24.2 C
Rio de Janeiro
29 novembro, 2021

Juan Guaidó convoca oposição venezuelana para reconstruir “unidade sincera”

- Publicidade -

Diário Carioca Google News

Caracas, 22 nov (EFE).- O líder opositor venezuelano Juan Guaidó afirmou nesta segunda-feira que, após as eleições realizadas no país, nas quais o chavismo elegeu 20 dos 23 governadores, há uma necessidade urgente de “reconstruir” “uma unidade sincera que legitime a liderança na Venezuela”.

O líder opositor venezuelano Juan Guaidó durante uma entrevista coletiva nesta segunda-feira, em Caracas. EFE/ Rayner Pena

“É um momento, claro, que deve nos levar a uma maior unidade. A uma unidade sincera, que relegitima as lideranças na Venezuela, que reconstrói uma plataforma unida, que dá respostas aos interesses dos venezuelanos”, disse Guaidó em entrevista coletiva em Caracas.

O líder opositor venezuelano Juan Guaidó durante uma entrevista coletiva nesta segunda-feira, em Caracas. EFE/ Rayner Pena

Dados os resultados eleitorais, o opositor afirmou não é hora de “atribuir culpas”, mas de mostrar “respeito pelos cidadãos” e de refletir porque “o que aconteceu ontem não pode ser chamado de uma eleição livre e justa”.

O líder opositor venezuelano Juan Guaidó durante uma entrevista coletiva nesta segunda-feira, em Caracas. EFE/ Rayner Pena

“Hoje é um dia de respeito aos cidadãos, de atenção aos venezuelanos e também de reflexão por parte dos líderes, por parte daqueles que hoje se autodenominam líderes na Venezuela. Porque também é evidente a necessidade de reunificação e articulação de todos os fatores para poder enfrentar o regime”, acrescentou.

O líder opositor venezuelano Juan Guaidó durante uma entrevista coletiva nesta segunda-feira, em Caracas. EFE/ Rayner Pena
- Advertisement -

Guaidó reiterou que as eleições do domingo foram realizadas “sem condições pré-existentes”, com o “sequestro” das siglas dos partidos da oposição e organizadas por um Poder Eleitoral “sob a tutela” do governo de Nicolás Maduro.

“Eles queriam nos encurralar em um falso dilema de votar ou não votar, quando queremos escolher o futuro dos venezuelanos. Eles vão tentar nos medir ou medir a alternativa democrática na Venezuela pela cor do mapa, quando mesmo de acordo com os números produzidos pelo Conselho Nacional Eleitoral sob a tutela da ditadura, eles não têm sequer uma maioria neste sentidoo”, opinou.

O ex-parlamentar enfatizou que as eleições “só podem ser” uma solução para o conflito político se as condições forem garantidas e a disputa eleitoral se concentrar “no poder sequestrado por Nicolás Maduro”. EFE

Assine nossa newsletter

Assine nosso Boletim e ique bem informado com as principais notícias do Mundo

- Publicidade -
Agência EFEhttps://www.efe.com/efe/brasil/3
A agência EFE é um serviço de notícias internacional criado em 1939 em Espanha. É uma das maiores agências de notícias do mundo, primeira em idioma espanhol e principal provedor de serviços informativos para os meios de comunicação nos países de língua espanhola

Corea del Sur mantiene las restricciones por el actual ritmo de contagios

Seúl, 29 nov (EFE).- El presidente surcoreano, Moon Jae-in, dijo hoy que el país no activará de momento una relajación de las restricciones sociales...

Francia descarta un cierre de las fronteras interiores en la UE

París, 29 nov (EFE).- El secretario de Estado francés de Asuntos Europeos, Clément Beaune, afirmó este lunes que no se cerrarán las fronteras interiores...

El coordinador del comité Covid en Italia dice que ómicron emás contagiosa, pero “no parece más peligrosa”

Roma, 29 nov (EFE).- El coordinador de comité científico-técnico que se ocupa de gestionar la pandemia en Italia, Franco Locatelli, dijo hoy que la...

Hong Kong detecta un nuevo caso de la variante ómicron de la covid-19

Pekín, 29 nov (EFE).- Las autoridades sanitarias de Hong Kong informaron este lunes de un nuevo caso de la variante ómicron de la covid-19,...

Austria confirma su primer caso de infección con la variante ómicron

Viena, 29 nov (EFE).- El Ministerio de Sanidad de Austria ha informado este lunes del primer caso de infección con la variante ómicron del...
- Publicidade -

A Culpa é do Cabral recebe MC Carol

A Culpa é do Cabral, mesa redonda de humor consagrada pelo quinteto de comediantes formado por Fabiano Cambota, Nando Viana, Rafael Portugal, Rodrigo Marques e Thiago Ventura recebe MC Carol no próximo episódio inédito.
- Publicidade -