25.5 C
Los Angeles
sexta-feira, outubro 7, 2022

Hilton Copacabana terá programação especial em outubro

Com o letreiro na cor rosa, em alusão à campanha de conscientização sobre o câncer de mama, o Hilton Rio de Janeiro Copacabana terá boas opções de gastronomia e entretenimento durante o mês de outubro. 

Michael Rodrigues e Daniella Rosas chegam as quartas de final do EDP Vissla Pro Ericeira

O brasileiro Michael Rodrigues e a peruana Daniella Rosas, já estão nas quartas de final do EDP Vissla Pro Ericeira em Portugal

Horóscopo do dia 07 de outubro de 2022

Horóscopo do dia 08 de outubro de 2022. Fique por dentro de tudo o que o seu signo lhe reserva para o amor, dinheiro e saúde.
InícioPolíticaCom Ciro Gomes, PDT teria apenas um candidato a governador no 2º turno e um senador eleito

Com Ciro Gomes, PDT teria apenas um candidato a governador no 2º turno e um senador eleito

De acordo com as pesquisas dos institutos Ipec e Real Time BigData, se a eleição fosse hoje, o PDT, que tenta  emplacar a candidatura de Ciro Gomes no segundo turno presidencial, não elegeria governadores em primeiro turno e teria apenas um candidato no segundo, Werverton Rocha, no Maranhão. Para o Senado, apenas Carlos Eduardo estaria eleito, representando o Rio Grande do Norte.

O PDT terá candidatos ao governo em onze estados. Em seis, os ciristas somam 1% ou 2% das intenções de voto. No Rio de Janeiro, Distrito Federal e Ceará, os pedetistas estão em terceiro, mas com poucas chances de alcançarem o segundo turno.

No Ceará, berço político de Ciro Gomes, Roberto Cláudio (PDT) está em queda absoluta nos levantamentos e já aparece em terceiro nas pesquisas do Ipec e do Datafolha.

Leia Mais.: Lideranças da esquerda latino-americana pedem a Ciro que renuncie e apoie Lula; leia carta

Divulgada nesta quinta-feira (22), a pesquisa do Ipec mostra Elmano de Freitas (PT) em ascensão, com 30% das intenções de voto. O bolsonarista Capitão Wagner (UB) caiu de 35% para 29% e está em segundo. Em terceiro, está Cláudio, que caiu 6%, variando de 28% para 22%.

Na pesquisa do Real Time BigData de 13 de setembro, Wagner está à frente, com 36%. Elmano de Freitas, em segundo, soma 26%. Em seguida, Cláudio, que acumula 22%. Os dois últimos estão empatados na margem de erro.

No Ceará, Izolda Cela (sem partido), atual governadora, se desfiliou do PDT em 28 de julho deste ano, após o partido decidir retirar a possibilidade de reeleição da mandatária. Isso aconteceu após intervenção de Ciro Gomes, que impôs a candidatura de Roberto Cláudio, de seu grupo político, ao governo local.

Quando o aliado de Ciro Gomes foi indicado, Cela já havia conseguido o apoio de 28 deputados federais e estaduais, costurando uma aliança que incluía MDB, Republicanos, Patriota, PSD, PCdoB e o PT. Os petistas, que não concordavam com a indicação de Cláudio, saltaram da aliança com o PDT e lançaram a candidatura de Elmano de Freitas.

Confira o desempenho do PDT nos demais estados:

Amazonas

Carol Braz, do PDT, mantém 2% das intenções de voto para governadora do PDT nos levantamentos de 25 de agosto, do Ipec, e 13 de setembro, da Real Time BigData. Wilson Lima (UB) e Amazonino Mendes (Cidadania) caminham para o segundo turno empatados tecnicamente, de acordo com os dois institutos.


Distrito Federal

Na última quarta-feira (21), o Ipec divulgou o mais recente levantamento sobre intenção de votos para o governo do Distrito Federal. Leila do Vôlei, do PDT, aparece estagnada em terceiro, com 9%, o mesmo índice da última pesquisa, em 6 de setembro. Ibaneis Rocha (MDB) lidera, com 40%, seguido por Leandro Grass (PV), que soma 13%.

No dia 12 de setembro, o Real Time BigData divulgou sua pesquisa para governador do estado e Leila do Vôlei aparece com os mesmos 9%. Segundo o instituto, Ibaneis Rocha, com 47%, ganharia ainda no primeiro turno. Grass está em segundo, com 10%.

Paraná

Os dois últimos levantamentos de Ipec e Real Time BigData indicam a reeleição do governador Ratinho Júnior (PSD), com 55% e 52%, respectivamente. O candidato do PDT, Ricardo Gomyde, acumula 2% e 1% nos levantamentos.

Rio de Janeiro

Nos dias 19 e 20 de setembro, Ipec e Real Time BigData, respectivamente, divulgaram seus levantamentos para o governo do Rio de Janeiro. Cláudio Castro (PL) lidera em ambos os cenários e deve fazer o segundo turno com Marcelo Freixo (PSB).

No Ipec, Castro aparece com 37% e Freixo com 27%. No Real Time BigData, o atual governador tem 36% e o pessebista soma 24%.

Em terceiro, está o candidato do PDT no Rio de Janeiro, Rodrigo Neves, que acumula 6% no levantamento do Ipec e 8% na pesquisa do Real Time BigData.

Rio Grande do Sul

A carreira de Vieira da Cunha, do PDT, no Rio Grande do Sul está muito complicada. O candidato de Ciro Gomes no estado aparece em quinto, no levantamento do Ipec de 16 de setembro, com apenas 2%. No dia 5 de setembro, o Real Time BigData divulgou sua pesquisa e a posição do cirista é a mesma, também com 2%.

Os números mostram que o segundo turno deve ser entre o atual governador Eduardo Leite (PSDB) e Onyx Lorenzoni (PL), que estão com 31% e 26%, respectivamente, no levantamento do Real Time BigData. No Ipec, a vantagem do tucano é mais confortável, 38% contra 26% do bolsonarista.

Santa Catarina

Em sétimo, na corrida eleitoral ao governo catarinense, está Jorge Boiera, candidato do PDT, com 6% das intenções de voto, segundo levantamento do Ipec, divulgado na última quarta-feira (21). Na pesquisa do Real Time BigData, publicada no dia anterior, o cirista crava 1%.

De acordo com o Ipec, o segundo turno seria entre Moisés (Republicanos) e Décio Lima (PT), que acumulam 27% e 20%. No levantamento do Real TimeBigData, a liderança segue com Moisés, com 23%, mas seguido por Jorginho Mello (PL), que tem 20%.

São Paulo

Elvis Cezar mantém, em São Paulo, o mesmo desempenho ruim do PDT nos outros estados. O cirista aparece em sétimo, com apenas 1% das intenções de voto, de acordo com a pesquisa do Ipec da última quarta-feira (20).

No levantamento do Real Time BigData, de 26 de agosto, o desempenho de Cezar é similar. O cirista aparece em quinto, com o mesmo 1%.

Maranhão

O único estado em que o PDT estaria no segundo turno é o Maranhão. Wewerton Rocha soma 20% e está em segundo, atrás de Carlos Brandão (PSB), que acumula 41% das intenções de voto. Empatado tecnicamente com o pedetista está Lahesio Bonfim (PSC), com 16%. O último levantamento do Real Time BigData no estado foi em junho, antes do período eleitoral, que não será levado em conta para a matéria.

Roraima

Juraci Escurinho, candidato do PDT ao governo de Roraima, aparece com apenas 1% das intenções de voto, de acordo com a pesquisa do Ipec, divulgada na última terça-feira (19). A Real Time BigData divulgou o último levantamento em julho, antes do período eleitoral, que não será levado em conta para a matéria.

Edição: Rodrigo Durão Coelho


Notícias recomendadas

Leia sobre outros assuntos:

Notícias mais lidas