Diário Carioca Google News


Considerado uma lenda do vôlei brasileiro, Giovane Gávio é o entrevistado de Daniela Albuquerque nesta quinta-feira (24).

Durante o bate-papo, o ex-atleta mineiro relembra o início de sua trajetória no esporte, menciona títulos importantes que conquistou e fala de uma cirurgia espiritual que chegou a fazer em um dos joelhos após uma lesão. “Escorreguei na quadra molhada e torci. Tinha indicação cirúrgica para reconstruir o ligamento cruzado na época e a gente falou: ‘Antes de fazer a cirurgia médica vamos fazer espiritual’. Minha fé me permitia isso, eu tinha essa crença de que isso poderia realmente me ajudar e fiz”, conta ele, expondo o sucesso do procedimento. “Uma semana depois fui fazer a cirurgia física e não precisou mexer em nada! O médico abriu, olhou e o ligamento estava bom. Desde então nunca mais senti nada nesse joelho, ele segue aí firme e forte!”

Ídolo olímpico, Giovane comenta ainda sobre a fama de galã e o assédio que sofria de fãs. “Me casei [pela primeira vez] muito cedo, aos 21 anos, então tudo isso incomodava um pouco. No meio da multidão, elas apertavam a gente, era uma histeria total. Limites sendo ultrapassados direto, ninguém respeitava.”

Na década de 1990, o ex-jogador chegou a estrelar uma campanha de cama, mesa e banho. O trabalho quase resultou em divórcio e ele explica. “Estávamos morando na Itália e surgiu a oportunidade de fazer um comercial que precisava ser gravado no Brasil. Era de toalha e minha esposa [na época] falou: ‘Não tem esse negócio de gravar sem roupa, não’, e eu falei que isso não devia acontecer. Quando cheguei para fazer, tinha que gravar pelado!”, revive, aos risos, dizendo que pediu para usar sunga e mesmo assim parecia estar sem roupa.

A entrevista completa irá ao ar no Sensacional de hoje (24), nas 22h45, na RedeTV!.

Mais Noticias

Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo