22 C
Rio de Janeiro
8 dezembro, 2021

Organizadores pretendem realizar protesto para pedir mudanças em Cuba hoje

- Publicidade -

Diário Carioca Google News

Havana, 15 nov (EFE).- Uma manifestação pacífica para pedir mudanças políticas em Cuba pretende sair às ruas de várias cidades do país nesta segunda-feira, apesar de não ter sido autorizada pelo governo.

- Publicidade -

Esta iniciativa é herdeira dos protestos de 11 de julho, a maior em décadas em Cuba e resultante do descontentamento e da grave crise atual causada pela pandemia de covid-19, pelas sanções dos Estados Unidos e pela situação econômica na ilha.

- Publicidade -

A passeata foi promovida pela plataforma virtual Archipiélago, liderada pelo dramaturgo e ativista Yunior García Aguilera, retido em casa desde o domingo. Outros membros deste grupo têm denunciado situações semelhantes em redes sociais.

- Advertisement -

García Aguilera incomodou o governo ao dar um rosto à iniciativa dissidente, que busca o fim da violência, a libertação dos presos políticos e a resolução das diferenças através de meios democráticos e pacíficos.

O objetivo da passeata, como ele próprio explicou à Agência Efe em entrevista na semana passada, “é sacudir o país, sensibilizar as pessoas, gerar um debate que provoque mudanças”, algo que ele espera que aconteça “da forma mais pacífica e cívica possível”.

O governo cubano considerou o protesto “ilegal” e não o autorizou, uma vez que não permitiu outras manifestações da oposição nas últimas décadas, considerando que por detrás da passeata há uma “estratégia imperial” dos Estados Unidos, como o presidente cubano Miguel Díaz-Canel afirmou na semana passada.

Um artigo publicado nesta segunda-feira no “Granma”, jornal oficial do Partido Comunista de Cuba, diz que o protesto “sempre esteve destinado a ser um fracasso” e incita à iniciativa violenta, “desestabilizadora” e liderada por pessoas que “trabalham para um governo estrangeiro”.

Apesar da proibição por parte das autoridades, os organizadores ainda inventivaram os cubanos a lotarem as ruas nesta tarde. Os ativistas encorajaram qualquer pessoa que quisesse protestar a sair com roupas brancas e carregando flores brancas. Para aqueles que não podem ou não querem participar da passeata, propuseram desligar a televisão e fazer panelaços.

As autoridades cubanas, por seu lado, mobilizaram um grande número de agentes de segurança do Estado para as principais cidades. EFE

Assine nossa newsletter

Assine nosso Boletim e ique bem informado com as principais notícias do Mundo

- Publicidade -
Redação do Diário Cariocahttps://diariocarioca.com
Equipe de jornalistas e colaboradores do jornal Diário Carioca. Profissionais de comunicação que trazem as informações mais importantes do Brasil e do Mundo

Bachelet: Una vacuna no puede administrarse nunca a la fuerza

Ginebra, 8 dic (EFE).- La alta comisionada de la ONU para los Derechos Humanos, Michelle Bachelet, aseguró hoy que "bajo ninguna circunstancia" se puede...

Sao Paulo exigirá el pasaporte sanitario a partir del 15 de diciembre

Sao Paulo, 8 dic (EFE).- Sao Paulo, el estado más poblado de Brasil, solicitó este miércoles al Ministerio de Salud que exija el llamado...

Reino Unido reintroduce restricciones para frenar la expansión de ómicron

Londres, 8 dic (EFE).- El primer ministro británico, Boris Johnson, anunció este miércoles nuevas restricciones al contacto social para evitar la rápida transmisión de...

Centroamérica, excepto Panamá, experimenta una bajada aguda de los contagios de covid-19

Washington, 8 dic (EFE).- Los países de Centroamérica, excepto Panamá, han experimentado "una bajada aguda" de los contagios de covid-19 en la última semana,...

La IATA pide el fin de las restricciones aéreas dictadas por la ómicron

Ginebra, 8 dic (EFE).- La Asociación Internacional del Transporte Aéreo (IATA), que engloba a buena parte de las aerolíneas mundiales, pidió hoy a los...
- Publicidade -

Rio Gastronomia começa com shows de Geraldo Azevedo e Teresa Cristina

Maior evento de gastronomia do Brasil retorna ao Jockey Club Brasileiro nos dias 9 a 12 e 16 a 19 de dezembro.
- Publicidade -