da pandemia sobre a população e é fundamental que fatores como raça e a localização da mortalidade sejam entendidos como elementos chave nas ações de combate ao coronavírus”, disse Vitor Nisida, pesquisador do Instituto Pólis.

- Publicidade -

Os dados mostraram também que a população negra, que mora principalmente em áreas de vulnerabilidade social, são os que mais morrem de covid-19. Em 2020, morreram 52% mais homens negros do que brancos e 60% mais mulheres negras do que brancas em decorrência de covid-19. O levantamento utilizou o método de padronização, que possibilita que duas populações de diferentes composições etárias sejam comparadas.

A diferença foi observada principalmente entre os idosos negros, que morrem quase duas vezes mais em relação à população total nessa faixa etária. Além disso, a sobremortalidade é maior entre negros do que entre brancos em 74 dos 96 distritos administrativos da capital paulista.

Em estudo anterior, com base nos dados do primeiro semestre, o Pólis já havia identificado essa maior vulnerabilidade de pessoas negras à morte por covid-19. Na ocasião, o médico sanitarista e pesquisador do Pólis, Jorge Kayano afirmou que as condições de vida gerais da população negra são, em média, piores do que as da população branca – como renda, grau de instrução, tipo de trabalho e vínculo empregatício – o que contribui para que seja mais vulnerável. https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2020-08/mortalidade-por-covid-19-e-maior-entre-populacao-negra-em-sao-paulo

Bolhas de imunidade

Segundo as análises, a população idosa de distritos como Sapopemba, Brasilândia, Freguesia do Ó, Iguatemi e Jardim Helena deve ser priorizada na aplicação das vacinas, já que, além do maior número de mortes de idosos, essas áreas apresentam sobremortalidade de pessoas negras e têm alta concentração espacial de óbitos gerais.

A utilização de critérios territoriais para a imunização, concentrando as vacinas disponíveis em determinadas zonas, deve criar as chamadas bolhas de imunidade de forma mais rápida. “Essas bolhas se comportariam como barreiras físicas à circulação do vírus, com potencial de reduzir a taxa de contágio nas cidades como um todo, além de imunizar alguns segmentos populacionais por inteiro, ainda que localmente”, explicou Jorge Kayano.

“Regiões mais centrais, que somam 4,33% de habitantes com 75 anos ou mais em relação ao total do município, registraram 2,81% dos óbitos entre idosos com essa mesma idade em São Paulo. Por outro lado, a porção norte do distrito de Sapopemba, por exemplo, na zona leste, onde residem apenas 0,97% da população mais idosa da capital paulista, é onde estão 1,46% das mortes totais de pessoas com 75 anos ou mais”, divulgou a entidade.

A partir do levantamento, a entidade avalia que vacinar somente por critério de faixa etária não garante a imunização da população mais atingida pela pandemia e atrasaria a proteção de toda a sociedade. Ainda segundo a análise, a territorialização da estratégia de vacinação não deve substituir o plano de imunização vigente, mas complementar os critérios por idade.

Matéria alterada às 22h05 para acréscimo de informação no segundo parágrafo.

Novo técnico do Vasco: Torcida é contra Marcelo Cabo e quer Fernando Diniz

O Vasco da Gama espera definir seu novo comandante no início da próxima semana. Em entrevista coletiva, Alexandre Pássaro, diretor de futebol da equipe, assumiu conversas com o técnico Marcelo Cabo,

Polícia prende Receptador de veículos em Campo Grande

Policiais civis da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA) prenderam em flagrante, nesta sexta-feira (26/02), em Campo Grande, um homem acusado de crime de receptação de veículo.

Fábrica clandestina de bebidas em Nova Iguaçu é fechada pela Polícia

Policiais civis da Delegacia do Consumidor (Decon) interditaram, nesta sexta-feira (26/02), uma fábrica clandestina de bebidas localizada no bairro Jardim Tropical, em Nova Iguaçu

Rio de Janeiro: Os números do turismo durante o feriado que seria comemorado o Carnaval

O cancelamento do Carnaval no Rio de Janeiro e, sobretudo, a drástica redução de visitantes estrangeiros alteraram profundamente o turismo na cidade no último feriado

Covid-19: Com mais casos de nova variante, Rio de Janeiro mantem risco alto

A Prefeitura do Rio divulgou nesta sexta-feira (26/02), no Centro de Operações Rio (COR), na Cidade Nova, a oitava edição do Boletim Epidemiológico da Covid-19,

BRT Rio: Comitê vai acompanhar plano de recuperação

O objetivo é aumentar a capacidade de intervenção no sistema e priorizar ações conjuntas. O grupo fará reuniões mensais para monitorar a situação operacional do BRT

Prefeitura resgata cultura e curiosidades sobre o Rio de Janeiro

Além de cuidar da manutenção do Rio de Janeiro, por meio de seus pavimentos, sistemas de drenagem e ciclovias, a Secretaria Municipal de Conservação (Seconserva) também se preocupa em resgatar a cultura e a particularidade de cada bairro

DPU pede informações à Funarte sobre realocação da Escola Nacional de Circo

Alunos ainda não têm informações sobre novo local e continuidade da formação. Anúncio foi feito em comunicado enviado esta semana pela fundação a servidores

Rio de Janeiro vai vacinar idosos com 79 anos de segunda a quarta

O Prefeito do Rio Eduardo Paes anunciou neste sábado (27/02), por meio das redes sociais, mais uma etapa do calendário de imunização

Laboratório argentino fecha acordo com a Rússia para produção da vacina Sputnik-V

O laboratório argentino Richmond assinou um memorando de...

Laranjinhas cariocas: os avanços do Rio de Janeiro com a micromobilidade

Há 10 anos, o Bike Rio é parte do cenário da cidade e recentemente lançou o maior projeto de e-bikes da América Latina