Diário Carioca Google News

Nesta sexta-feira, dia 1º de dezembro, chega ao Crackle, serviço on-demand da Sony Pictures Television Networks, todos os 10 episódios da primeira temporada de Casual. Indicada a Melhor Série de Comédia pelo Golden Globe Awards, tem episódios dirigidos pelo premiado Jason Reitman (indicado ao Oscar de Melhor Filme por Amor sem Escalas), que também produz a série, juntamente com Helen Estabrook (indicada ao Oscar de Melhor Filme por Whiplash).

Casual conta a história de dois irmãos dividindo o mesmo teto. Ele, solteiro. Ela, recém-divorciada e com uma filha adolescente. Estrelada por Michaela Watkins como Valerie, mãe da adolescente Laura (Tara Lynne Barr); e por Tommy Dewey como Alex, o irmão solteiro, cofundador de um site de namoro virtual. A comédia conta a saga dos dois rumo a uma convivência pacífica, sempre em busca de novos amores.
Os assinantes do Crackle também podem conferir na plataforma outras séries exclusivas, com elencos de peso e histórias ousadas e originais, como Absentia (nova série estrelada por Stana Katic), Snatch, Outsiders e a segunda temporada de Preacher. Sucessos como Nashville (indicada ao Emmy e ao Globo de Ouro), Criminal MindsHannibal e American Crime (premiada com o Emmy e indicada ao Globo de Ouro) também já estão disponíveis no catálogo de séries do serviço; além de filmes de grande bilheteria, como Homem de FerroO Espetacular Homem-AranhaPiratas do Caribe, Mulan e Ratatouille; e premiados, como os ganhadores do Oscar O Silêncio dos InocentesJuno Blue Jasmine.

O Crackle está disponível em todo o Brasil e, para ter acesso ao serviço, os consumidores devem assinar a plataforma pela sua operadora de TV por Assinatura, podendo acessar o conteúdo em qualquer hora e lugar, por meio de apps para iOS e Android, ou também pela Apple TV 4, Chromecast (com iOS), Xbox One e Smart TVs Sony, LG e Toshiba, assim como pelo site www.crackle.com, que também traz todas as informações sobre assinaturas e conteúdo oferecido.

Newsletter

Mais Noticias

Lo que no dicen de Cuba

No empezó con Biden, hay que decir. Desde el 2017 vienen martillando la falacia de un estallido social en Cuba con su solución mágica, la “intervención humanitaria”

Redação do Diário Carioca

Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *