28.2 C
Rio de Janeiro
5 dezembro, 2021

Bannon se declara inocente por desacato ao Congresso dos EUA

- Publicidade -

Diário Carioca Google News

Washington, 17 nov (EFE).- O influente articulador político de extrema-direita Steve Bannon, aliado do ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump, declarou-se inocente nesta quarta-feira em duas acusações de desacato ao Congresso americano.

- Publicidade -

Bannon, de 67 anos, recebeu as acusações por se recusar a testemunhar no Congresso e não entregar documentos ao comitê legislativo que investiga a invasão do Capitólio em 6 de janeiro.

- Publicidade -

Segundo o documento de defesa de Bannon, ele renunciou ao direito a uma leitura pública das acusações.

- Advertisement -

O documento foi divulgado um dia antes da audiência marcada para quinta-feira, que seria a primeira de Bannon diante do juiz Carl Nichols, da corte federal do Distrito de Columbia.

O magistrado, nomeado para o cargo por Trump, vai decidir se atenderá ao pedido da defesa de Bannon. Se o aceitar, serão discutidos durante a audiência de quinta-feira a duração do caso e outros assuntos processuais.

Cada uma das acusações contra Bannon acarretam penas de 30 dias a um ano de prisão e a multa de US$ 100 a US$ 100 mil.

Na última segunda-feira, Bannon se entregou no escritório do FBI em Washington. Horas depois, uma juíza ordenou sua libertação, embora tenha retido seu passaporte para impedi-lo de fugir do país.

A formalização das acusações contra Bannon foi feita na última sexta-feira, após a Câmara dos Representantes considerar que o articulador político cometeu desacato em 21 de outubro por se recusar a comparecer perante o comitê que investigava o ataque ao Capitólio.

O comitê queria que Bannon testemunhasse porque acreditava que ele tinha algum conhecimento prévio do que aconteceu em 6 de janeiro, dia em que o Congresso previa certificar a vitória de Biden nas eleições presidenciais de 2020. Também foi para essa data que Trump convocou um protesto perto da Casa Branca.

Na ocasião, cerca de 10 mil pessoas – em sua maioria apoiadores de Trump – foram às imediações do Capitólio, e em torno de 800 invadiram esse complexo onde fica o Congresso para impedir que a vitória de Biden fosse ratificada.

Cinco pessoas morreram em meio aos distúrbios, e cerca de 140 agentes de segurança foram agredidos por apoiadores de Trump. EFE

Assine nossa newsletter

Assine nosso Boletim e ique bem informado com as principais notícias do Mundo

- Publicidade -
Agência EFEhttps://www.efe.com/efe/brasil/3
A agência EFE é um serviço de notícias internacional criado em 1939 em Espanha. É uma das maiores agências de notícias do mundo, primeira em idioma espanhol e principal provedor de serviços informativos para os meios de comunicação nos países de língua espanhola

EE.UU. prevé permitir viajes desde Sudáfrica en “un periodo razonable de tiempo”

Washington, 5 dic (EFE).- El principal epidemiólogo del Gobierno estadounidense, Anthony Fauci, señaló este domingo que espera que EE.UU. revise sus restricciones de viaje...

Cuba registra 88 nuevos casos de covid-19 y dos muertes

La Habana, 5 dic (EFE).- Las autoridades sanitarias cubanas informaron este domingo que en las 24 horas previas se identificaron 88 nuevos casos por...

Portugal, con muertes en máximos de marzo, refuerza a vacunados de Janssen

Lisboa, 5 dic (EFE).- Portugal notificó hoy 23 fallecimientos por covid-19, un nuevo máximo desde el mes de marzo, en una jornada en la...

Unas 8.000 personas se manifiestan en Bruselas contra las medidas anticovid

Bruselas, 5 dic (EFE).- Unas 8.000 personas recorrieron hoy las calles de Bruselas en protesta contra las medidas sanitarias para contener el coronavirus y...

Paulo Guedes diz que subida dos juros deve provocar desaceleração na economia

O ministro da economia, Paulo Guedes, reconheceu que a subida dos juros para combater a inflação vai provocar uma desaceleração na economia
- Publicidade -

Gávea recebe Festival de Humor

Reunindo alguns dos principais nomes do standup comedy nacional em uma só noite, o Festival de Humor 2021 acontece na Gávea, no Teatro Clara Nunes
- Publicidade -