O senador Major Olimpio (PSL-SP) teve morte cerebral confirmada nesta quinta-feira (18), após pouco mais de duas semanas lutando contra a Covid-19. Em 2 de março, ele havia informado a contaminação por meio das redes sociais, detalhando apenas sintomas leves, mas o quadro piorou no dia seguinte, quando Olimpio foi internado. O óbito foi confirmado pela família na última tarde.

“Com muita dor no coração, comunicamos a morte cerebral do grande pai, irmão e amigo, senador Major Olimpio. Por lei a família terá que aguardar 12 horas para confirmação do óbito e está verificando quais órgãos serão doados. Obrigado por tudo que fez por nós, pelo nosso Brasil”, divulgaram os familiares por meio do Twitter. 

Brasil vive “maior colapso hospitalar da história” e especialistas projetam futuro dramático

Covid-19: Brasil tem recorde de mortes com 2.841 óbitos em 24 horas

Covid-19: Brasil tem 11,6 milhões de casos e ultrapassa as 284 mil mortes

 

Eleito o senador mais votado em São Paulo em 2018, o Major da reserva da Polícia Militar tinha 58 anos e também já havia sido deputado federal e estadual. 

Esse é o terceiro óbito de senadores em decorrência do novo coronavírus. Arolde de Oliveira (PSD-RJ), 83 anos, e José Maranhão (MDB-PB), 87, também foram vítimas da doença no Senado Federal. 

Continue Lendo

Reportagem:

Alan Rios é jornalista e escritor formado pela Universidade Católica de Brasília (UCB). Atuou na assessoria de comunicação do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e na redação no Correio Braziliense, onde foi repórter na Revista do Correio, na editoria de cidades e de política local, do veículo. É autor do livro “Os porquês da Educação Domiciliar no Brasil” e coautor da obra “Educomunicação – Sua Imagem Está na Tela”.

Edição:

Jornalista formada há 15 anos e pós-graduada em ciências políticas, com experiência em redação, rádio, televisão e assessoria de imprensa. Antes de ingressar na redação do Brasil 61, passou por importantes órgãos, como Ministério da Saúde e Ministério da Justiça além de grandes emissoras como, TV Bandeirantes, Record e TV Globo. Possui experiência em gerenciamento de crise, jornalismo web, redação, edição e revisão de textos, produção de conteúdo de rádio, televisão e assessoria de comunicação.

Edição de áudio:

Apreciador da Discotecagem mixagem e produção musical começou a trabalhar como Radialista há algum tempo. Ingressou na equipe do Brasil 61 em 2011. Sua missão como editor de áudio, é preservar a qualidades sonora para os nossos parceiros.

Receba nossos conteúdos em primeira mão.

Redação do Diário Carioca

Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo