27.7 C
Rio de Janeiro
sábado, novembro 28, 2020
- Publicidade -

Opas alerta: Américas passam por uma grave crise de saúde mental

- Publicidade -

O alerta já havia sido emitido pela Organização das Nações Unidas (ONU): o mundo atravessa, junto com uma pandemia do novo coronavírus, uma crise generalizada de saúde mental. Hoje (18), uma Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), órgão vinculado à Organização Mundial de Saúde (OMS), voltou a alertar a gravidade da situação.

“Serviços de saúde mental são essenciais para a resposta contra a cobertura – 19 e, em última instância, para o processo de reconstrução. Devemos agir para que aqueles que vivem com problemas de saúde mental, assim como os sobreviventes de violência, recebam o apoio que formulam ”, afirmou Carissa Etienne, diretora da Opas.

Segundo dados levantados pela instituição, aflições mentais como ansiedade e depressão atingiram um pico inédito nas Américas. O estresse imposto pela quarentena, pelo isolamento social e pela possibilidade de contágio foram elementos-chave para o aumento. “A pandemia de covid – 19 causou uma crise de saúde mental em uma escala que nunca vimos antes”, explicou a diretora.

E não são apenas os problemas de saúde mental que foram intensificados pela pandemia. Com o maior consumo de álcool e drogas, os casos de violência doméstica também se agravaram. O levantamento da Opas mostra que Brasil, México e Estados Unidos são os maiores afetados pelos efeitos psicológicos negativos da pandemia. Nesses países, cerca de 50% da população adulta indicou um aumento de estresse perceptível.

Etienne afirmou ainda que profissional da área de saúde observada-se em uma situação ainda mais delicada, pois além de lidarem com pressões sociais decorrentes da pandemia, estão na linha de frente do combate à covid – 19. A diretora da Opas pediu que as famílias façam, ainda, um esforço maior no diálogo com jovens. “É normal sentir-se triste, estressado, confuso e assustado com essa crise. Todos sentimos isso. Os conflitos, porém, devem ser considerados ”, argumentou.

- Publicidade -

Veja Também

Mundurukus têm saúde afetada por mercúrio

De cada 10 participantes, 6 apresentaram níveis de mercúrio acima de limites seguros: cerca de 57,9% dos participantes apresentaram níveis de mercúrio acima de 6µg.g-1 – que é o limite máximo de segurança estabelecido por agências de saúde.
- Publicidade -

Últimas Notícias

Boletim Carioca

Assine nossa Newsletter e receba as últimas notícias e ofertas de nossos parceiros em seu email

Aline Lessa e Luiz Lopes apresentam o projeto “Rita e Raul”, no Osório Bar, em Ipanema

O guitarrista, que já tocou com grandes artistas brasileiros, como Erasmo Carlos e a Cor do Som está empolgado com o projeto e promete uma noite de muito som e diversão.

Mundurukus têm saúde afetada por mercúrio

De cada 10 participantes, 6 apresentaram níveis de mercúrio acima de limites seguros: cerca de 57,9% dos participantes apresentaram níveis de mercúrio acima de 6µg.g-1 – que é o limite máximo de segurança estabelecido por agências de saúde.

Médicos Sem Fronteiras atendem pessoas que fogem da violência na Etiópia

Milhares de etíopes cruzaram a fronteira rumo ao Sudão desde o início de novembro

Vereador dá entrada em projeto de lei para criar a Praça Maradona, em frente ao Consulado da Argentina, no Rio

Segundo o texto, fica permitida a instalação de busto ou estátua em homenagem ao craque argentino, falecido no dia 25 de novembro.

Brasil Cena Aberta Ato 2020 tem versão online transmitida diretamente do Teatro Cacilda Becker

Em detrimento da pandemia do Covid -19, Brasil Cena Aberta opta por criar uma edição especial, um ato que acontece entre 2 e 4 de dezembro e conta com espetáculos de teatro e dança, encontros entre artistas e curadores internacionais, bate-papos, workshops, apresentação de novos projetos e técnicos de palco e coxia.

Daparte lança o EP “Como Não Se Lembram”

Vivendo um momento de liberdade criativa durante os tempos de distanciamento social, Juliano Alvarenga (voz e guitarra), João Ferreira...

Eduardo Paes e Crivella trocam acusações, ataques e ofensas em debate na Globo

Marcelo Crivella (Republicanos) repetiu diversas vezes que Eduardo Paes (DEM) será preso caso seja eleito. Paes rebateu dizendo que Crivella é mentiroso e o comparou ao governador afastado Wilson Witzel. Diversos direitos de resposta foram concedidos por conta de ataques pessoais.
- Publicidade -