28.2 C
Rio de Janeiro
5 dezembro, 2021

Eleições na Venezuela foram marcadas por uso de recursos estatais, diz missão

- Publicidade -

Diário Carioca Google News

Caracas, 23 nov (EFE).- A campanha para as eleições locais e regionais realizadas no domingo passado na Venezuela foi marcada pela “extensa utilização de recursos estatais”, segundo informou nesta terça-feira a chefe da Missão de Observação Eleitoral da União Europeia (MOE-UE), Isabel Santos.

- Publicidade -

“A campanha foi marcada pela extensa utilização de recursos estatais, apesar de o marco legal estabelecer poderes de sanção para o financiamento e publicidade da campanha”, disse Santos em entrevista coletiva em Caracas.

- Publicidade -

O relatório preliminar da MOE-UE apresentado pela eurodeputada portuguesa afirma que houve “entrega de bens como embalagens de alimentos, botijões de gás e bombas de água”, o que afetou “a igualdade de condições”.

- Advertisement -

GOVERNISTAS FAVORECIDOS.

“A campanha do partido no poder foi predominante em todo o país e teve uma base mobilizada e, em alguns casos, com a participação de funcionários públicos”, ressalta o documento.

Santos destacou que, apesar de o marco legal estabelecer poderes de sanção para o financiamento de campanhas e publicidade” ao Conselho Nacional Eleitoral (CNE), “não houve sanções por violações”.

Por esta razão, e sem querer “antecipar as recomendações do relatório final”, considerou que isto “demonstra que o CNE precisa de ser reforçado nos seus poderes sancionatórios”.

O relatório indica que “a cobertura do partido governista”, o Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), “era dominante e desproporcionalmente favorável na televisão estatal e muito significativa nas estações de rádio e televisão privadas monitoradas”.

“Além da cobertura desequilibrada, a presença constante do vice-presidente do PSUV (Diosdado Cabello) nos veículos de comunicação estatais, nos quais dirigiu ataques ferozes contra adversários políticos e até mesmo contra um reitor do CNE, vai contra os padrões internacionais de cobertura imparcial dos veículos de comunicação estatais”, acrescenta.

Cabello comanda um programa semanal no canal estatal “Venezolana de Televisión” (VTV), “Con el mazo dando”, no qual frequentemente faz ataques a adversários, ONGs e ativistas.

PRIMEIRA MISSÃO EM 15 ANOS.

Santos enfatizou que esta é a primeira missão de observação enviada pela UE à Venezuela em 15 anos e que “tem sido possível graças ao convite do CNE”.

“Compreendo que isto também tem sido o resultado de um processo de diálogo entre os atores políticos venezuelanos. Todos os atores”, explicou.

Ela disse que o relatório preliminar apresentado nesta terça-feira “não pode ser utilizado para fins políticos”, pois “é uma abordagem técnica ao contexto eleitoral e ao momento eleitoral”, além de “um instrumento útil para melhorar” futuras eleições.

A eurodeputada explicou que durante o dia das eleições, os observadores da UE estiveram presentes nos 23 estados da Venezuela e em Caracas, que tem o seu próprio regime, e que visitaram 665 centros de votação, cobrindo mais de 1.318 mesas.

Finalmente, o relatório preliminar afirma que “a falta de independência judicial e o desrespeito pelo Estado de direito afetaram negativamente a igualdade das condições de concorrência e a equidade e transparência das eleições”.

“Nestas eleições, a suspensão do direito dos candidatos afetou principalmente o Partido Comunista da Venezuela (PCV) e os partidos dissidentes da coalizão governamental”, conclui.

De acordo com o estudo, “o processo eleitoral mostrou a persistência de deficiências estruturais, embora as condições eleitorais tenham melhorado em comparação com as três eleições nacionais anteriores”.

Estas deficiências incluem decisões do Tribunal Supremo de Justiça (TSJ) de intervir em vários dos principais partidos da oposição, cujas siglas, cores e nomes foram entregues a militantes expulsos pelos ex-companheiros e acusados de corrupção. EFE

Assine nossa newsletter

Assine nosso Boletim e ique bem informado com as principais notícias do Mundo

- Publicidade -
Agência EFEhttps://www.efe.com/efe/brasil/3
A agência EFE é um serviço de notícias internacional criado em 1939 em Espanha. É uma das maiores agências de notícias do mundo, primeira em idioma espanhol e principal provedor de serviços informativos para os meios de comunicação nos países de língua espanhola

EE.UU. prevé permitir viajes desde Sudáfrica en “un periodo razonable de tiempo”

Washington, 5 dic (EFE).- El principal epidemiólogo del Gobierno estadounidense, Anthony Fauci, señaló este domingo que espera que EE.UU. revise sus restricciones de viaje...

Cuba registra 88 nuevos casos de covid-19 y dos muertes

La Habana, 5 dic (EFE).- Las autoridades sanitarias cubanas informaron este domingo que en las 24 horas previas se identificaron 88 nuevos casos por...

Portugal, con muertes en máximos de marzo, refuerza a vacunados de Janssen

Lisboa, 5 dic (EFE).- Portugal notificó hoy 23 fallecimientos por covid-19, un nuevo máximo desde el mes de marzo, en una jornada en la...

Unas 8.000 personas se manifiestan en Bruselas contra las medidas anticovid

Bruselas, 5 dic (EFE).- Unas 8.000 personas recorrieron hoy las calles de Bruselas en protesta contra las medidas sanitarias para contener el coronavirus y...

Paulo Guedes diz que subida dos juros deve provocar desaceleração na economia

O ministro da economia, Paulo Guedes, reconheceu que a subida dos juros para combater a inflação vai provocar uma desaceleração na economia
- Publicidade -

Gávea recebe Festival de Humor

Reunindo alguns dos principais nomes do standup comedy nacional em uma só noite, o Festival de Humor 2021 acontece na Gávea, no Teatro Clara Nunes
- Publicidade -