18.5 C
Rio de Janeiro
19 outubro, 2021

Filmes da TV Brasil – 10 a 17 de outubro de 2021

- Publicidade -

Diário Carioca Google News

Confira abaixo a lista com os filmes que a TV Brasil exibe no período de 10 a 17 de outubro de 2021. Sotaque Elétrico e A Bela e a Fera são alguns destaques.

– Domingo (10) – 09h00 – Cine DOC: “Miller & Fried – as origens do país do futebol” (2016) – documentário

– Domingo (10) – 3h30 – Cine Retrô: “Meu Japão Brasileiro” (1965) – comédia

– Segunda (11) – 13h00 – Sessão Família: “Bons de Bico” (2013) – animação

- Advertisement -

– Segunda (11) – 22h30 / 03h45 – Cine DOC: “Sotaque Elétrico” (2017) – documentário

– Terça (12) – 13h00 – Sessão Família: “Big Pai, Big Filho” (2017) – animação

– Terça (12) – 16h00 – Sessão Família: “A Bela e a Fera” (2014) – fantasial

– Terça (12) – 22h30 / 03h45 – Festival de Cinema: Chef” (2014) – comédia

– Quarta (13) – 13h00 – Sessão Família: “Encantado” (2019) – animação

– Quinta (14) – 13h00 – Sessão Família: “Seefood, um Peixe Fora D’água” (2011) – animação

– Quinta (14) – 22h30 / 03h45 – Cine Retrô: “Quem roubou meu Samba” (1958) – comédia musical

– Sexta (15) – 13h00 – Sessão Família: “Spark: uma aventura espacial” (2016) – animação

– Sexta (15) – 22h30 / 03h45 – Cine Nacional: “Bem Casados” (2015) – comédia romântica

– Domingo (17) – 3h30 – Cine Retrô: “Um Caipira em Bariloche” (1973) – comédia

Domingo, 10 de outubro

Cine DOC – Miller & Fried – as origens do país do futebol

09h00, na TV Brasil

País: BrasilAno: 2016. Gênero: documentário. Direção: Luiz Ferraz. Produtor: Gal Buitoni. Roteirista: Guilherme Aguilar.

Dirigido pelo cineasta Luiz Ferraz, o filme destaca a importância de personalidades como Charles Miller e Arthur Friedenreich para a chegada e a consolidação do esporte no país.

No final do século XIX, o Brasil estava em ebulição com o fim da escravidão, a vinda de imigrantes e a urbanização que movimentavam o país. Neste cenário, o futebol chega da Inglaterra com o jovem Charles Miller e sofre uma revolução nos pés mágicos de Arthur Friedenreich.

A produção resgata os primórdios do desporto no Brasil a partir da biografia dos paulistanos Charles Miller, considerado o pai do futebol em território nacional, e Arthur Friedenreich, que é chamado o primeiro craque nacional.

O longa-metragem apresenta três relatos que são o fio condutor do roteiro. O documentário é ilustrado por imagens raras dos primórdios do futebol no Brasil enquanto são apresentados os depoimentos dos convidados.

O filmeacompanha o discurso de Carlos Miller Junior que recupera detalhes da memória do avô e da família. Biógrafos de Charles Miller e Arthur Friedenreich, respectivamente, John Mills e Luiz Carlos Duarte comentam aspectos precisos sobre as histórias desses ídolos.

Eles resgatam recordações sobre os astros ao abordar perspectivas familiares, profissionais e esportivas, desmistificam lendas sobre as carreiras de Miller e Friedenreich. Ambos têm trajetórias traçadas em momentos distintos da modalidade no país.

Os jornalistas Paulo Vinicius Coelho, Celso Unzete e Marcelo Duarte abordam a formação dos primeiros campeonatos paulistas e a trajetória de agremiações que partem do amadorismo para a formação de equipes profissionais. Eles destacam como as figuras dos protagonistas do filme foram fundamentais para fazer do Brasil o país do futebol.

Reprise. 73 min.

Classificação Indicativa: Livre.

Horário: 09h00

Domingo, 10 de outubro

Cine Retrô – Meu Japão Brasileiro

03h30, na TV Brasil (madrugada de domingo, dia 10/10, para segunda-feira, dia 11/10)

País: Brasil. Ano: 1965. Gênero: comédia. Direção: Glauko Mirko Laurelli. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Célia Watanabe, Zilda Cardoso, Carlos Garcia, Reynaldo Martini, Adriano Stuart Elk Alves, Francisco Gomes, Judith Barbosa, Bob Junior, Ivone Hirata, Luiz Tokio, Luzia Yoshigumi.

Em uma comunidade rural nipo-brasileira, Amácio Mazzaropi vive um agricultor chamado Fofuca que enfrenta a exploração descarada do “seu” Leão, responsável por intermediar os negócios entre os produtores e o comércio na cidade.

Após muito penar em suas mãos, Fofuca articula com os camponeses a formação de uma cooperativa agrícola. Leão e seus filhos, entretanto, não vêem com bons olhos esta iniciativa e vão fazer de tudo para impedir Fofuca e seus amigos de conseguirem se dar bem neste Japão brasileiro.

Reprise. 102 min.

Classificação Indicativa: 12 anos.

Horário: 03h30 (madrugada de domingo, dia 10/10, para segunda-feira, dia 11/10)

Segunda-feira, 11 de outubro

Sessão Família – Bons de Bico

13h00, na TV Brasil

Título original: Free Birds. País: Estados Unidos. Ano: 2013. Gênero: animação. Direção: Jimmy Hayward.

Rivais, Reggie e Jake são dois perus que realmente não se relacionam bem. Apesar disso, eles são obrigados a colocar as diferenças de lado em prol de um bem maior assim. A dupla vai embarcar em uma aventura bastante inusitada ao viajar no tempo para mudar os rumos da História. Eles devem tentar eliminar o peru do cardápio tradicional das festas de fim de ano.

Considerado um bicho diferente, Reggie não se sente como as outras aves do sítio em que vive. Ele percebe que os fazendeiros estão apenas engordando os animais para devorá-los mais tarde, mas ninguém presta atenção no que o peru diz.

Quando chega a sua vez de ser morto no Dia de Ação de Graças, Reggie tem sorte, pois é poupado pelo presidente dos Estados Unidos e adotado por sua filhinha, levando então uma vida de conforto e mordomias.

Um dia, Reggie é buscado por Jake, um peru corajoso que recebeu ordens superiores para resgatá-lo. Segundo os planos, os dois animais devem entrar em uma máquina do tempo, voltar no século XVII e impedir que os colonos americanos tenham a ideia de matar perus nas festas de fim de ano.

Reggie não tem a menor intenção de fazer a viagem, mas é obrigado por Jake a aceitar a aventura. Quando volta no tempo, a dupla vai conhecer um mundo cheio de perigos, incluindo cães selvagens e caçadores de perus, mas também novas amizades e amores.

Reprise. 91 min.

Classificação Indicativa: Livre.

Horário: 13h00

Segunda-feira, 11 de outubro

Cine DOC – Sotaque Elétrico

22h30, na TV Brasil

03h45, na TV Brasil (madrugada de segunda, dia 11/10, para terça-feira, dia 12/10)

País: Brasil. Ano: 2017. Gênero: documentário. Direção: Caio Jobim e Pablo Francischelli.

Investigação musical sobre a guitarra brasileira, o documentário parte da chegada da viola de machete ao recôncavo baiano em meados do século XIX. Aborda ainda a revolução do pau elétrico de Dodô e Osmar no carnaval da Bahia, a energia do carimbó do Pará, as experimentações tropicalistas de Lanny Gordin, o baque dos tambores do maracatu pernambucano, o peso do Megadeth e a reconexão com as matrizes em linha direta com a música africana atual.

A guitarra elétrica teve que se adaptar à cultura do ritmo, própria aos gêneros brasileiros, forjando uma identidade que vai além da tradição do rock and roll. A produção conta com a participação de personalidades da cena musical do país como Armandinho Macêdo, Davi Moraes, Felipe Cordeiro, Kiko Loureiro, Lucio Maia, Manoel Cordeiro e Sérgio Dias.

Reprise. 91 min.

Classificação Indicativa: Livre.

Horário: 22h30

Horário: 03h45 (madrugada de segunda, dia 11/10, para terça-feira, dia 12/10)


Big Pai, Big Filho - Divulgação TV Brasil
Big Pai, Big Filho – Divulgação TV Brasil

Terça-feira, 12 de outubro

Sessão Família – Big Pai, Big Filho

13h00, na TV Brasil

Título original: The Son of Bigfoot. País: Bélgica, França. Ano: 2017.  Gênero: animação, infatil. Direção: Jeremy Degruson, Ben Stassen.

Adam, um garoto de treze anos que não tem muitos amigos, parte em uma jornada ousada para desvendar o mistério por trás de seu pai, há muito desaparecido. Ele rapidamente descobre que seu pai não é outro senão o lendário Pé Grande, que se escondeu na floresta por anos para proteger a si mesmo e sua família da HairCo., uma empresa de grande porte ansiosa para realizar experimentos científicos com seu DNA especial.

Enquanto pai e filho começam a recuperar o tempo perdido, Adam logo descobre que ele também é dotado de super poderes inimagináveis. Porém, mal sabem eles que a HairCo. está prestes a encontrá-los, pois descobriu os rastros deixados por Adam ao longo do caminho.

Reprise. 92 min.

Classificação Indicativa: Livre.

Horário: 13h00

Terça-feira, 12 de outubro

Sessão Família – A Bela e a Fera

16h00, na TV Brasil

Título original: La Belle et la Bête. País: França e Alemanha. Ano: 2014.  Gênero: fantasia, romance. Direção: Christophe Gans. Elenco: Vincent Cassel, Léa Seydoux, André Dussollier, Eduardo Noriega, Myriam Charleins, Sara Giraudeau, Audrey Lamy, Nicolas Gob, Louka Meliava, Yvonne Catterfeld.

No ano de 1810 um naufrágio leva à falência um rico mercador (André Dussollier), pai de três filhos e três filhas. A família se muda para o campo e Bela (Léa Seydoux), a filha mais jovem, parece ser a única entusiasmada com a vida rural.

Sensível e compreensiva, a jovem sempre põe os outros em primeiro lugar. Certo dia o comerciante pai de Bela arranca uma rosa do jardim de um palácio encantado e acaba condenado à morte pelo dono do castelo, um monstro (Vincent Cassel). Para salvar a vida do pai, Bela vai viver com o estranho ser.

A moça não hesita em ficar no majestoso castelo ao lado dessa criatura horrível para evitar a morte do pai. Também prisioneira, mas tratada como convidada na gigantesca mansão, Bela começa a enxergar a beleza do caráter do ser misterioso e passa a sentir afeto por ele.

Lá ela encontra uma vida cheia de luxo, magia e tristeza, e aos poucos descobre mais sobre o passado da Fera, que se sente cada vez mais atraída pela jovem moça. Eles se reúnem todas as noites na hora do jantar, e vão se conhecendo aos poucos.

Belle não obedece às ordens de seu anfitrião e tenta desvendar os mistérios do seu campo mágico. Ela descobre sobre uma trágica história de um príncipe arrogante que é transformado em um monstro por um crime horrível.

Considerado um dos contos de fadas mais famosos de todos os tempos, A Bela e a Fera é uma história original criada pela novelista francesa Gabrielle-Suzanne Barbot de Villeneuve em 1740. Desde então, a obra contou com inúmeras adaptações para teatro, cinema e TV. O longa foi indicado a três categorias no César, principal premiação do cinema francês. O filme recebeu o prêmio de Melhor Design de Produção.

Reprise. 112 min.

Classificação Indicativa: 12 anos.

Horário: 16h00

Terça-feira, 12 de outubro

Festival de Cinema – Chef

22h30, na TV Brasil

03h45, na TV Brasil (madrugada de terça, dia 12/10, para quarta-feira, dia 13/10)

Título original: Chef. País: Estados Unidos. Ano: 2014. Gênero: comédia. Direção: Jon Favreau. Elenco: Jon Favreau, Sofía Vergara, Emjay Anthony, John Leguizamo, Scarlett Johansson, Oliver Platt, Bobby Cannavale, Amy Sedaris, Robert Downey Jr., Dustin Hoffman.

Carl Casper (Jon Favreau) é o chef do badalado restaurante Gauloises, em Los Angeles. Ele já foi considerado uma estrela em ascensão no que diz respeito à cozinha autoral, mas dez anos como principal nome do cultuado estabelecimento foram suficientes para que a sua veia criativa esmorecesse.

Embora popular com sua equipe de cozinha, Carl entra em conflito com o dono do restaurante, Riva (Dustin Hoffman). O proprietário tenta limitar o chef à culinária clássica em vez de experimentar o preparo de pratos diferentes. Isso vai irritando Carl que deseja inovar no cardápio e deixar de fazer apenas as receitas mais pedidas pelos clientes.

Quando Ramsey Michel (Oliver Platt), um renomado crítico gastronômico, vai ao restaurante e publica uma crítica bastante negativa, baseada justamente no fato do cardápio ser pouco criativo, Casper fica furioso, vai tirar satisfação com o ilustre cliente e acaba demitido.

A briga é gravada, o vídeo vai parar na internet e se torna viral, o que fecha as portas para Carl nos demais restaurantes. Ou seja, além do emprego, ele acaba manchando sua reputação e perde o prestígio que demorou anos para conquistar.

Após tantos conflitos o deixarem desempregado, Carl está com a carreira arruinada. A situação parece não ter solução até sua endinheirada ex-esposa, Inez (Sofía Vergara), propor uma solução pouco ortodoxa para ele em Miami. A ricaça sugere reformar um velho food truck para o chef oferecer cozinha de qualidade em seus próprios termos.

Carl aceita a proposta a fim de recuperar sua criatividade no preparo de alimentos. Apesar do relacionamento difícil com Inez e seu filho pré-adolescente vidrado em tecnologia, Percy (Emjay Anthony), o chef abraça a ajuda. Sem saída, Carl recebe o apoio financeiro que serve para reiniciar a vida no comando de seu próprio trailer de comida.

Agora com o apoio de seu filho, Percy, e de um velho colega, Martin (John Leguizamo), Carl faz uma viagem pela América com o veículo para redescobrir sua paixão gastronômica. O trio dirige o caminhão pelo país, da Flórida até a Califórnia, servindo sanduíches cubanos e batatas fritas.

Enquanto Percy os promove nas redes sociais, a comida faz sucesso em várias cidades, onde as iguarias diárias de Carl encantam as pessoas. A visibilidade pode dar um novo rumo à vida profissional e afetiva do chef. Assim, ele reencontra a chama perdida de seu instinto criativo e, simultaneamente, refazendo laços com os mais próximos.

Com o conhecimento técnico de Percy e o entusiasmo de Martin, Carl percebe que está criando uma sensação de viagem no caminho para casa. Ao fazer isso, ele repara que está servindo mais do que simplesmente comida, mas também uma conexão mais profunda com sua trajetória e sua família que é verdadeiramente deliciosa do seu próprio jeito.

Reprise. 115 min.

Classificação Indicativa: 10 anos.

Horário: 22h30

Horário: 03h45 (madrugada de terça, dia 12/10, para quarta-feira, dia 13/10)

Quarta-feira, 13 de outubro

Sessão Família – Encantado

13h00, na TV Brasil

Título original: Charming. País: Canadá. Ano: 2019. Gênero: animação, fantasia, comédia. Direção: Ross Venokur.

No dia de seu batizado, o Príncipe Felipe Encantado é amaldiçoado pela bruxa Morgana com um feitiço que faz com que todas as mulheres do reino se apaixonem por ele até que um dia em que não será amado por mais ninguém.

A animação resgata as histórias de contos de fadas quando Branca de Neve, Cinderela e Bela Adormecida descobrem que todas elas são encantadas pelo mesmo Príncipe. Elas ficam perdidamente apaixonadas assim que o veem.

O Príncipe Encantado deve embarcar em uma viagem épica em busca de sua essência. Caso ele não encontre sua real alma gêmea antes de completar 21 anos de idade, todo o amor que Felipe conhece desaparecerá e existe no reino desaparecerá para sempre.

O encanto só pode ser rompido com um beijo de amor verdadeiro. Assim, quebrar a maldição de Morgana será bastante difícil diante de tamanha adoração. Para cumprir o desafio em três etapas, Felipe encontra apoio na ladra Leonora Quinonez, que está imune ao seu galanteio e se traveste de homem para ajudá-lo.

Reprise. 85 min.

Classificação Indicativa: Livre.

Horário: 13h00

Quinta-feira, 14 de outubro

Sessão Família – Seefood – Um Peixe Fora D’Água

13h00, na TV Brasil

Título original: Seefood. País: China, EUA, Coréia e China. Ano: 2011. Gênero: animação. Direção: Aun Hoe Goh. Roteiro: Jeffrey Chiang.

O jovem tubarão Pup descobre que caçadores humanos estão roubando muitos ovos de seu recife. O personagem toma como missão pessoal salvar seus irmãos e irmãs não eclodidos. Com a ajuda de seus amigos, o animal marinho decide recuperá-los.

Para isso, ele deve sair do mar e enfrentar uma grande aventura no estranho e perigoso mundo dos seres humanos, a terra. Temendo pela segurança de Pup, o tubarão Julius se disfarça e o acompanha na missão, a fim de proteger seu melhor amigo.

Reprise. 93 min.

Classificação Indicativa: Livre

Horário: 13h00

Quinta-feira, 14 de outubro

Cine Retrô – Quem roubou meu Samba

22h30, na TV Brasil

03h45, na TV Brasil (madrugada de quinta, dia 14/10, para sexta-feira, dia 15/10)

País: BrasilAno: 1958. Gênero: comédia musical. Diretor: José Carlos Burles. Produtor: Oswaldo Massaini. Roteirista: José Carlos Burles. Elenco: Ankito, Maria Vidal, Nancy Wanderley, Aurélio Teixeira, Wilson Grey, Francisco Dantas, Chuvisco, Pituca, Darcy Coria, Humberto Catalano.

A trama em preto e branco acompanha as confusões do talentoso compositor Atanásio Cruz (Chuvisco). Compositor talentoso, o sambista não se conforma com as maracutaias no mercado fonográfico. Decidido a dar o troco, ele assina contrato com duas gravadoras rivais e some. Os empresários da indústria descobrem a malandragem do artista suburbano e querem resolver a situação e, até, vingança.

Com paradeiro desconhecido, Atanásio tinha vendido o seu samba para o traiçoeiro Tancredo (Humberto Catalano), da gravadora Gravapan, e para Dora Aurora (Maria Vidal), que tem sua própria gravadora e está interessada na cantora Gilda (Darcy Coria) para interpretar a obra.

O atrapalhado detetive Leovegildo (Ankito), amigo de Atanásio, é contratado pela gravadora Aurora para subir o Morro da Navalhada onde o sambista mora e encontra-lo com um gravador para fazer o registro da canção.

O desonesto Tancredo, da Gravapan, envia Secundino (Aurélio Teixeira) e outros capangas para o local atrás do artista. Ele quer trazê-lo até a gravadora para o acerto definitivo do contrato. Na confusão, o compositor é agredido de forma tão violenta que perde a memória. Leovigildo tem a fita que levou destruída por Secundino.

Atanásio é levado para ser atendido no Hospital dos Prontos em que trabalha a enfermeira Iolanda (Nancy Wanderley), namorada de Leovigildo. Enquanto isso, os capangas de Secundino não desistem e raptam o valente sambista do hospital, mas são seguidos pelo detetive.

Leovigildo passa por diversas situações cômicas na tentativa de rememorizar a música e proceder a gravação. O detetive segue os meliantes até o esconderijo e convoca os amigos de Atanásio, liderados por Blequinho, para salvá-lo.

Após a luta, Atanásio é libertado. O músico recobra a memória ao ouvir um taxista assobiar o samba. De volta ao hospital, ele canta a composição para Dona Aurora, com doentes e médicos caindo no samba “Não tem castigo”.

Estrelada pelo saudoso humorista Ankito, a comédia musical “Quem Roubou Meu Samba?” é uma trama em preto e branco é inspirada na peça homônima de Silveira Sampaio.

Com direção do cineasta José Carlos Burle e produção de Oswaldo Massaini, o longa traz a participação de diversos sambistas e personalidades carnavalescas da época em seus números musicais. O longa tem sequências com astros do porte de Angela Maria, Virginia Lane, Trio Irakitan, Marlene e Germano Mathias.

Reprise. 82 min.

Classificação Indicativa: 12 anos.

Horário: 22h30

Horário: 03h45 (madrugada de quinta, dia 14/10, para sexta-feira, dia 15/10)

Sexta-feira, 15 de outubro

Sessão Família – Spark: Uma Aventura Espacial

13h00, na TV Brasil

Título original: Spark: A Space Trail. País: Canadá, Coréia, EUA e China. Ano: 2016. Gênero: animação, aventura. Direção: Aaron Woodley.

O macaco adolescente Spark está em uma missão para recuperar o Planeta Bana, sua terra natal, conquistada pelo malvado Zhong. Com ajuda de seus amigos, Chunk e Vix, Spark embarca em uma missão espacial repleta de aventura, mistério e superação. Eles devem impedir o tirano general Zhong de destruir o universo.

Reprise. 91 min.

Classificação Indicativa: Livre.

Horário: 13h00


Bem Casados - Divulgação TV Brasil
Bem Casados – Divulgação TV Brasil

Sexta-feira, 15 de outubro

Cine Nacional – Bem Casados

22h30, na TV Brasil

03h45, na TV Brasil (madrugada de sexta-feira, dia 15/10, para sábado, dia 16/10)

País: Brasil. Ano: 2015. Gênero: comédia romântica. Direção: Aluizio Abranches. Elenco: Alexandre Borges, Camila Morgado, Bianca Comparato, Fernando São Thiago, Luiza Mariani, Christine Fernandes, Rosi Campos, Letícia Lima, Xuxa Lopes, Augusto Madeira, João Gabriel Vasconcellos, Carlo Briani, Ingra Liberato, Cora Zobaran.

Solteirão convicto, Heitor (Alexandre Borges) comanda uma equipe de filmagem de casamentos. Enquanto se prepara para cobrir mais um evento, ele conhece a sensual e irreverente Penélope (Camila Morgado), que, por ser amante do noivo, está disposta a tudo para acabar com a cerimônia.

A missão de Heitor é garantir que o casamento saia exatamente como os noivos querem. Já para Penélope, a cerimônia é a oportunidade perfeita para executar o seu plano. Essa dupla surpreendente, e um tanto atrapalhada, dará aos noivos muito mais emoção do que eles jamais imaginaram. Afinal, bem casados só os doces.

Reprise. 90 min.

Classificação Indicativa: 12 anos.

Horário: 22h30

Horário: 03h45 (madrugada de sexta-feira, dia 15/10, para sábado, dia 16/10)

Domingo, 17 de outubro

Cine Retrô – Um Caipira em Bariloche

03h30, na TV Brasil (madrugada de domingo, dia 17/10, para segunda-feira, dia 18/10)

País: Brasil. Ano: 1973. Gênero: comédia. Direção: Pio Zamuner e Amácio Mazzaropi. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Beatriz Bonnet, Ivan Mesquista, Carlos Valone.

Amácio Mazzaropi é Polidoro, um fazendeiro ingênuo que cai na conversa do genro e vende suas terras para um vigarista. O larápio engana a todos, inclusive sua própria esposa, uma argentina honesta e desiludida com o amor.

Por pura armação, os dois acabam indo parar em Bariloche e lá na neve, em meio a confusões e gargalhadas no frio argentino, o caipira começa a juntar os fatos e retorna para desmascarar os vilões.

A comédia promete muitas risadas e momentos de diversão, intriga e suspense para o público. O longa “Um caipira em Bariloche” foi uma das maiores bilheterias de toda a carreira do saudoso humorista Amácio Mazzaropi.

Reprise. 100 min.

Classificação Indicativa: 14 anos

Horário: 03h30 (madrugada de domingo, dia 17/10, para segunda-feira, dia 18/10)

Assine nossa newsletter

Assine nosso Boletim e ique bem informado com as principais notícias do Mundo

- Publicidade -
Redação do Diário Cariocahttps://diariocarioca.com
Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo

Bolivia inicia la aplicación de las terceras dosis contra la covid-19

La Paz, 19 oct (EFE).- Bolivia inició este martes la aplicación de terceras dosis de refuerzo contra la covid-19 a la población mayor de...

Comisión del Senado brasileño sobre covid presentará su informe el miércoles

La comisión del Senado brasileño que investigó la gestión del Gobierno de Jair Bolsonaro frente a la covid-19 anunció que presentará este miércoles su informe final, que contendrá graves acusaciones contra el mandatario.

Comienza vacunación a menores con enfermedades crónicas en el norte de México

Ciudad Juárez (México), 19 oct (EFE).- Menores de edad de entre 12 y 17 años con comorbilidades recibieron este martes la primera dosis de...

Nicaragua recibe un lote de vacunas contra la covid-19 donadas por Panamá

Managua, 19 oct (EFE).- Nicaragua recibió este martes un lote de vacunas contra la covid-19 donadas por Panamá, que servirá para "fortalecer" el proceso...

Governo uruguaio cria plano para erradicar analfabetismo nas prisões

Montevidéu, 19 out (EFE).- Os "alarmantes" números de reclusos que não sabem ler nem escrever levaram o governo do Uruguai a criar um plano...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Escritores não correm atrás de políticos com pires na mão. Têm confiança no seu taco

Tenho visto, ao longo da minha vida, escritores com pires na mão suplicando a políticos apoio para escreverem e publicarem em livro físico, como se escrever não fosse só escrever. Quanto a publicar em papel é uma consequência de três fatores: talento, trabalho nunca descontinuado e divulgação. Talento é congênito; trabalho é sair da zona de conforto e não ter medo do quanto podemos suportar, inclusive fome; e promoção, incluindo autopromoção, advém da confiança que temos no nosso taco.
- Publicidade -
Porno Gratuit Porno Français Adulte XXX Brazzers Porn College Girls Film érotique Hard Porn Inceste Famille Porno Japonais Asiatique Jeunes Filles Porno Latin Brown Femmes Porn Mobile Porn Russe Porn Stars Porno Arabe Turc Porno caché Porno de qualité HD Porno Gratuit Porno Mature de Milf Porno Noir Regarder Porn Relations Lesbiennes Secrétaire de Bureau Porn Sexe en Groupe Sexe Gay Sexe Oral Vidéo Amateur Vidéo Anal