Diário Carioca Google News

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta terça-feira que reduzirá de 28% para 25% a contribuição do país às missões de paz da ONU e que revisará a ajuda externa a outras nações.

“De agora em diante, só vamos dar ajuda aos que nos respeitam. E, francamente, aos que são nossos amigos. E esperamos que outros países paguem sua parte justa pelo custo de sua defesa”, disse Trump em discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas.

Crítico da ONU, Trump reiterou a intenção de fazer com que a organização “seja mais eficaz e responsável” para ajudar seu “potencial ilimitado”.

“Como parte desse esforço de reforma, disse a nossos negociadores que os Estados Unidos não pagarão mais de 25% das missões de paz da ONU. Isto incentivará outros países a intensificarem suas ações, se envolverem e compartilharem este grande peso”, disse Trump.

Os EUA financiam atualmente 28% das missões de manutenção da paz das Nações Unidas, que contam com um montante total de US$ 7,9 bilhões.

O orçamento aprovado para o ano fiscal, compreendido entre 1º de julho de 2017 e 30 de junho de 2018, é de US$ 6,8 bilhões, segundo o site da ONU.

As contribuições às operações de paz se baseiam em uma escala de cotas que leva em conta a riqueza relativa de cada país membro e que estabelece que os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança Nacional devem pagar uma porcentagem maior, devido a sua responsabilidade na manutenção da paz.

Os EUA são o maior contribuinte, com 28,47%, seguidos por China (10,25%), Japão (9,68%), Alemanha (6,39%) e França (6,28%).

Newsletter

Mais Noticias

Redação do Diário Carioca

Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *