Diário Carioca Google News

Notícias

ESCOLAS CÍVICO-MILITARES

O objetivo é, com base no alto nível dos colégios militares, melhorar o processo de ensino-aprendizagem nas escolas públicas


Publicado em

10/03/2021 15h31

O Ministério da Educação (MEC) divulgou, nesta semana, a lista das escolas que aderiram ao Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (Pecim), em 2021. Inicialmente seriam 54 vagas, mas um acordo entre o MEC e o Ministério da Defesa permitiu que a quantidade fosse ampliada para 74 instituições. O Distrito Federal e o Pará receberam 2 vagas cada um.

Dos 27 estados da Federação, 25 já participam do programa do MEC. A proposta é implantar 216 escolas em todo o país até 2023. Em 2020, 53 instituições de ensino aderiram ao programa.

O Pecim é um conceito de gestão nas áreas educacional, didático-pedagógica e administrativa com a participação do corpo docente da escola e apoio de militares federais e estaduais.

O objetivo é melhorar o processo de ensino-aprendizagem nas escolas públicas e se baseia no alto nível dos colégios militares do Exército, das polícias e dos Corpos de Bombeiros Militares.

Os militares desempenham tarefas de apoio enquanto que os professores e demais profissionais da educação continuam responsáveis pelo trabalho didático-pedagógico.

Veja a lista das escolas que aderiram ao Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares



Com informações do Ministério da Educação