22.4 C
Rio de Janeiro
29 novembro, 2021

AI pede que Espanha investigue crimes cometidos pela ditadura de Franco

- Publicidade -

Diário Carioca Google News

Madri, 14 out (EFE).- A Anistia Internacional (AI) entregou mais de 327 mil assinaturas ao Congresso da Espanha, nesta quinta-feira, solicitando alterações no projeto de lei sobre memória democrática em seu processo parlamentar, especialmente para facilitar a investigação judicial dos crimes da ditadura de Franco.

EFE/Zipi

Se a lei, que começa hoje a ser debatida no Parlamento, for para a frente, significará “um avanço no reconhecimento das vítimas do franquismo”, mas a proposta legislativa enviada pelo governo tem “pontos importantes a melhorar”, disse à imprensa o pesquisador da AI, Daniel Canales.

A AI irá propor aos grupos parlamentares que sejam eliminados os obstáculos à investigação judicial que ainda existem na legislação espanhola, como o Supremo Tribunal e o Tribunal Constitucional deixaram claro em várias sentenças, afirmou.

Segundo o representante da AI, também há um “déficit grave” no projeto de lei, pois “exclui explicitamente a indenização como forma de reparação” para as vítimas.

- Advertisement -

Isso “viola os padrões internacionais”, como indicado pelas Nações Unidas por meio de seu relator especial para os direitos da verdade, justiça e reparação e do comitê para desaparecimentos forçados.

Além disso, o projeto legislativo “omite a criação de uma comissão da verdade”, de modo que a AI pedirá aos grupos parlamentares que corrijam essa questão.

Felisa Echegoyen, vítima de tortura policial durante o regime de Franco, declarou aos jornalistas que o atual sistema democrático espanhol está “montado sobre mentiras” porque a “impunidade” de muitos crimes derivados da lei de anistia de 1977 é injusta.

Esta lei aplica-se para crimes de intenção política, incluindo rebelião e sedição, cometidos até a data das primeiras eleições democráticas após a ditadura (1977). Também se refere a crimes e contravenções cometidos por “autoridades, funcionários e agentes da ordem pública”, o que impede a investigação das acusações sobre os franquistas.

A sessão plenária do Congresso irá debater hoje as três emendas a todo o texto que os membros do conservador do Partido Popular (PP), da extrema-direita Vox e da Esquerda Republicana da Catalunha (ERC) apresentaram contra o processamento deste projeto de lei, embora nenhuma delas seja provavelmente bem sucedida devido à falta de votos suficientes.

O principal foco da proposta de lei sobre a memória democrática é o reconhecimento das vítimas da Guerra Civil (1936-1939) e da ditadura que o general Francisco Franco (falecido em 1975) impôs posteriormente após vencer a guerra.

Seu objetivo é fazer progressos na localização, identificação e exumação das vítimas de represálias e propõe a ressignificação do Vale dos Caídos, grande monumento religioso erguido pelo regime de Franco perto de Madri, onde estão sepultados milhares de combatentes de ambos os lados.

Espera-se também, desde um banco de DNA de familiares dos que sofreram represálias, até a criação de um censo das vítimas do regime de Franco, entre outras medidas. EFE

Assine nossa newsletter

Assine nosso Boletim e ique bem informado com as principais notícias do Mundo

- Publicidade -
Redação do Diário Cariocahttps://diariocarioca.com
Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo

Venezuela suma 650 nuevos casos de covid-19

Caracas, 28 nov (EFE).- Las autoridades de Venezuela detectaron 650 nuevos casos de covid-19 en las últimas 24 horas, todos por transmisión comunitaria, informó...

Japón contempla endurecer el control fronterizo debido a variante ómicron

Tokio, 29 nov (EFE).- El primer ministro de Japón, Fumio Kishida, anunció hoy que el país baraja endurecer más sus medidas de control fronterizo...

México reporta 38 nuevas muertes y 1.050 nuevos casos por coronavirus

Ciudad de México, 28 nov (EFE).- México reportó 38 nuevas muertes por la covid-19 en las últimas 24 horas, la tercera cifra más baja...

Vasco encaminha as contratações de Ricardo Gomes e Zé Ricardo

Técnico e executivo já acertaram bases salarias com o Gigante da Colina e devem ser anunciados nesta semana

El Gobierno de Panamá exige a los comerciantes garantizar aforo como norma anticovid

Ciudad de Panamá, 28 nov (EFE).- Las autoridades sanitarias de Panamá exigieron este domingo a los dueños de restaurantes y de locales de ocio...
- Publicidade -

A Culpa é do Cabral recebe MC Carol

A Culpa é do Cabral, mesa redonda de humor consagrada pelo quinteto de comediantes formado por Fabiano Cambota, Nando Viana, Rafael Portugal, Rodrigo Marques e Thiago Ventura recebe MC Carol no próximo episódio inédito.
- Publicidade -