- Publicidade -

Covid-19: Alerj vota participação do RJ em consórcios de saúde

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) votará nesta terça-feira (16), em regime de urgência e discussão única, projeto de lei que autoriza o Estado a participar de consórcios intermunicipais de saúde e desenvolvimento em regime de gestão associada, na execução de políticas públicas. O PL 3833/2021, apresentado pelos deputados Jair Bittencourt (PP) e André Ceciliano (PT), vai ao encontro do anúncio feito pelo governador em exercício, Cláudio Castro (PSC), na última sexta-feira, de união entre os municípios fluminenses e o governo estadual em prol da aquisição de imunizantes e unificação do calendário de vacinação contra a Covid-19.

Pela proposta que será votada na Alerj, fica o Poder Executivo autorizado a participar de consórcios públicos, constituídos ou que venha a se constituir na forma da Lei Federal n.º 11.107/2005, e do Decreto Federal n.º 6.017/2007.

- Advertisement -

Nos casos de consórcios já constituídos, a participação do Estado do Rio de Janeiro será formalizada mediante celebração de termos aditivos; e o Poder Executivo deverá encaminhar, anualmente, à Alerj, cópia dos contratos de rateio e eventuais termos aditivos, celebrados com os consórcios públicos.

Ainda segundo o projeto de lei, o Poder Executivo fica autorizado a repassar recursos financeiros do Fundo Estadual de Saúde, ou oriundos do Fundo Nacional de Saúde, com a deliberação prévia da Comissão Intergestores Bipartite (CIB-RJ), mediante contrato de rateio ou contrato de programa, aos consórcios intermunicipais, bem como bens e equipamentos do acervo estadual, que tenham por objeto o desenvolvimento de ações e políticas públicas na área da saúde.

“Vivemos uma grave crise de saúde pública por conta da pandemia do coronavírus. A regulamentação e efetivação do Estado nos consórcios intermunicipais é muito importante para unificar e tornar mais eficiente o combate à Covid-19”, afirma o deputado Jair Bittencourt, que considera os consórcios um legado para enfrentamento de outras doenças e aprimoramento das políticas públicas.

“Assim poderemos superar desafios locais, ampliar e otimizar a oferta de serviços de saúde, obedecendo aos princípios, diretrizes e normas que regulamentam o SUS, estabelecendo ações prioritárias voltadas para a melhoria da qualidade da assistência e dos serviços de saúde, além do fortalecimento da regionalização entre os municípios consorciados”, justificam os autores do PL 3833/2021

- Publicidade -
- Publicidade -

Falando Nisso...

Firjan: PIB fluminense cresce 1,7% no segundo trimestre do ano

Resultado confirma dinamismo da economia no estado frente a economia nacional. Com avanço na vacinação, federação projeta o Produto Interno Bruto do Rio de Janeiro em 4,2% em 2021

Empresas no RJ apostam na divulgação com vídeos online em busca de maior alcance

O mercado no Rio de Janeiro está ficando cada vez mais digital, e alguns números recentes divulgados pela Federação do Comércio de Bens, Serviços...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Porno Gratuit Porno Français Adulte XXX Brazzers Porn College Girls Film érotique Hard Porn Inceste Famille Porno Japonais Asiatique Jeunes Filles Porno Latin Brown Femmes Porn Mobile Porn Russe Porn Stars Porno Arabe Turc Porno caché Porno de qualité HD Porno Gratuit Porno Mature de Milf Porno Noir Regarder Porn Relations Lesbiennes Secrétaire de Bureau Porn Sexe en Groupe Sexe Gay Sexe Oral Vidéo Amateur Vidéo Anal