24.2 C
Rio de Janeiro
29 novembro, 2021

Chile dá penúltimo passo rumo à aprovação do casamento igualitário

- Publicidade -

Diário Carioca Google News

Santiago (Chile), 23 nov (EFE).- O histórico projeto de lei que permite legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo no Chile deu mais um passo nesta terça-feira, ao ser aprovado na Câmara dos Deputados e agora espera a última votação no Senado.

Em sessão que terminou com aplausos, os deputados aprovaram por larga maioria (101 votos a favor, 30 contra e 2 abstenções) a iniciativa que, além de legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo, permite a adoção e a filiação.

O projeto de lei, que deve voltar ao Senado, é uma das maiores lutas dos grupos LGBT no Chile, onde os homossexuais só podem se unir como parte do Acordo de União Civil (AUC), que não reconhece os direitos de filiação.

Se aprovado, o Chile se tornará o oitavo país da América Latina a legalizar o casamento igualitário, depois de Brasil, Argentina, Colômbia, Uruguai, Equador, Costa Rica e vários estados do México.

- Advertisement -

“O casamento igualitário é a proteção da família, uma questão urgente que constitui uma luz de esperança para o país”, disse Isabel Amor, diretora da Fundación Iguales, uma das plataformas mais ativas do país.

OS ÚLTIMOS PASSOS.

Em julho, em uma reviravolta surpreendente dos acontecimentos, o atual presidente, o conservador Sebastián Piñera, disse que “chegou o momento” de aprovar a iniciativa e instruiu o Congresso a debatê-la com urgência.

O projeto de lei tinha sido apresentado em 2017, a pedido da ex-presidente socialista Michelle Bachelet (2014-2018), e ficou paralisado durante quase quatro anos.

Nos últimos meses, o projeto de lei foi revisto favoravelmente em ambas as câmaras e agora aguarda apenas uma votação no Senado, para onde voltará devido às alterações solicitadas durante a sua discussão.

“Acreditamos na dignidade dos diferentes tipos de famílias, a lei tem de favorecer o desenvolvimento do amor entre todos os tipos de casais”, disse o deputado democrata-cristão Matías Walker.

Entretanto, a deputada do partido governista, Ximena Ossandón, lamentou que Piñera tenha insistido na discussão desta iniciativa, posição que compartilha com os setores mais conservadores do partido no poder.

“Uma relação entre dois homens não é o mesmo que uma relação heterossexual, mesmo que a lei diga que sim. A própria natureza estabelece as suas próprias barreiras”, argumentou.

DISPUTA PRESIDENCIAL.

A ascensão na corrida presidencial do candidato de extrema direita José Antonio Kast, um católico que se opõe ao casamento igualitário e que somou 27,9% dos votos no primeiro turno no domingo passado, foi uma das questões que mais inflamou a discussão.

“Este projeto não é da esquerda nem da direita. É importante vê-lo agora porque o Chile vai decidir entre democracia ou autoritarismo”, disse o congressista Félix Gonzalez, do Partido Ecologista Verde.

Kast, que já afirmou em várias ocasiões que existe um “lobby gay” que “procura influenciar as pessoas”, foi o candidato com mais votos e enfrentará o esquerdista Gabriel Boric nas urnas no dia 19 de dezembro.

“Diante da violência e dos discursos de ódio, temos de responder com amor. Não queremos preconceitos dogmáticos ultraideologizados”, disse o deputado Diego Ibáñez da Frente Ampla, a coalizão que Boric lidera. EFE

Assine nossa newsletter

Assine nosso Boletim e ique bem informado com as principais notícias do Mundo

- Publicidade -
Agência EFEhttps://www.efe.com/efe/brasil/3
A agência EFE é um serviço de notícias internacional criado em 1939 em Espanha. É uma das maiores agências de notícias do mundo, primeira em idioma espanhol e principal provedor de serviços informativos para os meios de comunicação nos países de língua espanhola

La ómicron deja en el limbo a Yaya Sithole, internacional con Sudáfrica

Lisboa, 29 nov (EFE).- La variante ómicron ha dejado en tierra de nadie al joven futbolista internacional con Sudáfrica Yaya Sithole, centrocampista que milita...

Corea del Sur mantiene las restricciones por el actual ritmo de contagios

Seúl, 29 nov (EFE).- El presidente surcoreano, Moon Jae-in, dijo hoy que el país no activará de momento una relajación de las restricciones sociales...

Francia descarta un cierre de las fronteras interiores en la UE

París, 29 nov (EFE).- El secretario de Estado francés de Asuntos Europeos, Clément Beaune, afirmó este lunes que no se cerrarán las fronteras interiores...

El coordinador del comité Covid en Italia dice que ómicron emás contagiosa, pero “no parece más peligrosa”

Roma, 29 nov (EFE).- El coordinador de comité científico-técnico que se ocupa de gestionar la pandemia en Italia, Franco Locatelli, dijo hoy que la...

Hong Kong detecta un nuevo caso de la variante ómicron de la covid-19

Pekín, 29 nov (EFE).- Las autoridades sanitarias de Hong Kong informaron este lunes de un nuevo caso de la variante ómicron de la covid-19,...
- Publicidade -

A Culpa é do Cabral recebe MC Carol

A Culpa é do Cabral, mesa redonda de humor consagrada pelo quinteto de comediantes formado por Fabiano Cambota, Nando Viana, Rafael Portugal, Rodrigo Marques e Thiago Ventura recebe MC Carol no próximo episódio inédito.
- Publicidade -