22 C
Rio de Janeiro
8 dezembro, 2021

Presidente de Cuba participa de ato “anti-imperialista” em Havana

- Publicidade -

Diário Carioca Google News

Redação Central, 14 nov (EFE).- O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, participou neste domingo de uma iniciativa “anti-imperialista”, realizada em Havana, marcada para a véspera de protestos contra o governo do país, que acontecerão amanhã.

- Publicidade -

A concentração foi convocada por coletivos pró-regime, no Parque Central, localizado na capital cubana e teve participantes usando roupas de cores vermelhas, para destoar do branco, que identifica os manifestantes oposicionistas.

- Publicidade -

Díaz-Canel saudou dezenas de jovens que o receberam gritando lemas de apoio, fez uma apresentação musical e tirou fotos com vários presentes, de acordo com imagens divulgadas pelos veículos de imprensa estatais da ilha.

- Advertisement -

“Integrantes de vários coletivos e líderes da sociedade civil protagonizaram uma ação anti-imperialista, em desacordo com as práticas de guerra não convencionais executadas contra a paz em Cuba”, escreveu o presidente, no Twitter.

Os organizadores do ato de hoje garantiram que o objetivo era protestar contra as políticas dos Estados Unidos, entre elas, o embargo contra a ilha caribenha e negaram que a iniciativa tenha sido uma resposta as manifestações de amanhã.

“Embora, alguns participantes tenham indicado a necessidade de responder a esse fato”, indica documento divulgado pelos organizadores e citado pelo jornal estatal “Granma”, o veículo de imprensa oficial do Partido Comunista de Cuba.

Enquanto Díaz-Canel estava no Parque Central de Havana, agentes das forças de segurança locais cercavam a casa de Junior García Aguilera, líder do grupo que convocou os protestos de amanhã contra o governo.

O ativista havia anunciado a intenção de marchar já neste domingo pelo centro da capital cubana, vestido de branco e carregando uma flor.

Até às 12h locais (14h de Brasília), segundo pode constatar a equipe da Agência Efe, García Aguilera não havia saído de dentro de casa.

O presidente de Cuba acusa os Estados Unidos de estar por trás dos protestos de amanhã e de seguir uma “estratégia imperialista” na ilha. O governo local, inclusive, proibiu a realização dos atos desta segunda-feira. EFE

Assine nossa newsletter

Assine nosso Boletim e ique bem informado com as principais notícias do Mundo

- Publicidade -
Redação do Diário Cariocahttps://diariocarioca.com
Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo

Chefe do Estado Maior da Índia morre em queda de helicóptero

Nova Délhi, 8 dez (EFE).- A Força Aérea da Índia (IAF, na sigla em inglês) confirmou nesta quarta-feira a morte do chefe do Estado-Maior...

Especialistas temen a la nueva ola de covid-19 en Honduras tras las fiestas navideñas

Tegucigalpa, 8 dic (EFE).- Las fiestas de Navidad podrían dejar un rebrote de la pandemia de covid-19 en Honduras, donde especialistas ven con preocupación...

Hospitales franceses retrasan operaciones ante la quinta ola de covid

París, 8 dic (EFE).- Varias regiones francesas, entre ellas la de París, pusieron en marcha hoy el plan especial que permite liberar espacio para...

Bachelet: Una vacuna no puede administrarse nunca a la fuerza

Ginebra, 8 dic (EFE).- La alta comisionada de la ONU para los Derechos Humanos, Michelle Bachelet, aseguró hoy que "bajo ninguna circunstancia" se puede...

Sao Paulo exigirá el pasaporte sanitario a partir del 15 de diciembre

Sao Paulo, 8 dic (EFE).- Sao Paulo, el estado más poblado de Brasil, solicitó este miércoles al Ministerio de Salud que exija el llamado...
- Publicidade -

Rio Gastronomia começa com shows de Geraldo Azevedo e Teresa Cristina

Maior evento de gastronomia do Brasil retorna ao Jockey Club Brasileiro nos dias 9 a 12 e 16 a 19 de dezembro.
- Publicidade -