Diário Carioca Google News

Foto: Rodolfo Magalhães

Com novas perspectivas sobre o tempo e a vida, o álbum “Kudra”, de Tiê, idealizado e gravado nos últimos meses de pandemia, chega, enfim, às plataformas digitais. Em formato enxuto, com seis faixas inéditas, o disco tem das participações especiais de Filipe Catto e de Amora, filha mais nova da Tiê.

“‘Kudra’ nasceu de um reflexo da quarentena, desse momento de reclusão, de rever as coisas, os hábitos, faxinar a casa, a mente e os HD’s. Não é tempo de festejar, mas é importante colocar a música pra fora. Algumas letras têm essa intenção de ser como um acalanto”, comenta Tiê, que traz para o título de seu quinto álbum autoral a palavra que significa amor, além de ser um nome de uma cidade na Índia e também um sobrenome de família.

O álbum explora algumas ideias arquivadas, revistas agora com um novo olhar, além de canções inéditas. “Apesar de ter sido elaborado em menos tempo que o comum, foi um processo de descarrego, mas leve. Sinto que minha voz está registrada de maneira diferente a cada faixa, e isso me agrada”, conta ela, que espelha essa fase também no visual. “Estamos constantemente recriando, renascendo. É sempre um novo momento”, diz.

Conversas Poéticas: nova série da MultiRio destaca produção autoral de alunos e professores

Expressão de pensamentos e sonhos, mas também de angústias e desejos. A poesia vem sendo uma importante linguagem para que professores e alunos explorem suas emoções, especialmente em tempos de pandemia. Com isso, e a partir de uma ação desenvolvida pelo Núcleo Interdisciplinar de Apoio às Unidades Escolares (Niap), da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, a MultiRio lança a série audiovisual Conversas Poéticas, formada por programas curtos que compartilham essa experiência e dá visibilidade à produção autoral escolar.

Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo