30.4 C
Rio de Janeiro
sábado, novembro 28, 2020
- Publicidade -

Cachorro-vinagre é observado em unidade de conservação da Amazônia

- Publicidade -

(foto: Dayse Ferreira/Inpa)

Medindo cerca de 75 centímetros e podendo pesar até oito quilos, o cachorro-vinagre (Speothos venaticus) é uma das espécies que raramente são registradas na natureza, mas, para a surpresa de um grupo de pesquisadores, um bando da espécie foi filmado em uma das Unidades de Conservação gerenciadas pela Secretaria do Estado do Meio Ambiente (Sema). 

O grupo de quatro animais foi filmado no final de fevereiro, em uma das 38 armadilhas fotográficas instaladas na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Rio Negro (a 70 quilômetros de Manaus). No entanto, a análise e divulgação das imagens só foi possível em agosto, em virtude da pandemia de covid-19.

O trabalho de monitoramento é realizado em parceria com o Grupo de Pesquisa de Mamíferos Amazônicos (GPMA), do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa). Na RDS do Rio Negro, a atividade é coordenada pela doutoranda do Programa de Pós-Graduação do Inpa, Dayse Ferreira, que estuda o comportamento de mamíferos de médio e grande porte em áreas de conservação.

Esta não é a primeira vez que o cachorro-vinagre é registrado em Unidades de Conservação Estaduais do Amazonas. A espécie já foi flagrada por pesquisadores do Instituto Mamirauá na RDS do Amanã e, em 2019, pelo GPMA, na Reserva Biológica do Alto Rio Cuieiras.

Segundo a lista do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) de espécies ameaçadas, o cachorro-vinagre é classificado como vulnerável por conta do isolamento da sua espécie e a degradação de seu habitat, causada pelo desmatamento, adensamento humano e doenças como a raiva.

De acordo com a pesquisadora do Inpa, a presença do cachorro-vinagre na região é um um indicativo da qualidade ambiental da unidade de conservação, mas também demonstra que a área deve receber atenção para garantir a preservação da espécie – que dificilmente se mantém em um ambiente perturbado.

*com informações da Secretaria do Meio Ambiente do Amazonas

- Publicidade -

Veja Também

Mundurukus têm saúde afetada por mercúrio

De cada 10 participantes, 6 apresentaram níveis de mercúrio acima de limites seguros: cerca de 57,9% dos participantes apresentaram níveis de mercúrio acima de 6µg.g-1 – que é o limite máximo de segurança estabelecido por agências de saúde.
- Publicidade -

Últimas Notícias

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Aline Lessa e Luiz Lopes apresentam o projeto “Rita e Raul”, no Osório Bar, em Ipanema

O guitarrista, que já tocou com grandes artistas brasileiros, como Erasmo Carlos e a Cor do Som está empolgado com o projeto e promete uma noite de muito som e diversão.

Mundurukus têm saúde afetada por mercúrio

De cada 10 participantes, 6 apresentaram níveis de mercúrio acima de limites seguros: cerca de 57,9% dos participantes apresentaram níveis de mercúrio acima de 6µg.g-1 – que é o limite máximo de segurança estabelecido por agências de saúde.

Médicos Sem Fronteiras atendem pessoas que fogem da violência na Etiópia

Milhares de etíopes cruzaram a fronteira rumo ao Sudão desde o início de novembro

Vereador dá entrada em projeto de lei para criar a Praça Maradona, em frente ao Consulado da Argentina, no Rio

Segundo o texto, fica permitida a instalação de busto ou estátua em homenagem ao craque argentino, falecido no dia 25 de novembro.

Brasil Cena Aberta Ato 2020 tem versão online transmitida diretamente do Teatro Cacilda Becker

Em detrimento da pandemia do Covid -19, Brasil Cena Aberta opta por criar uma edição especial, um ato que acontece entre 2 e 4 de dezembro e conta com espetáculos de teatro e dança, encontros entre artistas e curadores internacionais, bate-papos, workshops, apresentação de novos projetos e técnicos de palco e coxia.

Daparte lança o EP “Como Não Se Lembram”

Vivendo um momento de liberdade criativa durante os tempos de distanciamento social, Juliano Alvarenga (voz e guitarra), João Ferreira...

Eduardo Paes e Crivella trocam acusações, ataques e ofensas em debate na Globo

Marcelo Crivella (Republicanos) repetiu diversas vezes que Eduardo Paes (DEM) será preso caso seja eleito. Paes rebateu dizendo que Crivella é mentiroso e o comparou ao governador afastado Wilson Witzel. Diversos direitos de resposta foram concedidos por conta de ataques pessoais.
- Publicidade -