Diário Carioca Google News

Teve inicio nesta segunda-feira,25, em Curitiba (PR), o Teste em Campo dos Sistemas de Totalização e Ecossistema da Urna 2018, que conta com cerca de 80 técnicos e analistas de Tecnologia da Informação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs).

O objetivo é verificar as funcionalidades e especificidades dos sistemas, a fim de identificar eventuais falhas e corrigi-las, garantindo que os softwares funcionem corretamente no pleito de outubro, conforme o que foi definido na fase de desenvolvimento, mantendo a confiabilidade e a segurança das eleições.

O Teste em Campo dos Sistemas Eleitorais é conduzido pelo TSE em parceria com os Tribunais Regionais. Até esta sexta-feira,29 os participantes estarão reunidos na sede do TRE-PR, para executar vários cenários de testes, a fim de homologar as soluções de softwares para o pleito deste ano. Os erros identificados neste período serão relatados às equipes técnicas do TSE para os devidos ajustes antes da cerimônia de assinatura digital e lacração da versão oficial dos sistemas.

Na edição deste ano, os participantes convidados dos Regionais e do TSE executarão diversos testes nos sistemas eleitorais, divididos em 15 cenários diferentes, sendo oito de integração e sete específicos. Os cenários de integração testam o conjunto dos softwares eleitorais em variadas situações, tais como primeiro turno, segundo turno, consultas populares, eleições suplementares, entre outras. Já os cenários específicos abordam um escopo mais limitado do software.

Outros testes em campo devem ser realizados este ano: um deles simultaneamente nos TREs do Espírito Santo, Pará e Rio Grande do Norte; outros dois específicos dos sistemas de Prestação de Contas; e um simulado nacional.

Com informações do TSE, reportagem, Storni Jr.

Newsletter

Mais Noticias

Redação do Diário Carioca

Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *