Diário Carioca Google News

No final da noite desta segunda (9), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) promoveu, na região portuária do Rio de Janeiro, o Prêmio Brasileirão 2019, festa de celebração dos destaques do futebol brasileiro.

Em um ano no qual o Flamengo conquistou o título em uma campanha em que quebrou vários recordes, a equipe rubro negra foi a mais premiada da noite.

Seleção do Brasileiro

Na eleição realizada por jornalistas, técnicos da competição e capitães foi definido o time ideal da Série A, com 9 jogadores do rubro negro: Santos (Athletico-PR), Rafinha (Flamengo), Rodrigo Caio (Flamengo), Pablo Marí (Flamengo) e Filipe Luis (Flamengo); Bruno Guimarães (Athletico-PR), Gerson (Flamengo), Everton Ribeiro (Flamengo) e De Arrascaeta (Flamengo); Bruno Henrique (Flamengo) e Gabigol (Flamengo).

Equipe feminina ideal

Na celebração também foi apresentada a seleção do Campeonato Brasileiro Feminino na Série A1. A equipe foi formada por: Luciana (Ferroviária); Fabiana (Internacional), Pardal (Corinthians), Érika (Corinthians) e Tamires (Corinthians); Aline Milene (Ferroviária), Maglia (Ferroviária), Gabi Zanotti (Corinthians) e Victoria (Corinthians); Millene (Corinthians) e Glaucia (Santos).

Prêmios individuais

A festa também apresentou os destaques individuais, começando com os artilheiros da competição masculina, Gabigol (Flamengo) com 25 gols, e do torneio feminino, Millene (Corinthians) com 19 gols.

Os prêmios de gol mais bonito, escolhidos por internautas, foram para Tamires (Corinthians), feminino, e para o uruguaio De Arrascaeta (Flamengo), masculino.

Já os prêmios de craque da galera foram para dois atletas do Flamengo, Larissa, entre as mulheres, e Everton Ribeiro, entre os homens.

O português Jorge Jesus (Flamengo) e Tatiele Silveira (Ferroviária) foram escolhidos os melhores técnicos do ano.

Além disso, foram apontados as revelações do Brasileiro, Victoria (Corinthians), no feminino, e Michael (Goiás), masculino.

Prêmios de craques

Já os craques da competição foram Millene (Corinthians), entre as mulheres, e Bruno Henrique (Flamengo), entre os homens.

Newsletter

Mais Noticias

Lo que no dicen de Cuba

No empezó con Biden, hay que decir. Desde el 2017 vienen martillando la falacia de un estallido social en Cuba con su solución mágica, la “intervención humanitaria”

Redação do Diário Carioca

Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *