Diário Carioca Google News

Depois de encerrado o clássico entre Cruzeiro e Atlético-MG, na manhã deste domingo, no Mineirão, o técnico Mano Menezes valorizou o resultado obtido pela equipe celeste, que chegou à liderança do Campeonato Mineiro. Para o treinador, quem compareceu ao Gigante da Pampulha pôde acompanhar um bom jogo. 

“Gostei de um modo geral do clássico. As duas equipes, mesmo jogando a terceira rodada do campeonato e em um horário difícil, se empenharam bem. Tivemos uma boa parte do controle do jogo com um todo. Cometemos o pênalti, foi um erro, mas faz parte do jogo. Ficamos com dez jogadores em um momento difícil. Serão ajustes naturais que faremos. Mas a partida foi boa. Está dentro daquilo que é um clássico, com suas discussões pós-jogo”, ressaltou. 

Estreando a camisa 10 no confronto, o meia Thiago Neves também teve seu nome lembrado por Mano Menezes, assim como do volante Henrique. O técnico destacou a regularidade e a importância dos atletas para o elenco. 

“Thiago hoje inaugurou sua passagem com a camisa 10, que é justa. Ele está voltando hoje, mas é um jogador que não sente tanto quando volta de um tempo parado, pela sua capacidade técnica, por seu posicionamento de jogo e é por isso que fazemos um jogo que conseguimos jogar. É um atleta que faz falta para gente”, disse. 

“Falar do Henrique é ‘chover no molhado’. Jogo após jogo ele atua com eficiência. Nos deixa muito contentes podermos contar com ele em nossa equipe”, concluiu. 

Ainda em conversa com a imprensa, Mano Menezes citou a força do grupo para a continuidade da temporada. Ele elogiou também a luta do time na busca pelo resultado no clássico. 

“Jogos grandes não se ganha ou não se perde em uma única oportunidade. O coletivo foi bem. Temos jogadores que estão chegando e que nos darão mais opções na hora de mexer a equipe. Isso nos dá uma perspectiva de crescimento em relação à equipe do ano passado e me deixa confiante em relação à sequência do ano”, finalizou. 

Newsletter

Mais Noticias

mst-doa-10-toneladas-de-alimentos-para-o-combate-a-fome-no-para

MST doa 10 toneladas de alimentos para o combate à fome no Pará

Neste sábado (24), além das ações articuladas pelo # ForaBolsonaro , o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) organizou a doação de 10 toneladas de alimentos da agricultura familiar para quem enfrenta a fome. Os alimentos foram obtidos em acampamentos e assentamentos do MST no estado do Pará, como o Assentamento Abril Vermelho, em […]

Redação do Diário Carioca

Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *