16.9 C
Rio de Janeiro

Eleições Peru: Faltando 0,02% da apuração, Fujimori pede revisão de 500 mil votos

- Publicidade -
Diário Carioca Google News

As eleições presidenciais no Peru continuam em clima de indefinição. Segundo o último boletim do Poder Eleitoral, falta apenas 0,02% para concluir a apuração e o candidato de esquerda, Pedro Castillo (Peru Livre) lidera com 71.441 votos a mais que sua opositora, Keiko Fujimori (Força Popular).

No entanto, já chegando à reta final, Keiko solicitou, na noite da última quarta-feira (10), a revisão de 1.200 atas de votação e anulação de cerca de 802 mesas eleitoral, o que poderia comprometer até 500 mil votos. O Jurado Nacional Eleitoral ainda não confirmou se irá acatar o pedido. 

Logo após o fechamento das urnas, no último domingo (6), Keiko discursou pedindo calma aos seus apoiadores e que esperassem os resultados oficiais. No entanto, assim que começou a perder a disputa, a candidata passou a denunciar supostos indícios de fraude, sem apresentar provas. 

- Advertisement -

Esta não seria a primeira vez que Fujimori perde a presidência por uma diferença mínima. Em 2016, Pedro Pablo Kuczynski derrotou a candidata de extrema-direita com apenas 41 mil votos a mais.

- Advertisement -

Leia também: Fujimorismo: corrente que nasceu com ditador busca se reinventar nas eleições do Peru

O diretor do Jurado Nacional Eleitoral (JNE), Jorge Luis Salas respondeu as primeiras acusações de Keiko afirmando que declarações infundadas não fortalecem a democracia.

“A candidata faz um desfavor à democracia ao falar de fraudes que não existem, não existiram e nem vão existir”, declarou o magistrado na última quarta-feira (9).

O partido Força Popular declarou que seus fiscais irão mostrar registros de falsificação de assinaturas. 

Enquanto isso, nesta quinta-feira, o promotor José Domingo Pérez solicitou a prisão preventiva de Keiko por descumprir com suas restrições judiciais. A candidata já foi detida em duas ocasiões, como parte de um processo que a acusa de lavagem de dinheiro em contratos com a construtora Odebrecht. 

:: Lava Jato aprofundou “caos político” no Peru e respinga nas 18 chapas presidenciais :: 

Por outro lado, Castillo que mantém a preferência para ser o novo presidente do Peru desde a última terça-feira (8), convocou simpatizantes, movimentos camponeses e organizações sociais a ocupar a capital Lima, em defesa do resultado oficial. 

A tensão aumenta à medida que o Escritório Nacional de Processos Eleitorais (ONPE – siglas em espanhol) dilata a entrega dos resultados definitivos. Nas redes sociais, começaram a difundir-se em grupos de extrema-direita mensagens com pedidos de intervenção militar para impedir uma suposta “ameaça comunista” representada por Castillo.

O Ministério da Defesa emitiu um comunicado, na quarta-feira (9), reiterando o compromisso das Forças Armadas com a Constituição, democracia e a vontade cidadã expressa nas urnas.

? [Comunicado]

Frente a la difusión en redes sociales con llamados a la intervención de las Fuerzas Armadas en asuntos netamente electorales o políticos. pic.twitter.com/xEvGmDc139

— Mindef Perú (@MindefPeru) June 9, 2021

A Central Única das Rondas Camponesas do Peru (Cunarc) convocou uma marcha do interior rumo à Lima pela “defesa do voto patriótico”.

“Agradeço a quem segue resistindo nas ruas. Não devemos cair em provocações de quem quer ver o caos neste país. Fazemos um chamado à paz e tranquilidade. Sigamos firmes e alegres nesta luta final que é de todos os peruanos”, afirmou. 

Estimados/as hermanos/as: agradezco a quiénes siguen resistiendo en las calles. No caigamos en provocaciones de quienes quieren ver este país en el caos. Por ello, hacemos un llamado de paz y tranquilidad. Sigamos firmes y alegres en esta lucha final que es de todos los peruanos.

— Pedro Castillo Terrones (@PedroCastilloTe) June 10, 2021

Na última terça-feira (9), quando já haviam sido contabilizados 98% dos votos, o candidato do Peru Livre comunicou que iria reunir-se com banqueiros e empresários peruanos para assegurar o respeito ao voto popular. 

Pela tendência irreversível dos resultados, que apontam a vitória de Castillo com 50,2% da votação, líderes políticos internacionais já começaram a felicitar o candidato. 

Edição: Vivian Virissimo


- Advertisement -
- Publicidade -
Brasil de Fatohttps://www.brasildefato.com.br/
Agência Brasil de Fato traz notícias do Brasil e do mundo, a partir de uma visão popular. Notícias, entrevistas e artigos de opinião

Mais Notícias

- Publicidade -
- Publicidade -

Veja Também

- Publicidade -

fethiye escort denizli escort denizli escort bayan diyarbakır escort diyarbakır escort bayan edirne escort edirne escort bayan erzincan escort erzincan escort bayan erzurum escort erzurum escort bayan gaziantep escort gaziantep escort bayan gümüşhane escort gümüşhane escort bayan hakkari escort hakkari escort bayan hatay escort hatay escort bayan ığdır escort ığdır escort bayan ısparta escort ısparta escort bayan istanbul escort istanbul escort bayan izmir escort izmir escort bayan karabük escort karabük escort bayan kars escort kars escort bayan kastamonu escort kastamonu escort bayan kilis escort kilis escort bayan kırıkkale escort kırıkkale escort bayan www.escortperl.com

denizli escort denizli escort bayan diyarbakır escort diyarbakır escort bayan edirne escort edirne escort bayan erzincan escort erzincan escort bayan erzurum escort erzurum escort bayan gaziantep escort gaziantep escort bayan gümüşhane escort gümüşhane escort bayan hakkari escort hakkari escort bayan hatay escort hatay escort bayan ığdır escort ığdır escort bayan ısparta escort ısparta escort bayan istanbul escort istanbul escort bayan izmir escort izmir escort bayan karabük escort karabük escort bayan kars escort kars escort bayan kastamonu escort kastamonu escort bayan kilis escort kilis escort bayan kırıkkale escort kırıkkale escort bayan www.escortperl.com