Diário Carioca Google News

O presidente da República, Michel Temer, visita nesta quinta-feira (21), as estruturas montadas pelo Governo Federal para o acolhimento de refugiados venezuelanos em Roraima. O presidente inspecionará posto ampliado de triagem instalado na cidade de Pacaraima, na fronteira com a Venezuela, e um dos abrigos montados em Boa Vista.

Em fevereiro, em visita a Roraima, Temer decidiu ampliar a atuação do Governo Federal no Estado, diante da intensificação do fluxo migratório. Um comitê interministerial, coordenado pela Casa Civil, foi criado para estabelecer medidas de assistência humanitária. Foram liberados R$ 190 milhões para as ações.

Em Pacaraima começou a funcionar uma estrutura renovada e ampliada de triagem. No local, será possível receber, identificar, regularizar e imunizar os imigrantes já na fronteira.

Em Boa Vista, o presidente Temer visita o abrigo Nova Canaã, um dos nove existentes no Estado para receber os refugiados. O Governo Federal abriu cinco estruturas de acolhimento e reformou outros quatro abrigos. Mais quatro unidades devem ser instaladas.

No total, os locais de recolhimentos atendem cerca de 4 mil venezuelanos e oferecem também atendimentos médicos diários e 7.695 refeições são distribuídas por dia. Além de vacinação, há uma estrutura para atenção médica e isolamento de pacientes, quando necessário, em um Posto de Atendimento Avançado (PAA).

O atendimento aos refugiados é uma parceria entre Estado, Prefeituras, Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados – ACNUR e o governo federal. No abrigo Nova Canaã a Prefeitura cedeu o terreno, a ACNUR fez o planejamento e cedeu as tendas. O Exército brasileiro, além de montar as tendas, distribui as refeições, auxilia na estrutura de saúde e faz o controle de acesso aos abrigos.

Todos os venezuelanos com interesse em permanecer no Brasil serão registrados pela Polícia Federal e cadastrados pela Organização das Nações Unidas (ONU). A Receita Federal também emitirá CPF dos imigrantes, para que possam posteriormente solicitar carteira de trabalho. Antes, o trabalho de regularização de imigrantes era feito apenas na Superintendência da Polícia Federal em Boa Vista.

No posto de triagem, os refugiados terão acesso ainda a atendimento social do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), onde será oferecida opção para abriga-los.

Interiorização

Outra frente de atuação do Governo Federal é ajudar venezuelanos que pretendem buscar melhores oportunidades em outras cidades brasileiras. Já foram deslocados 527 imigrantes para as cidades de São Paulo, Manaus e Cuiabá.

A interiorização é um processo voluntário. Depende da vontade do imigrante, da adesão dos estados e municípios de destino e da existência de vagas em abrigos.

Newsletter

Mais Noticias

Redação do Diário Carioca

Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *