Diário Carioca Google News

Um momento para diminuir a tensão e produzir a calma. Assim pode ser definida a exposição “Quietudes”, individual da artista plástica e paisagista Esther Bonder. A mostra com curadoria de Fernando Cocchiarale e Patricia Toscano, reúne mais de 20 pinturas cuja obra nascida da fricção entre o olhar da artista e o meio visual planar da tela, constroem releituras pictóricas minuciosas das paisagens naturais e urbanas como resultado da sua mais recente pesquisa artística. 

O excesso de informações bombardeadas diariamente serviu como fonte de inspiração para a artista na construção de “Quietudes”. “A asfixia provocada pela globalização imobiliza as pessoas e, muitas vezes, poucas conseguem parar e respirar, refletir e ter momentos de introspecção. A exposição reforça exatamente a importância dessa calmaria, que pode ser alcançada com a contemplação da natureza, por exemplo”, explica Esther. 

Segundo Fernando Cocchiarale, um dos curadores da exposição, as paisagens de Esther podem ser remetidas à obra de Roberto Burle Marx, pintor e paisagista com quem Esther conviveu e trabalhou. “O conhecimento e o apreço da artista pelo mundo botânico exalam desses trabalhos. Sua pintura é quase um culto à natureza intacta. Uma paradoxal busca da pureza existencial por meio da releitura pictórica minuciosa que orienta cada obra exposta”, afirma. 

A exposição que precisou ser adiada devido a pandemia, conta agora com uma versão virtual que permite interatividade e acesso as informações sobre as obras, e pode ser acessada por meio do link https://.artspaces.kunstmatrix.com/en/.exibition/2144312/quietudes?t=, através do Instagram da artista (@estherbonder) ou por visitação presencial sob agendamento prévio com limite de até três pessoas, respeitando o distanciamento social, uso de máscaras e seguindo todas as recomendações de segurança do COVID-19. 

Quem desejar conhecer e entender um pouco mais sobre o processo criativo e produção artística de Esther Bonder poderá acompanhar a conversa sobre a exposição, que será transmitida no Instagram do Midrash Centro Cultural (@midrashcultural), no dia 1 de setembro de 2020, a partir das 19h. 

A Artista 

Esther Bonder nasceu em 1963 é carioca, arquiteta paisagista e florista que vive e trabalha no Rio de Janeiro. Formada em Arquitetura e Urbanismo no USU sempre trabalhou com paisagismo e arranjos florais. Se dedica as artes plásticas desde sempre, desenhando e pintando, tendo como tema a natureza.  

Durante a faculdade USU, nos anos 80 teve aulas com Lygia Pape, Molica e Lauro Cavalcante, estudou com Ivan Serpa – MAM, Fayga Ostrower, Lena Bergstein, Lilia Sampaio, Katie Van Scherpenberg, Charles Watson, Fernando Cocchiarale e Anna Bella Geiger.  

Circula entre terra e tintas com muita intimidade. Pintando em acrílica sobre tela tendo como tema a natureza e a paisagem. 

Na arquitetura e paisagismo trabalhou ao lado de Roberto Burle Marx de 1981 a 1983. Desenvolveu projetos com Antônio Bernardo para o Jardim Botânico do RJ, participando nas obras arquitetônicas, bem como na estrutura da coleção. Implantou o Jardim do Museu do Pontal para Jaques Van de Beuque, criador da coleção. Participou do projeto do Ecomuseu de Itaipu com Fernando Chacel. Realizou o branding floral para os Hotéis: Fasano desde 1997, Hilton Barra desde 2015, Emiliano 2017 e Copacabana Palace de 2016 a 2018. Assinou o paisagismo dos Shoppings: Fashion Mall 1998 a 2018, Ilha – MA, Mestre Alvaro – ES, Praia da Costa – ES, Moxuara – ES e Dutra-RJ.  

Nas artes plásticas, participou da exposição coletiva INTERSECÇÕES POÉTICAS em setembro de 2019 no Pier Mauá, com curadoria de Fernando Cocchiarale e Patricia Toscano e participação especial da Anna Bella Geiger, como artista convidada. 

Curador

Fernando Cocchiarale 

Crítico de arte, curador e professor de filosofia da arte do Departamento de Filosofia da PUC-RJ (desde 1978) e do curso de especialização em história da arte e arquitetura do Brasil, da mesma universidade entre 1983 e 2005. É também professor da Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Autor, com Anna Bella Geiger, do livro Abstracionismo Geométrico e Informal ( Funarte) e de centenas de artigos, textos e resenhas publicados em livros, catálogos, jornais e revistas de arte do Brasil e do exterior.  

Serviço 

“Quietudes” de Esther Bonder 

Curadoria: Fernando Cocchiarale e Patricia Toscano 

Data: De 1 de setembro a 30 de novembro de 2020 

Exposição Virtual: https://.artspaces.kunstmatrix.com/en/.exibition/2144312/quietudes?t

Instagram Artista: @estherbonder 

Instagram Midrash: @midrashcultural 

Site: http://www.midrash.org.br/ 

Local: Midrash Centro Cultural 

Endereço: Rua General Venâncio Flores, 184 – Leblon | Rio de Janeiro – RJ 

Contatos para agendamento de visitas: (21) 995403040 

Ou através do e-mail: estherbonder@gmail.com 

Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo