Diário Carioca Google News

A paulista Rebeca Andrade, de 22 anos, venceu a prova do individual geral no Pan de ginástica artística, disputado no Rio de Janeiro, e garantiu vaga para os Jogos de Tóquio. Rebeca se junta a Flávia Saraiva. As duas serão as representantes do Brasil entre as mulheres no Japão.

A vaga é dela, Brasil! 🇧🇷✨


Nossa Rebeca garantiu o primeiro lugar 🥇 no Campeonato Pan-Americano de Ginástica e carimbou seu passaporte para os Jogos Olímpicos de Tóquio 🇯🇵😍🙏🏻


É tanta emoção que a gente não dá conta! 🥲


Deixe aqui o seu parabéns para nossa ginasta olímpica! 🙌🏼 pic.twitter.com/DAEqcqV4Er

— CBG Ginástica (@cbginastica) June 5, 2021

Rebeca Andrade, que participou dos Jogos do Rio, em 2016, teve um ciclo complicado, com três cirurgias no joelho. A vaga em Tóquio acabou vindo na última oportunidade possível, a pouco mais de um mês da competição. Saraiva, por exemplo, conseguiu a classificação no Mundial de 2019, disputado em Stuttgart (Alemanha).

No sábado (5), Rebeca foi a melhor da competição no individual geral, em que contam as performances nos quatro aparelhos. Ela somou 56.700 pontos. Foram 14.800 no salto, 14.400 nas barras assimétricas, 13.800 na trave e 13.700 no solo.

“Estou muito feliz com a minha apresentação. Minha carreira na ginástica foi muito brilhante e, ao mesmo tempo, muito difícil. Foram várias situações que tive que enfrentar. A gente ficou muito tempo sem competir e disputar uma competição, mesmo no nosso país e manter a calma foi muito difícil”, disse Rebeca à Confederação Brasileira de Ginástica (CBG).

Outra brasileira, Lorrane Oliveira, ficou próxima de conquistar a vaga. Ela terminou em quarto lugar. Apenas duas vagas estavam em jogo. Rebeca ficou com a primeira e a segunda foi para a costa-riquenha Luciana Alvarado, que terminou em terceiro lugar. A vice-campeã, a argentina Martina Dominici, já estava classificada.

Agência Brasil é uma agência pública de notícias da EBC. Informações sobre política, economia, educação, direitos humanos e outros assuntos.