Em meio à imunização dos brasileiros contra a Covid-19, o Ministério da Saúde anunciou que vai iniciar outra campanha nacional de imunização. Trata-se da vacinação contra o Influenza, vírus que causa a gripe. De acordo com a pasta, a expectativa é alcançar 79,7 milhões de pessoas, que fazem parte do grupo prioritário a partir do dia 12 de abril. 

 

O Ministério da Saúde destaca que a vacinação vai prevenir o surgimento de complicações decorrentes da doença, óbitos, internações e maior sobrecarga do sistema de saúde, que já sofre com a pandemia. Além disso, é importante para reduzir os sintomas que podem ser confundidos com os da Covid-19. O órgão orienta estados e municípios a tomarem todas as medidas de prevenção à propagação do novo coronavírus. Ao todo, são mais de 50 mil postos de imunização em todo o País. 

Sintomas da gripe vão de febre alta a dor muscular

Fiocruz identifica nova variante do vírus Influenza com potencial pandêmico

 

Entre os grupos prioritários estão as crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, gestantes, indígenas, trabalhadores da saúde, idosos com 60 anos ou mais, professores, portadores de doenças crônicas, pessoas com deficiência, profissionais das forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, por exemplo. 

 

O órgão ressalta que as unidades de saúde devem priorizar a vacina contra a Covid-19 antes da Influenza. Nesse caso, alguém que faz parte do grupo prioritário deve, preferencialmente, receber a vacina contra o novo coronavírus antes da dose contra a gripe.  

Continue Lendo

Reportagem:

Formado em Jornalismo pela Universidade de Brasília (UnB), desde 2020 é repórter do Brasil 61. Durante a graduação, cobriu Política e Economia pelo jornal O Globo, além de Educação e Carreira pelo Correio Braziliense.

Edição:

Jornalista há 20 anos, com experiência em diversas mídias, passando por rádio e a TV, mas, mais especificamente, nos principais jornais impressos da capital, Correio Braziliense e Jornal de Brasília. Além disso, exerceu a profissão em importantes órgãos, como Ministério da Educação, Procuradoria Geral da República, Ministério da Saúde, Banco Central e Ministério do Meio Ambiente. Em todos eles, desempenhou as funções de redação, edição, revisão de textos, fotojornalismo, assessoria, entre outros.

Receba nossos conteúdos em primeira mão.

Redação do Diário Carioca

Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo