Diálogo com Tchekhov e amores obsessivos são destaque nos teatros do Rio

Redacao
Leia em 5 Min

Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto 

Arigó – Soldados de Borracha

Primeiro monólogo do ator e dramaturgo mineiro Ezequiel Vasconcelos, “Arigó – Soldados de borracha” mergulha no universo dos arigós, homens que migraram para o Norte do Brasil na década de 1940 para trabalhar na indústria da borracha, focada então na exportação para fins bélicos, durante a 2ª Guerra Mundial. 

Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto. Rua Humaitá 163, Humaitá. Sex e sáb, às 20h, dom, às 19h. Até 10 de abril. R$ 30. 80 minutos. 12 anos.

Ingressos: https://linktr.ee/zecavasconcelos  

Sala Municipal Baden Powell 

Meu coração (ou de carinho e de sexo)
 

“Meu Coração (ou de carinho e de sexo)”, escrita e dirigida por João Cícero, conta a história de amor de Wanda (Paula Furtado) e Claudemir (Carlos Augusto Marinho), amantes que compartilham momentos afetuosos, violentos e confusos durante um longo período de suas vidas. 

Sala Municipal Baden Powell. Av Nossa Senhora de Copacabana 360, Copacabana. Sex a dom, às 19h30. Até 1º de maio. R$ 30. Ingressos na bilheteria 1h30 antes do início do espetáculo. 75 minutos. 16 anos.

Teatro Municipal Ipanema 

Brincando com a Broadway

O musical “Brincando com a Broadway – Aos Cantos e Encantos dos Musicais” conta a história de Zirabér, uma faxineira do interior do Brasil que sonha em ser cantora e, enquanto limpa o teatro, devaneia sobre como seria a sua vida se fosse famosa. Além do espetáculo, o projeto contempla um livro baseado na peça e duas oficinas gratuitas que abordam os temas música, teatro e canto.

Teatro Municipal Ipanema. Rua Prudente de Morais 824, Ipanema. Sex (8/4), às 19h. Grátis. 60 minutos. Livre.

Alegria de Náufragos

“Alegria de Náufragos” é o mais recente trabalho do Ser Tão Teatro. Fruto de um livre diálogo do grupo com “Uma história enfadonha”, de Anton Tchekhov, estabelece as pontes desse discurso literário de mais de um século e meio com questões da atualidade. 

Teatro Municipal Ipanema. Rua Prudente de Morais 824, Ipanema. Sex e sáb, às 20h, dom, às 19h. Até 1º de maio. R$ 40. 60 minutos. 12 anos

Ingressos: https://www.sympla.com.br/produtor/sertaoteatro 

Teatro Municipal Ruth de Souza 

Coruja, Borboleta, Búfalo, Serpente ou depende…
 

A peça é inspirada na história mitológica de Lilith, a mulher que teria sido criada da terra junto com Adão. Por tentar impor seu pensamento e querer igualar-se ao homem, foi expulsa do Paraíso e acabou encontrando abrigo junto a outros seres no mundo inferior. Lilith é invocada dentro da cultura afro-brasileira, sendo conectada a arquétipos como a figura de Iansã. 

Teatro Municipal Ruth de Souza. Rua Murtinho Nobre 169, Santa Teresa. Sáb e dom, às 19h. Até 10 de abril. R$ 20. 55 minutos. 16 anos.

Ingressos: https://www.sympla.com.br/evento/coruja-borboleta-bufalo-serpente-ou-depe nde-copia-copia/1528091 

PROGRAMAÇÃO INFANTIL – CULTURA COM AS CRIANÇAS 

Teatro de Fantoches e Marionetes Carlos Werneck de Carvalho 

A farsa do bumba meu boi 

Um espetáculo de inspiração folclórica que dialoga com as muitas versões da história de Mateus e Catirina, fiéis funcionários do bravo capitão. A conhecida trajetória do atrapalhado casal, difundida e propagada pelos quatro cantos do país, conduz o espectador a um divertido jogo cênico com três atores que se alternam entre cinco personagens. 

Teatro de Fantoches e Marionetes Carlos Werneck de Carvalho. Av Infante Dom Henrique s/n, Flamengo. Dom (10/4), às 10h. Grátis. 50 minutos. Livre.

Teatro de Guignol da Tijuca 

Recontando um conto
 

O projeto ‘Recontando um Conto’ traz o protagonismo negro nas história com referências, ancestralidade e identidade com músicas, instrumentos musicais e interação com os participantes, além de resgatar a representatividade étnico-racial nos contos infantis.  

Teatro de Guignol da Tijuca. Praça Xavier de Brito (Praça dos Cavalinhos). Sáb (9/4), às 16h. Grátis. Livre. 

Teatro de Guignol do Méier 

Baú encantado – contos e cantos afro-brasileiros 

Contação de histórias de autoras, autores e personagens negros, indigenas e periféricas como protagonistas, seja de livros ou contos de tradição oral.   
Teatro de Guignol do Méier. Praça Jardim do Méier, Méier. Dom (10/4), às 10h. Grátis. Livre.

Prefeitura do Rio de Janeiro

Secretaria Municipal de Cultura

Assessoria de Imprensa

Bruno Calixto

Aline Morais

Tudo Sobre:
Compartilhe
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Sair da versão mobile