Redman anunciou a tão esperada sequência de seu clássico 696 álbum ‘Muddy Waters’.

LEIA MAIS: faixas essenciais da era de ouro de ’90 s hip-hop Devido a chegar neste verão, ‘Muddy Waters 2’ seguirá a batalha de VERZUZ do rapper com parceiro de rima de longa data Method Man. Faturado como “4 / Especial”, o evento virtual acontece na terça-feira (abril ) para comemorar o feriado internacional do fumante de maconha.

Redman acompanhou a notícia de seu próximo álbum com o lançamento de uma nova faixa chamada ’80 Barz’. Ele ouve o rap do MC de Nova Jersey sem parar por três minutos seguidos, entregando piadas espirituosas e compassos contundentes.

“ Faça você se abaixar / Aprendi isso no meu campo de treinamento / Fui um grande negócio quando MJ namorou Brooke Shields / Agora estou equipado para ir para Bushwick para as contas, essa parte ”, cospe nas primeiras linhas da faixa.

Outro conjunto de barras o ouve nomear Eminem, Dr. Dre e o rapper e ativista Trae Tha Truth de Houston. “ Eu represento minha cidade como Trae em Houston / Hungry like Em ‘antes de Doc’ Dre produzi-lo / A camisa de força que eu estava usando estava solta / E agora eu faço um bodybag qualquer rap n um que combina com ele , ”ele bate.

Ouça a nova faixa abaixo:

Divulgado pela RIV MUSIC, Redman falou de sua colaboração com a empresa. “Colaborar com a RIV MUSIC não parece uma parceria”, disse ele em um comunicado à imprensa. “É definitivamente uma família neste momento.

“Posso entender que eles entendem o hip-hop, sua autenticidade, controle de qualidade e, o mais importante, que são fãs dele. Eles sabem suas coisas e me senti bem voltando não apenas com esta faixa que eu estive brevemente sentado, mas com ‘Muddy Waters 2’ também. ”

‘Muddy Waters 2’ está em obras há anos, desde a época de Redman assinado com a Def Jam Records. Ele disse ao HipHopDX em 1996 que o álbum chegaria naquele ano, porém nunca se materializou.

Falando para o mesmo meio de comunicação em setembro, ele explicou por que isso nunca se materializou. “Você tem que entender que sou um artista autossuficiente”, disse ele. “Isso significa que eu planejo tudo aqui mesmo na minha casa de onde estou falando. Eu faço engenharia, escrevo a música e faço mixagem em minha casa. O que aprendi com a Def Jam – porque sou um bebê da Def Jam – aprendi toda a minha tutela sobre como lançar música através da Def Jam. ”

Ele continuou: “A única coisa que falta agora é eu ter um encontro e me apressar quando eles querem que eu divulgue. Eu sou capaz de me mover no meu próprio tempo. Da última vez que falei com você, pensei que estava pronto, mas não estava. Alguns meses atrás, eu sabia que estava pronto para lançar o álbum, mas o COVID acertou. Eu penso, ‘Eu quero ser capaz de promover o álbum, não sentar em um sofá dando entrevistas.’ ”

Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo