17.8 C
Los Angeles
domingo, fevereiro 5, 2023
InícioJustiçaRevista de Estudos Jurídicos do STJ é lançada em evento por videoconferência; autoridades reforçam ineditismo do periódico

Revista de Estudos Jurídicos do STJ é lançada em evento por videoconferência; autoridades reforçam ineditismo do periódico



Durante o lançamento da Revista de Estudos Jurídicos do Superior Tribunal de Justiça (REJuri), em evento por videoconferência realizado nesta quarta-feira (19), o presidente do STJ, ministro João Otávio de Noronha, afirmou que o periódico coloca o tribunal em posição de vanguarda entre as instituições do país.

Noronha celebrou o “altíssimo nível técnico” do periódico e o esforço do diretor da Revista do STJ, ministro Mauro Campbell Marques, do conselho editorial e dos colaboradores da revista para o lançamento da primeira edição da REJuri, que terá periodicidade semestral.

O lançamento da REJuri contou com a participação do vice-presidente da República, Hamilton Mourão; do procurador-geral da República, Augusto Aras; de ministros do STJ; de membros do Judiciário, do meio acadêmico, além dos colaboradores do periódico – a exemplo da ministra aposentada Ellen Gracie, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal. O evento foi transmitido pelo canal do STJ no YouTube.

Acesse aqui a versão eletrônica da primeira edição da REJuri.

Diál​ogos

O ministro Mauro Campbell Marques afirmou que, logo ao assumir a função de diretor da Revista, em 2018, percebeu espaço para a criação de um periódico voltado para a divulgação da jurisprudência do tribunal e para o aprofundamento do diálogo da corte com o meio acadêmico.

“Percebemos que poderíamos contribuir ainda mais na área das publicações, e foi aí que surgiu o embrião para a criação da REJuri“, relatou o ministro ao comentar sobre as etapas percorridas até o lançamento do periódico.

Ele destacou a necessidade, para o STJ, de um produto como a REJuri, que pudesse aproximar o tribunal do meio acadêmico, e contou que teve apoio imediato da gestão para a elaboração do projeto.

Mauro Campbell Marques agradeceu o esforço de todos os envolvidos na produção da primeira edição. Ao discorrer sobre o conteúdo, o ministro destacou o artigo inicial da revista – de autoria da ministra Ellen Gracie – e mencionou outros temas relevantes entre os 22 textos escolhidos para a publicação, como estudos sobre o uso do sistema eletrônico blockchain para pagamentos, a questão da migração em massa na Região Norte do país, além de um artigo sobre a necessidade de consulta aos índios como instrumento de efetivação da dignidade da pessoa humana.



Inter​​câmbio

O ministro Benedito Gonçalves, próximo diretor da revista, comprometeu-se a dar continuidade à REJuri e elogiou o trabalho feito na primeira edição. Para ele, é fundamental o processo de intercâmbio de conhecimentos entre ministros, operadores do direito e o meio acadêmico.

O ministro do STJ e corregedor nacional de Justiça, Humberto Martins, destacou que a publicação permitirá o aperfeiçoamento do debate jurídico por meio da troca de conhecimento entre todos os operadores de direito.

“Os esforços empreendidos por todos os participantes desta publicação são notórios e merecem o devido destaque. Por isso, parabenizo todos aqueles que submeteram seus artigos, reverencio aqui também o conselho editorial, que se debruçou em avaliar às cegas os artigos selecionados para compor esta primeira edição”, disse Martins.

O professor Ingo Wolfgang Sarlet falou em nome do conselho editorial e destacou o esforço para a obtenção de classificação da revista em um dos sistemas da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Segundo o professor, a certificação contribuirá para o prestígio do periódico no meio acadêmico. “Um periódico como a REJuri não é tão comum de ser encontrado em outros países. O sistema brasileiro – especificamente o do STJ – está de parabéns por se sujeitar a esse processo”, comentou Ingo Wolfgang.

Seme​​stral

A REJuri foi criada pela Instrução Normativa STJ/GP 16, de 30 de agosto de 2019, e se destina à publicação de artigos científicos inovadores, resultantes de pesquisas e estudos independentes relacionados a todas as áreas do direito, aptos a fornecer subsídios para reflexões sobre a legislação nacional.

O público-alvo da revista é formado por magistrados, advogados, promotores, procuradores, defensores públicos, professores, pesquisadores e estudantes.

A REJuri terá periodicidade semestral e a divulgação será, preferencialmente, em meio eletrônico.

Na página da Revista, é possível obter uma série de informações técnicas e editoriais.

Leia mais:

REJuri leva STJ a novo patamar de participação em estudos jurídicos, avaliam ministros Noronha e Campbell

Seja avisado sobre novas notícias

spot_img

Create a website from scratch

Just drag and drop elements in a page to get started with Newspaper Theme.

Continue Lendo

Fotos: Blocos de Rua dão show no fim de semana de pré-carnaval do Rio de Janeiro

A cidade viveu um fim de semana de muita alegria e descontração

Horóscopo do dia 06 de fevereiro de 2023

Confira as previsões do horóscopo Diário para Áries, Touro, Gêmeos, Câncer, Leão, Virgem, Libra, Escorpião, Sagitário, Capricórnio, Aquário e Peixes

Bloco Vira Lata arrasta multidão em São Conrado

Com muitos foliões animados o um clima de tranquilidade o bloco levou alegria para cariocas e turistas que desfrutaram das festa tão aguardada após dois anos.

Enjoy exclusive access to all of our content

Get an online subscription and you can unlock any article you come across.