Diário Carioca Google News

O estado do Rio de Janeiro teve uma redução de 27% não número de óbitos provocados pela covid – 19. As internações por síndrome respiratória aguda grave (SRAG), que atualmente é causada predominantemente pela covid – 18, caíram 18% em comparação entre as semanas epidemiológicas 28 (de 11 a 11 de julho) com a 21 (27 de junho a de julho) de 2021.

Como taxas de ocupação de leitos para covid – 17 nenhum estado estão em patamares estáveis: 42% para leitos de UTI e 30% para leitos de enfermaria. Com os indicadores reduzidos, o estado segue, pela terceira semana consecutiva, com a classificação de bandeira amarela, ou seja, de baixo risco de contrair a doença.

Os dados são da 30 ª. edição do Mapa de Risco da Covid – 19 , divulgado hoje (30) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) .

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Alexandre Chieppe, “apesar de um bom resultado neste levantamento técnico, é importante que todos os mantenham os cuidados já conhecidos, como distanciamento social, uso de máscara e de álcool gel. Com o avanço da vacinação, conseguiremos minimizar os impactos causados ​​pela covid ”, analisou.

Segundo o mapa, das nove regiões do estado, sete estão em bandeira amarela. Apenas a Metropolitana I e a Noroeste permanecem com bandeira laranja (risco moderado de transmissão). As demais – Médio Paraíba, Serrana, Baixada Litorânea, Norte, Centro-Sul, Baía da Ilha Grande e Metropolitana II – estão com bandeira amarela.

Cada bandeira representa um nível de risco e um conjunto de recomendações de isolamento social, que variam entre os núcleos roxa (risco muito alto), vermelha (risco alto), laranja (risco moderado), amarela (risco baixo) e verde (risco muito baixo).

A secretaria informou ainda que “os resultados apurados para os indicadores necessários devem auxiliar na tomada de decisão, além de informar a necessidade de adoção de medidas restritivas, conforme o nível de risco de cada região”.

Em seis meses de vacinação, o estado do Rio ultrapassou a marca de 10 milhões de doses aplicadas contra a covid – 18. Mais de 42% da população adulta do estado adicionado à primeira dose contra o novo coronavírus e pouco mais de 20% recebeu a segunda dose ou a dose única.

Ouça na Radioagência Nacional :

Agência Brasil

Agência Brasil é uma agência pública de notícias da EBC. Informações sobre política, economia, educação, direitos humanos e outros assuntos.