18.5 C
Rio de Janeiro
19 outubro, 2021

Chile realizará em novembro 1ª parada do orgulho LGBTQ+ após a pandemia

- Publicidade -

Diário Carioca Google News

Santiago (Chile), 8 out (EFE).- O Chile realizará no dia 13 de novembro a sua primeira parada do orgulho LGBTQ+ desde o início da pandemia de covid-19, já controlada no país, e em pleno debate no Parlamento de um projeto que busca aprovar o casamento igualitário.

A manifestação ocorrerá na Plaza Italia, o epicentro dos grandes protestos feitos no Chile no final de 2019 e que conduziram ao atual processo de Assembleia Constituinte sem precedentes.

“Este será um momento único, pois depois da última marcha que desenvolvemos, em junho de 2019, o país passou por mudanças radicais”, acrescentou o porta-voz do Movimento para a Integração e Libertação Homossexual (Movilh), Oscar Rementería.

A porta-voz do Movilh, Daniela Andrade, disse que entre as exigências do evento estão “a não discriminação, o fim dos crimes de ódio, a exigência da reforma da Lei Zamudio, a igualdade matrimonial e a revogação do artigo 365 do Código Penal”.

- Advertisement -

“Procuramos acelerar este debate e a aprovação destas normas”, acrescentou.

O Senado do Chile aprovou em 21 de julho o projeto de lei para legalizar o casamento igualitário, que ainda tem de passar por outra votação na Câmara dos Deputados nas próximas semanas para entrar em vigor.

Nos últimos anos, esta lei se tornou uma das maiores lutas dos grupos LGBTQ+ no Chile, onde os homossexuais só podem se unir desde 2015 devido ao Acordo da União Civil (AUC), que não reconhece direitos filiativos.

Se aprovada nas próximas semanas na Câmara de Deputados, onde se espera que tenha uma maioria de apoio, o Chile se juntará na América Latina a Brasil, Argentina, Colômbia, Uruguai, Equador, Costa Rica e vários estados mexicanos.

A iniciativa, apresentada no final do segundo mandato da ex-presidente Michelle Bachelet (2014-2018) e paralisada por mais de quatro anos, foi retomada a 15 de junho a pedido do próprio Piñera.

De acordo com uma recente pesquisa do instituto Ipsos, 65% dos chilenos acreditam que o casamento homossexual deve ser permitido, o que coloca o Chile como o segundo país da América Latina com maior apoio, atrás apenas da Argentina (73%), o primeiro país da região a legalizá-lo, em 2010. EFE

facebook likes kaufen

Assine nossa newsletter

Assine nosso Boletim e ique bem informado com as principais notícias do Mundo

- Publicidade -
Redação do Diário Cariocahttps://diariocarioca.com
Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo

Bolivia inicia la aplicación de las terceras dosis contra la covid-19

La Paz, 19 oct (EFE).- Bolivia inició este martes la aplicación de terceras dosis de refuerzo contra la covid-19 a la población mayor de...

Comisión del Senado brasileño sobre covid presentará su informe el miércoles

La comisión del Senado brasileño que investigó la gestión del Gobierno de Jair Bolsonaro frente a la covid-19 anunció que presentará este miércoles su informe final, que contendrá graves acusaciones contra el mandatario.

Comienza vacunación a menores con enfermedades crónicas en el norte de México

Ciudad Juárez (México), 19 oct (EFE).- Menores de edad de entre 12 y 17 años con comorbilidades recibieron este martes la primera dosis de...

Nicaragua recibe un lote de vacunas contra la covid-19 donadas por Panamá

Managua, 19 oct (EFE).- Nicaragua recibió este martes un lote de vacunas contra la covid-19 donadas por Panamá, que servirá para "fortalecer" el proceso...

Governo uruguaio cria plano para erradicar analfabetismo nas prisões

Montevidéu, 19 out (EFE).- Os "alarmantes" números de reclusos que não sabem ler nem escrever levaram o governo do Uruguai a criar um plano...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Escritores não correm atrás de políticos com pires na mão. Têm confiança no seu taco

Tenho visto, ao longo da minha vida, escritores com pires na mão suplicando a políticos apoio para escreverem e publicarem em livro físico, como se escrever não fosse só escrever. Quanto a publicar em papel é uma consequência de três fatores: talento, trabalho nunca descontinuado e divulgação. Talento é congênito; trabalho é sair da zona de conforto e não ter medo do quanto podemos suportar, inclusive fome; e promoção, incluindo autopromoção, advém da confiança que temos no nosso taco.
- Publicidade -
Porno Gratuit Porno Français Adulte XXX Brazzers Porn College Girls Film érotique Hard Porn Inceste Famille Porno Japonais Asiatique Jeunes Filles Porno Latin Brown Femmes Porn Mobile Porn Russe Porn Stars Porno Arabe Turc Porno caché Porno de qualité HD Porno Gratuit Porno Mature de Milf Porno Noir Regarder Porn Relations Lesbiennes Secrétaire de Bureau Porn Sexe en Groupe Sexe Gay Sexe Oral Vidéo Amateur Vidéo Anal