24.2 C
Rio de Janeiro
29 novembro, 2021

Maduro parabeniza Ortega por “grande vitória” e pede respeito à Nicarágua

- Publicidade -

Diário Carioca Google News

Caracas, 8 nov (EFE).- O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, parabenizou nesta segunda-feira Daniel Ortega pela “grande vitória” nas eleições presidenciais de domingo na Nicarágua, que não foram reconhecidas pela comunidade internacional, e exigiu dela respeito pelo país centro-americano.

“Tive uma boa conversa há alguns minutos com o presidente (…) reeleito da Nicarágua, Daniel Ortega Saavedra. Grande vitória, impressionante vitória para (…) Ortega, para a vice-presidente, Rosario Murillo. Falamos por cerca de 15 minutos, eu pessoalmente transmiti a admiração do povo venezuelano pela Nicarágua”, disse Maduro em um evento de seu partido que foi transmitido em redes sociais.

O governante criticou o ministro das Relações Exteriores da Espanha, José Manuel Albares, que disse que o que aconteceu no domingo na Nicarágua “não pode ser chamado de eleições”, descrevendo-as como “uma zombaria” ao povo, à União Europeia (UE), à comunidade internacional e à democracia.

Albares também exigiu a libertação de figuras da oposição e jornalistas detidos no país centro-americano.

- Advertisement -

Maduro classificou as declarações como “colonialistas” e exigiu que “a Nicarágua seja respeitada”, assim como a América Latina.

Ele alegou que um suposto “lobby do Departamento de Estado dos Estados Unidos está em andamento contra a Nicarágua” e tentando fazer com que os governos do mundo “falem contra o povo da Nicarágua”, porque, em sua opinião, “falar contra as eleições nicaraguenses é falar contra o povo da Nicarágua”.

“A vontade política e soberana do povo nicaraguense, que saiu em massa para votar, deve ser respeitada”, declarou.

Ortega foi reeleito no domingo para seu quinto mandato de cinco anos e quarto consecutivo.

Alemanha, Colômbia, Costa Rica, Chile, Espanha, Estados Unidos, Panamá, Reino Unido, União Europeia (UE) e Uruguai foram os primeiros a desconsiderar as eleições nicaraguenses por falta de garantias após as prisões de sete pré-candidatos presidenciais da oposição antes do pleito.

Por outro lado, países aliados da Nicarágua, como Bolívia, Cuba, Irã, Rússia e Venezuela, parabenizaram Ortega por sua “legítima” reeleição. EFE

Assine nossa newsletter

Assine nosso Boletim e ique bem informado com as principais notícias do Mundo

- Publicidade -
Redação do Diário Cariocahttps://diariocarioca.com
Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo

Los ministros de Sanidad del G7 analizan estrategias contra la ómicron

Londres, 29 nov (EFE).- Los ministros de Sanidad del Grupo de los Siete (G7, economías más desarrolladas) se reúnen este lunes, a convocatoria de...

España pide a sus turistas en Marruecos que contacten con sus aerolíneas

Rabat, 29 nov (EFE).- La Embajada de España en Marruecos solicitó a los españoles de viaje en el país magrebí que contacten con sus...

La República Checa confirma su primer caso de infección con variante ómicron

Praga, 29 nov (EFE).- La República Checa confirmó hoy su primer caso de infección con la variante ómicron del coronavirus, detectado en una mujer...

La ómicron deja en el limbo a Yaya Sithole, internacional con Sudáfrica

Lisboa, 29 nov (EFE).- La variante ómicron ha dejado en tierra de nadie al joven futbolista internacional con Sudáfrica Yaya Sithole, centrocampista que milita...

Corea del Sur mantiene las restricciones por el actual ritmo de contagios

Seúl, 29 nov (EFE).- El presidente surcoreano, Moon Jae-in, dijo hoy que el país no activará de momento una relajación de las restricciones sociales...
- Publicidade -

A Culpa é do Cabral recebe MC Carol

A Culpa é do Cabral, mesa redonda de humor consagrada pelo quinteto de comediantes formado por Fabiano Cambota, Nando Viana, Rafael Portugal, Rodrigo Marques e Thiago Ventura recebe MC Carol no próximo episódio inédito.
- Publicidade -