22 C
Rio de Janeiro
8 dezembro, 2021

Venezuela usa vacuna cubana contra covid-19 em crianças de 2 a 11 anos

- Publicidade -

Diário Carioca Google News

Caracas, 8 nov (EFE).- A Venezuela começou nesta segunda-feira a aplicar em crianças de dois a 11 anos de idade, como parte de sua campanha de imunização contra a covid-19, a vacina Soberana II, produzida em Cuba, informou a vice-presidente do país, Delcy Rodríguez.

- Publicidade -

Ainda de acordo com ela, o país sul-americano planeja autorizar nos próximos dias o uso da vacina Abdala, também cubana, e uma das que foram desenvolvidas na China, embora sem revelar qual.

- Publicidade -

“Devemos dizer, com absoluta segurança e certeza, que temos que vacinar todo nosso povo a partir dos dois anos de idade, e estamos começando hoje a vacinar crianças de dois a 11 anos que devem fortalecer sua capacidade imunológica e de resposta à covid-19”, afirmou Rodríguez à emissora estatal “VTV”.

- Advertisement -

A vice-presidente fez as declarações em uma escola onde acompanhou a aplicação de vacinas em crianças do ensino primário.

“A Venezuela já autorizou a vacina Soberana II, uma vacina de Cuba para uso em crianças de dois a 11 anos de idade. E, nesta semana, nas próximas horas, também será dada permissão para uso da vacina cubana Abdala e de uma vacina chinesa”, afirmou.

“Estamos vacinando no momento em toda a região de Caracas, começando com crianças de 2 a 11 anos de idade que podem ter algum tipo de deficiência imunológica que pode ter enfraquecido seu sistema imunológico. Por exemplo, crianças com doença renal, algum tipo de doença que comprometa seu sistema imunológico”, acrescentou.

A Agência Efe visitou várias escolas e centros de vacinação na manhã desta segunda-feira e, em alguns desses locais, as autoridades disseram que ainda não estavam vacinando crianças menores de 12 anos, enquanto outras contaram que estavam aguardando a vacinação para o período da tarde.

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, já havia anunciado no domingo que o país começaria a vacinar crianças de dois anos, mas não deu detalhes.

Embora as principais ONGs médicas e associações de saúde estejam exigindo uma aceleração no processo de vacinação contra a covid-19, elas também se pronunciaram contra a aplicação das vacinas cubanas, porque ainda não foram endossadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O processo de vacinação contra a covid-19 na Venezuela foi acelerado no último mês com a chegada de vários lotes da vacina russa Sputnik V, e das produzidas pelas chinesas Sinovac – através do mecanismo Covax – e Sinopharm. EFE

Assine nossa newsletter

Assine nosso Boletim e ique bem informado com as principais notícias do Mundo

- Publicidade -
Redação do Diário Cariocahttps://diariocarioca.com
Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo

Johnson se desculpa após vazamento de vídeo sobre suposta festa em gabinete

Londres, 8 dez (EFE).- O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, se desculpou nesta quarta-feira, após o vazamento de um vídeo em que sua...

Grã-Bretanha se junta a boicote diplomático aos Jogos de Inverno em Pequim

Londres, 8 dez (EFE).- O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciou nesta quarta-feira que a Grã-Bretanha aderiu ao boicote diplomático dos Jogos Olímpicos de Inverno...

Chefe do Estado Maior da Índia morre em queda de helicóptero

Nova Délhi, 8 dez (EFE).- A Força Aérea da Índia (IAF, na sigla em inglês) confirmou nesta quarta-feira a morte do chefe do Estado-Maior...

Especialistas temen a la nueva ola de covid-19 en Honduras tras las fiestas navideñas

Tegucigalpa, 8 dic (EFE).- Las fiestas de Navidad podrían dejar un rebrote de la pandemia de covid-19 en Honduras, donde especialistas ven con preocupación...

Hospitales franceses retrasan operaciones ante la quinta ola de covid

París, 8 dic (EFE).- Varias regiones francesas, entre ellas la de París, pusieron en marcha hoy el plan especial que permite liberar espacio para...
- Publicidade -

Rio Gastronomia começa com shows de Geraldo Azevedo e Teresa Cristina

Maior evento de gastronomia do Brasil retorna ao Jockey Club Brasileiro nos dias 9 a 12 e 16 a 19 de dezembro.
- Publicidade -